Uruguai retorna à China Cup ao lado da Tailândia e Uzbequistão

Os organizadores da Copa da China de 2019 anunciaram a venda inicial de ingressos para o torneio durante uma entrevista coletiva em Xangai, na última quinta-feira (21)

Já está se tornando habitual a Copa da China, mas não a de clubes, mas o campeonato anual de seleções. A China convida algumas equipes nacionais para jogarem um torneio amistoso em seu país, a fim de treinarem. Assim, os chineses enfrentarão: Uruguai, Uzbequistão e Tailândia na edição de 2019. A competição acontecerá de 21 a 25 de março, em Nanning, região autônoma de Guangxi Zhuang. Os torcedores terão a chance de conhecer os craques uruguaios, incluindo o atacante Luis Suarez, do Barcelona, ​​além de um velho conhecido do capitão Odil Ahmedov, do Uzbequistão, que joga atualmente na China, pelo Shanghai SIPG, atual campeão da Superliga.

Organizada conjuntamente pela Associação Chinesa de Futebol, pelo Guangxi Sports Bureau e pelo Wanda Group, a China Cup deste ano servirá como um torneio de aquecimento para a Seleção Chinesa, que ainda está para nomear um treinador após a saída do italiano Marcello Lippi. Seu principal foco neste ano serão as eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que começam em setembro. Porém, o mesmo vale para o Uruguai, que não tem amistosos marcados e utilizará estes duelos como preparatórios para a Copa América de 2019.

De acordo com a programação da Copa da China, a China enfrentará a Tailândia no primeiro jogo, em 21 de março. As equipes se encontraram durante a Copa da Ásia, nos Emirados Árabes Unidos, no mês passado, quando a China saiu vitoriosa. Se conseguir repetir a vitória, a China poderá avançar para a final do torneio pela primeira vez. A China perdeu por 0 x 6 para o País de Gales, liderada por Gareth Bale, no jogo de abertura do torneio em 2018, no qual os outros dois times foram o Uruguai e a República Tcheca. Em 2017, as quatro equipes que participaram do torneio inaugural foram China, Croácia, Islândia e Chile.

Este ano, os adversários parecem menos competitivos em comparação aos dois anos anteriores. O torneio é, portanto, considerado por alguns meios de comunicação nacionais como uma boa oportunidade para a China reavivar a sua autoconfiança após um desempenho decepcionante na Taça Asiática. Além disso, enfrentar adversários asiáticos da Tailândia e do Uzbequistão ajudará a China a se preparar melhor para as eliminatórias da Copa do Mundo da Ásia, no final do ano, disseram os organizadores.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1104 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo