Xerife do Benfica, Rúben Dias completa 23 anos!

- Zagueiro é uma das grandes revelações do futebol português no ciclo Catar-2022
Rúben Dias

Nos últimos anos, através dos gols de Cristiano Ronaldo, a Seleção Portuguesa entrou no mapa dos campeões europeus. No entanto, a geração que conquistou a Eurocopa 2016 começa a ser renovada pelo técnico Fernando Santos. Assim, um dos nomes que desponta nesse cenário veste a camisa 66 do gigante Benfica e completa 23 anos hoje. Nesta quinta-feira (14), a coluna Parabéns ao Craque homenageia Rúben Dias, xerifão da defesa das Águias.

https://www.instagram.com/p/B896njoFKz4/?utm_source=ig_web_copy_link

Rúben Dias nasceu em um 14 de maio como este, em 1997. Desde muito cedo, ainda na infância, teve contato com as divisões de base do Estrela da Amadora, clube de sua cidade natal, atuando pelo sub-11. No entanto, se transferiu, aos 13 anos, para o Benfica, de onde não saiu mais e vem escrevendo uma bonita história com o manto encarnado. Apesar de jovem, já coleciona títulos nacionais pelo clube e pela esquadra das Quinas.

Atualmente, é o jogador mais valioso da Liga NOS, o Campeonato Português, mais até que o lateral brasileiro Alex Telles, cobiçado por grandes clubes europeus. No entanto, o que fez ele ser tão desejado? Com a camisa do Benfica, Rúben Dias já se sagrou campeão nacional por duas vezes nas divisões de acesso ao profissional, em 2012 e 2013. Ainda como juvenil, participou de 60 jogos pela Seleção Portuguesa sub-16 e sub-21. Após 59 jogos pelo Benfica B, aos 20 anos, estreou na equipe principal.

O MANTO ENCARNADO QUE LHE CAIU BEM

Se engana quem pensa que sentiu a pressão de vestir o manto encarnado. Pois, já entrou no time como titular, em 16 de setembro de 2017, no duelo contra o Boavista, no Estádio do Bessa, pela Primeira Liga. A partir de então, o sucesso foi meteórico! Isso porque, com raça, entrega dentro de campo e dono de uma personalidade forte, Rúben Dias foi efetivado entre os profissionais e já como um dos titulares da defesa. Ainda nesse período, foi capitão e um dos líderes técnicos de Portugal na Copa do Mundo sub-20 e eleito o jogador revelação da temporada.

E não só de um bom tempo de bola na recuperação de jogadas e de uma boa marcação se fazem mais zagueiros. Hoje em dia, é exigido boa presença de área. E isso Rúben Dias já mostrou ser capaz. Após uma boa temporada 2017-2018, em que realizou 30 jogos, o defensor também foi destaque com gols, tendo feito quatro tentos. Desde então, já foram mais de 10 vezes em que obrigou o goleiro a buscar a bola no fundo das redes, o famoso zagueiro-artilheiro.

FIGURINHA CARIMBADA NA SELEÇÃO DE FERNANDO SANTOS

Dessa forma, exibições que credenciou-o a ser chamado para a Seleção Portuguesa de Fernando Santos para a disputa da Copa do Mundo da Rússia, em 2018. De lá para cá, sua presença é sempre confirmada a cada convocação lusa para amistosos e competições. Assim, foi com essas atuações que conquistou o título da Liga das Nações 2018/2019, sendo eleito o melhor da final contra a Holanda e incluído entre os melhores da competição. Logo, uma temporada que, além do título com a Seleção Portuguesa, lhe rendeu as primeiras conquistas como profissional: a Primeira Liga e a Supertaça Cândido de Oliveira.

Dessa forma, o zagueiro é considerado um dos expoentes de uma geração que vem se formando e impondo um novo ciclo à Seleção de Portugal no pós-Rússia 2018 e que, juntamente com o meia Bruno Fernandes, do Manchester United, tende a crescer cada vez mais e ameaçar as grandes nações no próximo Campeonato Mundial no Catar, em 2022. Apesar de jovem, já é grande nos corações portugueses que anseiam por um salto maior após o tão esperado título europeu de quatro anos atrás e depositam nele uma das referências para a conquista. Fique certo, você vai ouvir falar muito dele! Parabéns, Rúben Dias!

Foto destaque: Reprodução/Taste of Football

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 462 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

365 Scores

BetWarrior


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados

Topo