Um momento oportuno para o PSG

Real Madrid e Paris Saint Germain se encontrarão pelas oitavas de final da Liga dos Campeões em um mês. Às 17h45 do dia 14 de fevereiro, a bola rolará no Santiago Bernabéu, no duelo mais equilibrado desta fase do mata-mata. O PSG jogará todas as suas fichas para derrubar o maior campeão europeu, abalado pela má fase. Um momento oportuno para os galácticos franceses.

O PSG lidera, com folga, a Ligue 1. Com um jogo a menos, Neymar e companhia comandam uma equipe oito pontos à frente do Monaco – se os comandados de Unai Emery vencerem o Nantes, a vantagem sobe para 11. Por outro lado, a situação dos merengues na Espanha não são nada animadoras. Com 32 pontos, na quarta colocação, o Real Madrid está a 16 pontos do líder Barcelona. Campeonato praticamente perdido.

O campeonato espanhol é mais forte que o francês, mas o futebol apresentado pela equipe comandada por Zidane está aquém das expectativas. A fase não é boa e as principais estrelas enfrentam uma crise técnica. A zaga já não forma o ferrolho defensivo e o contra-ataque não tem sido letal como de costume. Além disso, o ataque tem decepcionado: Benzema irrita a torcida; Bale é irregular, por conta das lesões; CR7 não está com a mira calibrada. No geral, apenas o espetacular Modrić tem sido constante.

Em mais uma atuação abaixo da crítica, CR7 perdeu um caminhão de gols | Foto: Globo Esporte

Em situação diametralmente oposta, o PSG está encaixado. A zaga, com a trinca de brasileiros, é firme, o meio-campo, sob a batuta de Verratti e Rabiot, dita o ritmo de jogo, e o ataque dispensa comentários.

Muita coisa pode mudar em um mês, ainda mais se a história do Real Madrid for considerada. Mas, se o futuro das equipes passasse a ser decidido hoje, prever um leve favoritismo do PSG não seria um absurdo.

A camisa dos merengues entorta varal e o melhor do mundo veste branco. O PSG busca sua afirmação no cenário europeu. A ousadia e a alegria da dupla Neymar e Mbappé podem fazer a diferença.

A magia do futebol reside na imprevisibilidade.

Contagem regressiva pro jogão.

André Siqueira Cardoso

Sobre André Siqueira Cardoso

André Siqueira Cardoso já escreveu 310 posts nesse site..

Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.


 

365 Scores

 

André Siqueira Cardoso
André Siqueira Cardoso
Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

Artigos Relacionados

Topo