Xavi marca, Al-Sadd vence e lidera Grupo D da Champions Ásia | Futebol na Veia

Xavi marca, Al-Sadd vence e lidera Grupo D da Champions Ásia

Qatarianos venceram o invicto Pakhtakor, enquanto os sauditas do Al-Ahli também saíram vitoriosos como mandantes ao bateram os iranianos finalistas da edição passada, Persepolis

Pela abertura da 4ª rodada da Liga dos Campeões da Ásia, dois jogos aconteceram pelo Grupo D da competição. Os qatarianos do Al-Sadd receberam os uzbeques do Pakhtakor e venceram por 2 x 1. Os mandantes também saíram vitoriosos no outro embate e pelo mesmo placar. O atual finalista da edição de 2018, Persepolis, do Irã, não foi páreo para os sauditas do Al-Ahli.

Champions Ásia – 4ª rodada

Al-Ahli 2 x 1 Persepolis

Jogando em casa, os sauditas tomaram a iniciativa dos ataques. Porém, a primeira chance só foi sair aos 15 minutos. Omar Al Somah arriscou de muito longe para a fácil defesa de Alireza Beiranvand. Os anfitriões voltaram a levar perigo aos 29′. O atacante Abdulrahman Ghareeb partiu em velocidade para cima da zaga, driblou Hosseini e, quando ficou frente a frente com o goleiro Beiranvand, o fintou e foi derrubado: pênalti. Al Somah cobrou alto, no canto direito do goleiro, que acertou o lado, mas não buscou a bola.

No complemento o Al-Ahli seguiu na pressão. Teve uma chance travada pela zaga logo aos 46′, numa tentativa de Somah. Ali Alipour respondeu na primeira chance do Persepolis, aos 52′. Foi um chute de dentro da área, pela esquerda, mas sem força. Entretanto, obrigou o arqueiro Mohammed Al-Owais a mandar a bola para o escanteio. Os visitantes passaram a ter mais posse de bola e arriscar mais, porém sem pontaria. Num total foram 10 x 17 em chutes a gol e 5 x 4 no alvo.

Aos 73′ saiu uma das melhores defesas do jogo. O meia Siamak Nemati chutou de fora da área, com o ângulo como destino, mas Al-Owais fez linda defesa e evitou o empate. Faltando sete para o fim, Al Somah mostrou sua categoria em cobrança de falta da entrada da área e ampliou a vantagem dos locais. Contudo, também em cobrança de falta, Soroush Rafiei alçou a bola na área e o zagueiro Shojae Khalilzadeh, de cabeça, diminuiu para os visitantes aos 93′, fechando o placar.

Al-Sadd 2 x 1 Pakhtakor

O também mandantes Al-Sadd, saiu vitorioso do Jassim Bin Hamad. Os qatarianos começaram para frente com um gol logo aos nove minutos. Ainda mostrando um futebol de bom nível, talvez para o campeonato, o lendário espanhol Xavi Hernández segue sendo um dos principais destaques desta Champions e guardou mais um gol nesta partida. Este de falta, pela esquerda, quase na ponta da área. O chutaço do capitão foi direto para o ângulo. Com o duelo parelho, os então invictos, Pakhtakor, empataram a partidas aos 29′. Após cobrança de escanteio de Khamdamov, Azamov desviou de cabeça do primeiro para o segundo pau, onde estava o zagueiro Egor Krimets, que cabeceou e abriu igualou tudo.

Já na etapa final, a paridade permaneceu. A primeira oportunidade de marcar foi do time local. Aos 49′, Baghdad Bounedjah recebeu cruzamento da direita e tocou rente à trave direita do goleia, passando muito perto. Quatro minutos depois e o camisa 11, de novo, tentou definir sozinho. Gingou de um lado para o outro dentro da área, em busca de espaço, mas chutou para fora. Os uzbeques tentaram virar em uma cobrança de falta, mas a bola passou por cima do arco, sem perigo. Então, aos 87′, numa saída de bola errada do defensor Sherzod Azamov, Bounedjah roubou a bola, que sobrou nos pés de Xavi. O espanhol devolveu em rápido passe e o argelino fez o gol da vitória.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1071 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


 

365 Scores

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo