Veteranos da disputa da Libertadores da América

- Citamos alguns atletas com rodagem pelo futebol e que desfiarão nos gramados da América

Garra, luta e, acima de tudo, superação, esse são alguns adjetivos que fazem parte de uma competição tão intensa como a Libertadores da América. Além disso, a experiência também é algo fundamental. Se olharmos os times, eles contarão com um ou mais em seu elenco. Na atual temporada, teremos vários veteranos atuando, o que não é novidade: Lucho, Andrés D'Alessandro, Rafinha, Daniel Alves, Roque Santa Cruz, entre outros. Dessa forma, listamos apenas alguns que já estão de passaporte rumo a conquista da América.

Daniel Alves (São Paulo)

O maior vencedor do futebol, Daniel Alves, tenta entrar agora em um seleto grupos dos que conquistaram a Champions e a Copa Libertadores. Dessa forma, o atleta participa de sua primeira competição. Além disso, é a principal referência, tanto técnica quanto na experiência. Sendo assim, o mesmo será muito útil para tentar tirar o Tricolor da fila que perdura desde 2012.

Roque Santa Cruz (Olímpia)

Roque Santa Cruz, um dos personagens mais longínquos do futebol sul-americano, quer pôr mais um capítulo na sua história tão respeitada. Contudo, o atacante já foi campeão do torneio. Dessa forma, levantou a taça com o Olímpia, quando ainda era um garoto. Agora mais velho e com mais experiências, o jogador busca repetir o feito com seu time de origem.

Lucas Barrios (Gimnasia y Esgrima La Plata)

Campeão da Libertadores em 2017, em sua passagem pelo Grêmio, Lucas Barrios é outros daqueles que já rodou por várias equipes. No entanto, por onde passa deixa sua marca de artilheiro. Dessa maneira, essa temporada jogará pelo Club de Gimnasia y Esgrima La Plata. O atacante, que veste a camisa 18, tentará surpreender com a equipe da Argentina.

Andrés D'Alessandro (Internacional)

Raça, garra e técnica são três elementos fundamentais para a disputa da competição e não tem como citá-los e não lembrarmos de Andrés D'Alessandro, ídolo colorado. O jogador é a figura que representa bastante o estilo do torneio. Campeão da Libertadores com o Inter em 2010, o atleta busca seu segundo título e consequentemente o tricampeonato da equipe gaúcha.

Fabrício Coloccini (San Lorenzo)

Após retornar em 2016 para o seu time de coração, o San Lorenzo, Fabricio Coloccini é sinônimo de entrega. Além disso, o jogador sempre faz questão de demonstrar a sua dedicação dentro de campo. Dessa forma, é um dos líderes dentro Ciclón. Com isso, o atleta quer e tentará ajudar com a sua experiência, para tentar chegar ao segundo título na competição.

Rafinha (Flamengo)

Na seleta lista de campeões da Champions e da Libertadores, encontra se Rafinha. O lateral que ganhou na primeira que disputou. Além disso, o Flamengo chega como um dos favoritos novamente pelo alto investimento. Além disso, o clube contará com a experiência do atleta que está habituado a grandes conquistas e espera repetir o feito de 2019.

View this post on Instagram

Obrigado meu Deus…!!! Eh Campeãoooooo 🔴⚫️🏆

A post shared by RAFINHA (@r_13official) on

Foto destaque: Reprodução/Metrópoles

Gilvan Junior

Sobre Gilvan Junior

Gilvan Junior já escreveu 214 posts nesse site..

Gilvan Junior, 20 anos, natural de Feira de Santana, estudante de jornalismo pela FAT. Desde pequeno, meu principal assunto era o esporte. Sempre acompanhado programas, sites, etc. Decidir, partir pra área que me dará a oportunidade de viver daquilo que mais amo. O futebol.

365 Scores

BetWarrior


Gilvan Junior
Gilvan Junior
Gilvan Junior, 20 anos, natural de Feira de Santana, estudante de jornalismo pela FAT. Desde pequeno, meu principal assunto era o esporte. Sempre acompanhado programas, sites, etc. Decidir, partir pra área que me dará a oportunidade de viver daquilo que mais amo. O futebol.

Artigos Relacionados

Topo