Wigan manda citizens para casa e zebras conseguem replays na FA Cup

- Além do líder da Premier League, Tottenham e Swansea ainda não carimbaram a ida às quartas-de-final

Conhecido por suas surpresas, a Copa Inglesa mais uma vez não decepcionou aquele que torce pelos times de menor expressão. Afinal, teve time da terceira divisão eliminando o líder da Premier League, e outros representantes da elite do futebol inglês passando sufoco para os azarões. Confira o resumo das partidas das oitavas-de-final:

FA CUP – OITAVAS-DE-FINAL

16/02 – SEXTA-FEIRA

Leicester 1 x 0 Sheffield United

Os Foxes seguem firmes na disputa pelo título. Em um jogo movimentado contra o Sheffield, quem fez a alegria dos donos da casa foi uma dupla já bem conhecida: Mahrez e Vardy. Ambos tiveram grande participação no título da temporada passada e agora, juntos mais uma vez dentro de campo, decidiram novamente. Aos 21 minutos da etapa complementar, o argelino fez um ótimo cruzamento do lado direito do campo e encontrou o inglês livre na segunda trave. O camisa 9 do Leicester encobriu o goleiro Jamal Blackman, que nada pôde fazer. Apesar de estar na segunda divisão inglesa, os Blades desempenharam um bom papel e ameaçaram várias vezes a meta adversária, mas Kasper Schmeichel estava em um bom dia. Nas quartas-de-final, o atual campeão da Premier League enfrentará o Chelsea, campeão da temporada retrasada. O jogo será no dia 17 de março, às 12h.

Chelsea 4 x 0 Hull City

Foto: thefa.com

Os Blues foram responsáveis pela goleada da rodada – para alegria e alívio de seu treinador. Contra um frágil Hull City, os donos da casa não tiveram dificuldades para fazer seus quatro gols ainda na primeira etapa. O primeiro deles foi um golaço de Willian. O brasileiro bateu colocado da entrada da área para abrir o placar, aos 2 minutos de jogo. Pedro ampliou aos 27, após sair sozinho na cara do goleiro e finalizar com calma. Cinco minutos depois, Willian mais uma vez colocou com maestria a bola no canto esquerdo de Davis Marshall e fez mais um. Aos 42 da etapa inicial, Giroud fez aquele que seria o último tento da partida após bela jogada de Emerson pela esquerda.

Na segunda metade, os Tigers bem que melhoraram, mas os donos da casa tiraram o pé, também. O árbitro ainda marcou pênalti para os visitantes depois do intervalo, mas o experiente Caballero, que começou de titular, defendeu o chute de David Meyler. Os Blues tiveram chance de aumentar a conta, mas a partida ficou por isso mesmo. Com o resultado, o Chelsea chega forte para enfrentar o Leicester na próxima rodada. O duelo reunirá os dois últimos campeões da Premier League.

17/02 – SÁBADO

Sheffield Wednesday 0 x 0 Swansea

De olho na Premier League, o Swansea foi com um time mesclado enfrentar o Sheffield Wednesday e acabou por não conseguir tirar o zero do placar. Pior: os donos da casa tiveram melhores chances, principalmente na segunda etapa, quando o português Lucas João quase fez de calcanhar após boa jogada coletiva. Os galeses bem que criaram boas oportunidades, mas pararam na boa atuação de Cameron Dawson. Com o empate, fez-se necessária mais uma disputa para definir quem vai para as quartas-de-final. Questionado, Carlos Carvalhal, técnico dos Swans, disse que preferiria que a partida fosse aos pênaltis e acredita que o treinador adversário também faria a mesma escolha caso fosse perguntado. O fato é que um novo duelo está marcado para o próximo dia 27, terça-feira, a partir das 16h45.

West Bromwich 1 x 2 Southampton

Os Baggies ficam cada vez mais sem muitas esperanças na temporada. Com a lanterna da Premier League na mão e em uma sequência de três derrotas consecutivas na competição, restava ao West Brom a FA Cup. Restava, pois o Southampton tratou de colocar ponto final na campanha dos donos da casa. Primeiro, em uma falha grave da defesa, Wesley Hoedt apareceu sozinho na entrada da pequena área para completar o escanteio e empurrar a bola para o fundo das redes, aos 11 minutos da etapa inicial.

Já no segundo tempo, foi a vez de Dusan Tadic ampliar o placar, tocando com categoria para encobrir o goleiro adversário, também aos 11 minutos. Salomón Rondón, dois minutos depois, até animou a torcida. Após um ótimo lançamento de Grzegorz Krychowiak, o venezuelano bateu de primeira, sem deixar a bola cair, e fez um golaço. A pintura não foi o suficiente para acender o time em campo e partida terminou assim. O Southampton aguarda agora o replay entre Swansea e Sheffield Wednesday para saber o adversário das quartas-de-final.

Brighton 3 x 1 Coventry City

E o último representante da quarta divisão inglesa deu adeus à competição. O Coventry City não foi páreo para o Brighton e perdeu por 3 a 1 para os Seagulls. Quem começou os trabalhos foi Locadia. Aos 15 minutos do primeiro tempo, o holandês aproveitou um cruzamento rasteiro da direita e bateu de primeira dentro da área. Lee Burge só olhou a bola balançar as redes. Ainda na etapa inicial, aos 34 minutos, Connor Goldson cabeceou bonito para ampliar o placar para os mandantes.

Depois do intervalo, o Brighton achou mais um gol. Leonardo Ulloa cabeceou ainda mais bonito que o companheiro, autor do segundo gol, e sacramentou a derrota do Coventry. Os visitantes bem que quiseram colocar lenha no jogo, mas quando Jonson Clarke-Harris aproveitou a bola ajeitada e bateu bem para diminuir o placar, já era tarde. Agora, um desafio maior: os Seagulls terão pela frente o Manchester United nas quartas-de-final.

Huddersfield 0 x 2 Manchester United

Foto: thefa.com

Em uma das partidas que reuniu dois times da Premier League, deu a lógica. Os Red Devils venceram por 2 a 0, mas o placar não reflete muito a partida. Não que os visitantes tenham sofrido muito, mas foi o Huddersfield que tomou mais a iniciativa. Provavelmente, o gol de Lukaku, aos 3 minutos da etapa inicial, tenha contribuído. Após tabelar com Mata, o belga disparou, invadiu a área, limpou a marcação e abriu o placar. Depois disso, o Manchester United diminuiu o ritmo e foram os donos da casa que atacaram de todas as formas possíveis: pela direita, pela esquerda, de longe… Nada muito efetivo. Os visitantes ainda tiveram um gol feito por Mata anulado pelo árbitro de vídeo. A imagem usada pela equipe de arbitragem gerou certa polêmica pelo posicionamento das linhas de impedimento, mas no final, o gol foi em anulado.

Após o intervalo, parecia que os Terriers continuariam em cima, mas o 21º gol de Lukaku na temporada foi um balde de água fria. Dessa vez, tabelando com Alexis Sánchez, o camisa 9 mais uma vez disparou e chutou consciente para ampliar. Com dois gols, restou aos Red Devils aguardar o apito final e confirmar a ida para as quartas-de-final. Na próxima fase, o adversário será o Brighton, 14º da primeira divisão inglesa atualmente.

18/02 – DOMINGO

Rochdale 2 x 2 Tottenham

Foto: thefa.com

Quem esperava uma vitória tranquila dos Spurs, surpreendeu-se com a disposição do time mandante. O Rochdale, último colocado da League One – terceira divisão inglesa –, deu trabalho para o time de Mauricio Pochettino e conseguiu arrancar um empate no último minuto. O Dale, inclusive, saiu na frente aos 45 minutos do primeiro tempo. Em um bom contra-ataque, Ian Henderson se deslocou bem e apareceu livre dentro da área para fazer o primeiro. O Tottenham testava Lucas Moura como titular pela primeira vez, e o brasileiro fez a parte dele. Foi ele quem iniciou a jogada que culminou no primeiro gol dele com a camisa do time inglês. Após receber livre na área, o camisa 27 teve calma para tirar de Josh Lillis e colocar a bola no fundo do gol, logo aos 14 da etapa complementar.

O jogo se encaminhava para o 1 a 1, mas o árbitro Robert Madley marcou pênalti para os visitantes quando Dele Alli caiu dentro da grande área. Harry Kane foi para a cobrança e virou a partida aos 43 minutos. Muita comemoração dos jogadores do Spurs dentro de campo com a vaga para as quartas-de-final tão próxima, mas ninguém esperava o desfecho emocionante. O cronômetro já marcava 48 minutos rodados quando Steve Davies recebeu na área e bateu forte, rasteiro. Michel Vorm até tentou voar na bola, mas não tinha como. Era o empate do Rochdale e o êxtase na arquibancada.

O empate permitiu ao Dale ir até Wembley para um jogo de volta contra a equipe de Londres. A partida está marcada para o dia 28, quarta-feira, às 17h05. A equipe de Pochettino, claro, é favorita – mas também era já nessa primeira partida.

19/02 – SEGUNDA-FEIRA

Wigan 1 x 0 Manchester City

Foto: thefa.com

O Wigan está impossível! O carrasco dos times da Premier League conseguiu um feito que somente Liverpool e Shaktar Donetsk repetiram nessa temporada em jogos oficias: derrotar o Manchester City. O placar foi o mesmo da final de 2013 da FA Cup, quando as duas equipes estiveram frente a frente. O público de 19.242 pessoas fez um ambiente incrível e jogou com a equipe durante os 90 minutos, o que certamente fez diferença. Recuados, os donos da casa dificultaram a criação de jogadas dos Citizens, que tiveram sua melhor chance no último ataque do primeiro tempo. Agüero conseguiu escapar da marcação, invadiu a área e chutou forte. Christian Walton negou o gol ao argentino e espalmou para o escanteio. Na cobrança, o jogo ganhou contornos mais interessantes. Depois da zaga afastar de cabeça, Fabian Delph chegou forte para evitar o contra-ataque dos Latics, mas exagerou na intensidade. O árbitro Anthony Taylor não teve dúvidas e expulsou o inglês. O lance gerou discussão entre Pep Guardiola, técnico do City, e Paul Cook, técnico do Wigan.

Na segunda etapa, mesmo com um a menos, o City pressionou. As jogadas de linha de fundo eram as mais usadas, mas faltava alguém para empurrar a bola pro gol. E como o futebol é implacável, o que parecia impossível aconteceu. Em uma besteira de Kyle Walker, William Grigg saiu em disparada na direção do gol e finalizou no canto esquerdo de Claudio Bravo, mesmo caindo. Alegria geral dentro e fora de campo após o sétimo gol do norte-irlandês na competição em sete partidas disputadas. O Wigan, mais uma vez, bate o City pela FA Cup e avança para as quartas-de-final da competição. O adversário sairá do confronto entre Tottenham e Rochdale. A parte triste: ao final do duelo, a torcida dos Latics invadiu o gramado e Sergio Agüero se estranhou com um dos torcedores, tendo que ser contigo para não partir para a briga. As imagens deverão ser analisadas pela Football Association e poderá gerar punição ao argentino.

Confrontos definidos das quartas-de-final da FA Cup:

Dia 17/03, às 12h:

Leicester x Chelsea
Manchester United x Brighton
Wigan x Southampton

Replays das oitavas-de-final:

Dia 27/02, às 16h45:

Swansea x Sheffield Wednesday

Dia 28/02, às 17h05:

Tottenham x Rochdale

Os vencedores das duas partidas de volta se enfrentarão na próxima fase.

Guilherme Guidetti

Sobre Guilherme Guidetti

Guilherme Guidetti já escreveu 57 posts nesse site..

Guilherme Guidetti, paulista, nascido em São Caetano do Sul no dia 17 de fevereiro de 1994, mas residente de Santo André desde os primeiros dias de vida. A paixão por futebol vem da família, enquanto o gosto por escrever foi herdado do pai, caminhoneiro. Habilidoso com a canhota – exclusivamente segura a caneta na mão –, realiza diariamente o sonho de ficar perto do esporte através do jornalismo. De apresentador de programa de rádio a assessor de imprensa, sua ainda curta carreira na profissão já foi o suficiente para saber que faz aquilo que mais ama – e o faz com a mesma paixão com que joga bola com os amigos.

365 Scores

BetWarrior


Guilherme Guidetti
Guilherme Guidetti
Guilherme Guidetti, paulista, nascido em São Caetano do Sul no dia 17 de fevereiro de 1994, mas residente de Santo André desde os primeiros dias de vida. A paixão por futebol vem da família, enquanto o gosto por escrever foi herdado do pai, caminhoneiro. Habilidoso com a canhota – exclusivamente segura a caneta na mão –, realiza diariamente o sonho de ficar perto do esporte através do jornalismo. De apresentador de programa de rádio a assessor de imprensa, sua ainda curta carreira na profissão já foi o suficiente para saber que faz aquilo que mais ama – e o faz com a mesma paixão com que joga bola com os amigos.

Artigos Relacionados

Topo