UTC e Cerro empatam, enquanto Independiente goleia Binacional na Sul-Americana

Um peruanos saiu de campo satisfeito em partes pelo empate, já o peruano visitante foi massacrado em sua estreia em competições internacionais

Nesta quarta-feira (3), em duelo válido pela 1ª fase da Copa Sul-Americana 2019, dois jogos aconteceram. Dois peruanos entraram em campo e nenhum saiu vitorioso. A UTC arrancou o empate dos uruguaios do Cerro, enquanto o Binacional foi goleado fora de casa para o gigante argentino Independiente.

Copa Sul-Americana 2019 – 1ª fase

UTC 1 x 1 Cerro

UTC não aproveitou o fator casa para conseguir os três pontos contra o Cerro. Os cajamarquinos não passaram de um empate de 1 x 1 e ainda indo buscar o tento de igualdade. O resultado ficou visto como ruim, com os peruanos pensando que a classificação no Uruguai será um milagre. Rodrigo Izquierdo abriu o placar para os uruguaios em cobrança de falta aos 37’. Porém, nem deu tempo de comemorar, pois dois minutos depois Jarlín Quintero marcou o tento de empate de cabeça.

A intenção da UTC era sempre procurar o jogo, apesar de ter se deparado com uma equipe uruguaia organizada. Foi um confronto de bastante equilíbrio e não apenas no resultado, mas as estatísticas comprovam isso. Foram nove chutes para cada lado e 4 x 5 no alvo. Porém, por ser mandante, os peruanos tiveram maior posse de bola, ficando com 64% x 36%. Em faltas também houve paridade, 18 x 16, tendo 4 x 2 em cartões amarelos.

Independiente 4 x 1 Binacional

Independiente não deu sopa para o azar e mostrou seu “estilo copero” e goleou o Binacional em casa, deixando muito bem encaminhada sua classificação à próxima fase. O clube de Avellaneda foi muito superior aos peruanos desde o começo, impondo pressão o tempo todo. O primeiro gol até que demorou a sair. Aos 37’, após cobrança de escanteio pela esquerda, o goleiro Michael Sotillo ficou no meio do caminho, a bola rebateu em dois zagueiros e Brítez abriu o placar. Pouco depois, aos 45’, Romero tocou na saída de Sotillo e Pérez, acabou tocando com o peito para o próprio patrimônio.

O 2º tempo mal começou e os Diablos já ampliaram. Sanchez Miño arriscou de fora da área e marcou um golaço. Aos 21’, Benítez sofreu pênalti quando tentava uma cavadinha para fazer o quarto. Silvio Romero cobrou e fez o quarto gol. Os peruanos só chegaram ao gol em um vacilo de Brítez, que foi desarmado dentro da área e viu Collazos empurrar para o gol vazio. Os visitantes terão de tentar um milagre no Peru para não dar adeus a sua primeira participação em competições internacionais.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1077 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


 

365 Scores

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo