Virada, racismo e empate no domingo italiano

Udinese melhora sua situação e Lecce se abraça com Sassuolo
Domingo de italiano com racismo com Balotteli e vitória da Udinese

Neste domingo (03), fim da manhã, às 11h (horário de Brasília), três jogos movimentaram muito bem a décima primeira rodada da Série A TIM 2019/20. A Udinese, sem técnico, virou sobre o Genoa, no Luigi Ferraris. Enquanto o Hellas Verona ganhou com segurança do Brescia, apesar disso, tivemos muitos insultos racistas a Balotelli. Lecce e Sassuolo fizeram partida equilibrada que não ajudou ninguém na tabela do italiano.

Série A TIM 2019/20 – 11° Rodada

Genoa 1 x 3 Udinese

Os donos da casa tinha como papel ir para cima e foram com muita sabedoria. Assim, aos 11′ o prêmio veio bonito. Kouamé e Pandev tabelaram para que o Macedônio desse um belo tapa, sem chance ao goleiro. Após o sufoco inicial, foi a vez do time de Udine vir para cima. Logo aos 25′ Rodrigo De Paul teve espaço para dar forte chute no ângulo e empatar o jogo. Okaka e o argentino eram as principais vias de ataque e com assistências deles, Nestordovisk e Mandragora perderam as chances de virar em 45′.

Falando em hermano, outro brilhou duas vezes para ajudar a equipe. Musso salvou dois chutes de Kouamé antes do 60′. O primeiro, uma pancada que se jogou na bola com o peito para defender e outra bloqueando o drible do africano, minutos depois. Aos 72′ Nestordovisk deu lugar a Lasagna e a blitz começou. Os prêmios vieram nos minutos finais.

Nuytinck chutou de longe, após desvios Okaka parou a bola e rolou para Sema finalizar na buchecha da rede, virando o jogo. Enquanto, os rossoblu iam para cima, sofreram com um contra ataque aos 93′. Após um lançamento, Teodoryczk ganhou no alto, Lasagna pegou na frente, deu um chapéu em Barreca e tirou de Radu para matar o jogo.

Foto destacada: USUDINESE/Reprodução.

Hellas Verona 2 x 1 Brescia

A trave sofreu com os leonessa. Primeiro Bisoli cabeceou com estilo no travessão. Minutos depois foi a vez de Mario Balotelli cobrar falta com muita força e fazer o poste tremer, tanto que Cistona se assustou com o rebote que teve sem querer e isolou. No fim da primeira etapa, os mandantes mostraram que estavam vivos com belo chute de Salcedo que obrigou Joronen espalmar para fora.

Antes de falar da segunda etapa, pausa para lembrar que o jovem Eddie Salcedo é italiano, com ascendência colombiana e negro, nunca sofreu racismo de seus torcedores. Aliás, seu gol aos 50′ foi o mais comemorado pela torcida. Enquanto, Mário também é negro, italiano, de pais africanos e sofreu com vários cânticos durante a partida. Aos 65′ ele se irritou tanto que após perder a bola, chutou a mesma na torcida e começou a brigar, o jogo só foi retornado, depois dele se acalmar e os gritos também.

Minutos depois, cobrou uma falta forte que Silvestri não defendeu, no entanto, a zaga afastou a tempo. Porém, aos 80′ Mateju e Romulo bateram cabeça, Lazovic aproveitou para cruzar a Pessina chutar rasteiro, ampliando a vantagem. Dessa forma, quando se achava que Super Mário não poderia ser mais personagem. Curcio rolou para o centroavante chutar no ângulo, sem chances ao goleiro. Então, dando números finais a partida.

Lecce 2 x 2 Sassuolo

O confronto foi das equipes listradas. Os visitantes com suas listras horizontais e os mandantes com verticais. Ambas horrorosas para visão de muitos (e olha que o Sassuolo tem fama de ter uniformes bonitos). Agora, voltando ao campo, faz gol quem domina melhor. Traoré errou o domínio aos 13′ perdeu o controle e gol. Já aos 18′ Lapadula fez a bola dormir nos seus pés para chutar forte, abrindo o placar. Ainda na primeira etapa, Locatelli lançou Toljan que infiltrou para dar por baixo das pernas do goleiro e empatar o jogo. Aos 42′ veio a cereja do bolo. Falco bateu falta magistral no ângulo.

Dessa forma, os neroverdi tinham de ir para cima. E Boga era a principal via. No entanto, o gol saiu do outro lado. Defrel caiu pela esquerda, cruzou a defesa afastou e de contrato renovado, o italiano  Berardi chegou de trás para marcar seu sétimo gol na temporada.

Guilherme Ribeiro

Sobre Guilherme Ribeiro

Guilherme Ribeiro já escreveu 283 posts nesse site..

Sou Guilherme Ribeiro, 20, paulista da região do ABC. Ler e escrever é um hobby, para o esporte que é a minha paixão.


 

Rivalo Apostas Esportivas
Guilherme Ribeiro
Guilherme Ribeiro
Sou Guilherme Ribeiro, 20, paulista da região do ABC. Ler e escrever é um hobby, para o esporte que é a minha paixão.

Artigos Relacionados

Topo