Vira, vira, virou! Galo forte e vingador na Libertadores

- Atlético-MG sobre na primeira etapa, mas reage na segunda e vence o Zamora no Mineirão

Na noite desta quarta-feira (3), o Atlético-MG entrou em campo para enfrentar o Zamora da Venezuela pela 3ª rodada da Copa Libertadores. A situação das duas equipes na competição não era nada agradável, em dois jogos ambos times perderam as duas, por isso o confronto de hoje era importante demais para os planos futuros das equipes. O jogo foi muito bom e o Galo conseguiu uma virada épica, após sair perdendo por 2 x 0 e segue muito vivo luta pela classificação.

1º TEMPO

O Galo começou o jogo com tudo, foram quatro chegadas ao gol de Graterol em menos de 15 minutos de jogo, a mais perigosa foi aos 15′ com Luan, após falha em recuo de bola com o peito de Ignacio González, o “menino maluquinho” se antecipou e de cabeça na pequena área cabeceou na trave. No minuto seguinte o Zamora chegou pela primeira vez ao gol de Victor e foi justamente onde abriram o placar. Maza fez bela jogada pela esquerda e cruzou na cabeça de Gallardo, que só escorou para abrir o marcador em pleno Mineirão.

Aos 34 minutos o Atlético chegou com perigo. Elias recebeu na área e escorou para Ricardo Oliveira, que de frente para o gol manda a bola por cima, quase tirando o grito de gol da torcida. Aos 47 minutos veio o segundo gol dos visitantes, após falha do Galo que parou pedindo impedimento,  Óscar Hernández  aproveitou e avançou livre, ao entrar na área o camisa 23 tocou para Paiva que acompanhava a jogada livre no meio e só teve o trabalho de empurrar para o gol livre. O árbitro terminou o primeiro tempo na sequência.

Com o resultado negativo no placar, alguns torcedores do Atlético-MG começaram a deixar o estádio do Mineirão e foram embora, inconformados com a atuação do clube na primeira etapa.

https://twitter.com/ZamoraFutbolC/status/1113580084240289793

2º TEMPO

Logo aos 47 minutos Paiva recebeu passe em profundidade, o camisa 9 driblou Victor, mas perde o ângulo e mesmo assim arriscou, a bola pegou na rede pelo lado de fora do gol, assustando a massa atleticana presente no estádio. Três minutos depois, Luan recebeu pela direita uma bola rasteira, o camisa 5 cruzou na área mesmo desequilibrado, mas conseguiu colocar a bola na cabeça de Maicom Bolt que testou firme, dando início há reação da equipe da casa.

Aos 60 minutos, José Welison recebeu na intermediária, o volante resolveu arriscar o chute e a bola explode na trave e volta, na sequência da jogada a defesa venezuelana conseguiu afastar o perigo. Aos 71 minutos, Ricardo Oliveira recebeu na área, cortou a marcação e chutou, a bola desviou em Vinícius foi parar no fundo das redes, na súmula, o arbitro deu o gol para o camisa 18.

Oito minutos depois, Bolt encontra Ricardo Oliveira que tenta um toque para se livrar de  De La Hoz, porém o defensor do Zamora tirou com a mão e rapidamente o juiz assinalou pênalti. Fabio Santos foi o encarregado pela cobrança e o lateral bateu firme e rasteiro no canto direito, virando o jogo, garantindo os três pontos e dando sobrevida ao Atlético-MG na Libertadores.

https://twitter.com/Atletico/status/1113593938466754560

E AGORA?

O resultado colocou o Atlético-MG na 3ª colocação do grupo E com três pontos, porém a situação do clube ainda é delicada, a equipe precisa de bons resultados nos próximos três jogos da competição. Já o Zamora caiu para a lanterna com nenhum ponto, e tendo chances remotas de classificação. Na 4ª rodada, os brasileiros viajam até o Paraguai, para enfrentar o Cerro Porteño, dia (10), às 19h15 (horário de Brasília). Já o Zamora vai até o Uruguai pegar o Nacional,  no mesmo dia e horário.

MELHORES MOMENTOS

 

 

 

Raphael Almeida

Sobre Raphael Almeida

Raphael Almeida já escreveu 384 posts nesse site..

Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

365 Scores

BetWarrior


Raphael Almeida
Raphael Almeida
Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

Artigos Relacionados

Topo