Tudo normal, Bayern ganhou mais uma na Bundesliga

- A equipe não deu chance para Leverkusen e venceu por 4x2
Lewa e Muller jogam bem. Bayern

Na manhã deste sábado (6), o Bayern de Munique venceu por 4×2, do Bayer Leverkusen, na BayArena, em partida válida pela 30ª rodada da Bundesliga. Antes mesmo da bola rolar aconteceu uma grande surpresa, o craque Havertz ficou de fora devido uma lesão muscular. Contudo, o time da casa começou até bem, fez o primeiro gol, mas não aguentou a forte pressão do Gigante da Baviera.

1° tempo

A proposta das duas equipes ficou nítida logo no começo da partida. O Leverkusen usou um esquema compacto, apostando do contra-ataque, enquanto o Bayern jogava com ligação direta. Até os 10’, os Leões faziam uma partida impecável, tanto que, em jogada iniciada em cobrança de lateral, Baumgartlinger encontrou Alario que avançou sem fortes marcações e tocou na saída do Neuer. A equipe ainda precisou esperar o VAR para comemorar.

Sobretudo, o Bayern de Munique mostrou porque é uma das melhores equipe do mundo. Começou a dar show com diversas jogadas ensaiadas. A grande estratégia do técnico Flick foi colocar seus jogadores para, principalmente, fazer jogadas com ligação direta. Contudo, o gol de empate saiu após Goretzka roubar a bola e passar para Coman, que só teve o trabalho de correr sem marcadores e tirar do goleiro.

A partir desse tento, só deu Bayern de Munique. Em lance de contra-ataque, em vez de sair rapidamente, os Bávaros trabalharam a bola, com passes que quebrou a defesa do Leverkusen, foi a vez de Goretzka chutar de fora da área, o arqueiro Hrádecký demorou para cair e colaborou para a virada aos 43’. Já nos acréscimos, Gnabry, que havia perdido uma chance cara a cara com o goleiro, recebeu um lindo lançamento de Kimmich, e jogou por cobertura, lindo tento.

2° Tempo

A segunda etapa do jogo seguiu um ritmo diferente do 1° tempo. O Leverkusen não agrediu tanto como deveria, e o Bayern cadenciou como se fosse um treino. Houve poucas chances de balançar as redes, mas não poderia faltar o tento do artilheiro. Lewandowski, que ficou totalmente desaparecida durante o jogo, mas conseguiu aproveitar sua chance após cruzamento do Muller e cabecear para o fundo das redes aos 21 minutos.

O técnico Peter Bosz ainda tentou mudar o panorama da partida colocando os brasileiros Wendell e Paulinho, mas não adiantou muito. Também é importante salientar que Diaby fez uma partida horrorosa, se atrapalhou em todos os lances. Contudo, aos 43’, Wirtz, de 17 anos, conseguiu marcar seu primeiro gol no Campeonato Alemão, após passe de paulinnho, o jovem jogou no ângulo, sem chances para Neur.

Vale destacar a temporada do Muller, que somou mais duas assistências nesta partida, alcançando 20 passes para gols só na Bundesliga. O outro que também vale ser mencionado é o Kimmich, apesar de não ter feito gol, foi o melhor em campo neste confronto, ele simplesmente dominou o meio-campo, participou tanto do ataque como a defesa.

E agora?

O Bayer Leverkusen não conseguiu aproveitar a oportunidade de ultrapassar o Gladbach e segue na 5° colocação com os mesmos 56 pontos de seu principal concorrente pela vaga na próxima Champions League. Para tentar se recuperar, no próximo domingo (14), às 13h00 (horário de Brasília), os Leões jogam fora de casa contra o Schalke 04.

No próximo sábado (13), às 13h30 (horário de Brasília), O Bayern de Munique vai encarar o Borussia Mönchengladbach, na Allianz Arena. A equipe não vai poder contar com o Lewandowski e Muller, ambos suspenso devido ao 5° cartão amarelo

Melhores momentos

Imagem destaque: Twitter Bayern de Munique

Jonathan Luiz Souza

Sobre Jonathan Luiz Souza

Jonathan Luiz Souza já escreveu 79 posts nesse site..

Quando comecei a faculdade de jornalismo não sabia o que esperar, entrei cheio de ressalvas, mas só após um semestre me encontrei no curso, e acabei me apaixonando. O futebol me fez escolher a área da comunicação, e pelo menos, até o momento, acho que acertei em cheio, aquele golaço no ângulo. Como grande objetivo profissional, espero que um dia trabalhe na mídia esportiva. O futebol é igual Rock’n’roll, começa com um belo solo de guitarra, depois de um pequeno tempo as coisas começam a agitar, chega na metade que é o seu clímax, e termina cheio de emoção. Viva o futebol, a maior criação do homem!

365 Scores

BetWarrior


Jonathan Luiz Souza
Jonathan Luiz Souza
Quando comecei a faculdade de jornalismo não sabia o que esperar, entrei cheio de ressalvas, mas só após um semestre me encontrei no curso, e acabei me apaixonando. O futebol me fez escolher a área da comunicação, e pelo menos, até o momento, acho que acertei em cheio, aquele golaço no ângulo. Como grande objetivo profissional, espero que um dia trabalhe na mídia esportiva. O futebol é igual Rock’n’roll, começa com um belo solo de guitarra, depois de um pequeno tempo as coisas começam a agitar, chega na metade que é o seu clímax, e termina cheio de emoção. Viva o futebol, a maior criação do homem!

Artigos Relacionados

Topo