Vasco e Avaí empatam e permanecem sem vencer no Brasileirão

Na estreia de Luxemburgo, time carioca deixa vitória escapar no último minuto de jogo e empata por 1 x 1
Vasco e Avaí empatam e permanecem sem vencer no Brasileirão

Nem Vasco e nem Avaí puderam comemorar a primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Embora tenha saído na frente, o clube carioca cedeu o empate no fim e perdeu a oportunidade de escapar da lanterna da competição. Por sua vez, o Leão não vive bom momento, mas a igualdade no marcador virou um grande resultado dada as circunstâncias do fim do jogo. O confronto aconteceu na noite do último domingo (19), no São Januário.

1º tempo

Durante a primeira etapa, o cruz-maltino controlou o ritmo de jogo com maior posse de bola. Em contrapartida, os catarinenses eram mais efetivos e chegavam com perigo, obrigando Sidão a fazer no mínimo três defesas difíceis. A posse de bola vascaína chegou a ser de 64% em determinado momento, mas o time sofria com a falta de criação. Principal responsável em armar as jogadas de perigo, Bruno César pouco contribuía nas ações ofensivas.

O treinador do Leão, Geninho, reclamou da arbitragem, após a não marcação de pênaltis em dois lances: um envolvendo o zagueiro Werley e outro o defensor Ricardo. Todos passíveis de interpretação. O primeiro tempo teve cinco chances reais de gol e todas elas foram do lado dos visitantes. O time do estreante Luxemburgo deixou o gramado diante de vaias da torcida vascaína.

2º tempo

Tempo novo, mas escalações antigas. Nenhum treinador ousou em mudar para o segundo tempo. A arquitetura do jogo continuava a mesma, e Sidão permanecia salvando a meta cruz-maltina. Aos 4′, após cobrança de falta de Matheus Barbosa, o goleiro fez outra grande defesa.

Os passes errados do Vasco chamavam atenção e acabavam com a paciência do treinador. Tanto é que, aos 10′, Luxa trocou duas peças de uma vez: sacou Andrey para entrada de Filipe Bastos e trocou Marrony por Valdívia. A primeiro momento, as mudanças não surtiram efeito. Seis minutos depois, Luxemburgo queimou sua última substituição, colocando o atacante Jairinho e tirando Bruno César, que saiu muito vaiado de campo.

A partida continuava com o mesmo ritmo até aos 36′, quando, após cobrança de escanteio, a bola ficou viva dentro da área e Rossi achou a cabeça de Ricardo, que finalizou no canto direito, sem chances para Vladimir. O Vasco acordou depois de abrir o placar. A equipe teve chance real de ampliar o resultado, mas, Filipe Bastos perdeu um gol praticamente debaixo da trave.

O castigo veio logo em seguida. Aos 49′, os catarinenses chegaram pela esquerda com o meia Luan Pereira. Após cruzamento, Daniel Amorim cabeceou e dessa vez não deu para o Sidão ir buscar. O empate no fim selou mais um jogo sem vitória de ambas as equipes e, de quebra, uma vaia unânime da torcida vascaína aos jogadores.

E agora?

Na próxima rodada, portanto, o Vasco visitará o Fortaleza. A partida acontecerá no próximo domingo, às 19h (horário de Brasília). Após o empate heroico, o Leão volta para Santa Catarina. Lá, recebe o Ceará, confronto que vai acontecer no dia 27, às 20h.

Sergio Vitor

Sobre Sergio Vitor

Sergio Vitor já escreveu 139 posts nesse site..

Jornalista com 22 anos de idade, atua, há três, como repórter, redator e social media para uma revista especializada do setor de seguros, economia e negócios. Em 2016, ainda na graduação, começou a dedicar seu tempo escrevendo matérias no Futebol na Veia. Atualmente, é responsável pela análise de SEO do FNV, além de participar de programas esportivos na rádio, todos alinhados ao site.


 

365 Scores

 

Sergio Vitor
Sergio Vitor
Jornalista com 22 anos de idade, atua, há três, como repórter, redator e social media para uma revista especializada do setor de seguros, economia e negócios. Em 2016, ainda na graduação, começou a dedicar seu tempo escrevendo matérias no Futebol na Veia. Atualmente, é responsável pela análise de SEO do FNV, além de participar de programas esportivos na rádio, todos alinhados ao site.

Artigos Relacionados

Topo