Na última segunda-feira (22), a Federação Inglesa de Futebol (FA),  anunciou que fechou um contrato histórico com a Sky Sports e BBC, para transmissão da Super liga feminina da Inglaterra (WSL).

Em suma, esse contrato está com um valor recorde. A princípio, o acordo é de três anos, durando até 2024. Com um valor de 8,1 milhões de euros (cerca de 9,66 milhões de dólares) por temporada. Assim, no contrato ficou definido que a Sky Sports ficará responsável por exibir até 44 jogos por temporada. Enquanto isso, a BBC pode exibir até 22  jogos por temporada, e no mínimo 18.

Assim, a diretora de futebol feminino profissional da FA, Kelly Simmons falou sobre a grandeza e importância do negócio:

“É um acordo que muda e transforma a Super Liga Feminina Inglesa”.

Os 12 clubes femininos de elite dividirão uma parte dessa receita, enquanto equipes segunda divisão também se beneficiarão financeiramente deste acordo.

Essa é a primeira vez, que um contrato da WSL foi fechado, sem ligação com o time masculino. Além disso, também é a primeira vez que a Sky Sports vai exibir jogos do futebol feminino.

“Visibilidade e investimento são fatores-chave no crescimento de qualquer esporte feminino, e estamos muitos satisfeitos que a Sky Sports e a BBC se comprometeram a transmitir mais futebol feminino do que jamais vimos antes, enquanto mostra seu verdadeiro valor”, disse Simmons em comunicado oficial da FA.

 

Foto Destaque: Divulgação / FA
Avatar
Emilena Gonçalves
Prazer, Emilena Gonçalves! Estudante de jornalismo, gaúcha, gremista, Neymarzete e amante do futebol. Me apaixonei pelo futebol na copa de 2002 e por crescer em uma família que só acompanhava Copa do Mundo, precisei começar a frequentar os estádios sozinha, aos 14 anos. A vontade de fazer jornalismo começou aos 12 anos, e nada melhor do que unir duas paixões.