Vélez Sarsfield volta a vencer pela Superliga Argentina

- Com golaço de Almada, time entra no G-4 da Libertadores e consolida a reação diante do Independiente.
Vélez Sarsfield

Neste domingo (6), Vélez Sarsfield e Independiente jogaram no estádio José Amalfitani pela 9ª rodada da Superliga Argentina. Sendo assim, em uma partida marcada pela alta intensidade das equipes, o time da casa saiu vencedor com um gol em cada tempo. Os tentos foram marcados por Maximiliano Romero e Thiago Almada. Com o resultado de 2 x 0, El Fortín se reabilitou na competição e segue invicto em seus domínios. Enquanto que o Diablo Rojo volta a perder após três jogos.

1º TEMPO

Com uma postura propositiva e de muita intensidade, as equipes buscaram o gol na etapa inicial. Assim, estudando o adversário, alçavam bolas na área, mas não encontravam quem arrematasse. Aos 13’, a primeira jogada de perigo do Independiente foi com Bustos. Ele cruzou na área para a fácil defesa de Hoyos. Em seguida, após cobrança de escanteio, a bola se apresentou para Palacios, que tentou uma bicicleta, mas não alcançou a redonda. Assim, a resposta do Vélez Sarsfield veio em uma falta cobrada, que Giménez cabeceou e mandou para fora.

Dessa forma, aos 27’, após roubada de bola no meio campo, Janson fez jogada pela esquerda e tocou para o meio. Robertone chutou, a bola bateu no peito do zagueiro Franco e sobrou para Maximiliano Romero mandar para as redes do Independiente. Após, o Rei de Copas seguiu buscando o empate. Mas com pouca profundidade, não criava chances claras e dependia de jogadas individuais de Palacios. Em uma delas, ele recebeu na entrada da área e chutou cruzado, a bola passou a esquerda do gol. Na reta final, o Vélez quase ampliou, mas o arremate foi bloqueado pela zaga.

2º TEMPO

Se os dados apontavam para uma queda de rendimento do Vélez Sarsfield nas etapas finais, não foi o que se viu hoje. Dessa forma, os primeiros minutos foram de predomínio do time da casa, com infiltrações e domínio territorial. Após os 10’, o Independiente começou a voltar para o jogo. Aos 16’, bola longa lançada, Giménez desviou e Pablo Pérez chutou, na entrada da área. Hoyos saiu para evitar o empate. Na sobra, o novo arremate do camisa 8 foi travado pela zaga. Com isso, o jogo ficou franco e movimentado, com os times errando muitos passes que permitiam contra-ataques.

Sendo assim, aos 30’, Maximiliano Romero recebeu passe na intermediária e tocou para Almada. Pela esquerda, ele cortou para a direita e chutou cruzado,colocado, no canto de Campaña para ampliar o marcador. Após, a partida seguiu movimentada com boas chances para ambos os clubes. Já na reta final, em escanteio, Pérez cabeceou e quase diminuiu para os visitantes, exigindo uma boa intervenção de Hoyos. Em seguida, pela esquerda, Palacios escorou para Chavez que chegou batendo no primeiro poste e Hoyos defendeu. O placar final de 2 x 0 fez jus ao bom jogo do Vélez.

E AGORA?

Sendo assim, com o triunfo, o Vélez Sarsfield entra, momentaneamente, no G4 da Libertadores, na 3ª posição, com 16 pontos. Enquanto que o Independiente caiu para a 12ª colocação, com 13 pontos. Entretanto, com o complemento da rodada, as posições ainda podem se alterar. Na próxima jornada, El Fortín visita o Rosário Central, no domingo (20), às 17h45 (horário de Brasília). Já o Rojo recebe o Argentinos Juniors, na segunda (21), às 21h10 (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 347 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

365 Scores

BetWarrior


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados

Topo