Top 4 – Os maiores jogadores da história da Juventus

- Da defesa ao ataque, diferentes estrelas do futebol mundial brilharam pela Juve
O capitão Del Piero e o goleiro Buffon atuando pela Juventus

A Juventus conta com a presença de um dos principais atletas do futebol mundial no seu elenco, o centroavante Cristiano Ronaldo. Dono de cinco Bolas de Ouro, é o atual craque do time de Turim. Entretanto, outros grandes jogadores atuaram pela Velha Senhora e consolidaram seu nome no clube. Desse modo, confira na Coluna Calciostoria dessa semana, alguns dos maiores jogadores da história da Juve

TOP 4  Os maiores jogadores da história da Juventus

4 – Gianluigi Buffon

Iniciou sua carreira nas categorias de base do Parma e chegou a Juventus em 2001, como a contratação mais cara de um goleiro na história do futebol (cerca de 45 milhões de euros), sendo superada apenas em 2018, na transferência do brasileiro Alisson, vendido da Roma para o Liverpool por 72,5 milhões.

Por outro lado, é o jogador com mais partidas pela seleção italiana e considerado um dos maiores ídolos da Juventus. Desse modo, em 17 temporadas, conquistou mais de 20 títulos, tornou-se titular indiscutível até os 40 anos e um sinônimo de liderança dentro da equipe. Além disso, esteve presente na campanha da Juventus na Série B do italiano, ao lado de nomes como Del Piero e Pavel Nedved.

Em contrapartida, além de títulos pelo Campeonato Italiano, Coppa Itália, Supercopa italiana e o Mundial pela seleção da Itália em 2006, foi eleito melhor goleiro do mundo pelo IFFHS, nos anos de 2003,2004,2006 e 2007. Ademais, em julho de 2019, após uma temporada no PSG, Buffon acertou seu retorno ao time de Turim para seguir fazendo história.

3 – Pavel Nedved

Atual membro da diretoria da Juve, Nedved foi contratado em 2001, quando atuava pela Lazio. Sendo assim, teve a árdua missão de substituir o craque Zidane, que tinha acertado sua transferência para o Real Madrid. Considerado um dos maiores jogadores do seu país, a “Fúria Tcheca” como era conhecido, nasceu na cidade de Cheb, na Tchecoslováquia (atual República Checa).

De outro modo, reconhecido por ter tido um excelente condicionamento físico, foi responsável por diversos golaços de fora da área e de passes preciosos ao longo da carreira.  Com 327 partidas, o meia tornou-se um dos principais nomes da Juventus, visto que conquistou os títulos do Campeonato italiano, Coppa Itália, e individualmente ganhou a Bola de Ouro em 2003. Além disso, conquistou a admiração e carinho dos torcedores ao permanecer na equipe de Turim durante a queda para Série B. Ademais, ajudou na conquista da competição e no retorno da Velha Senhora a elite do futebol italiano, em 2007.

Em contrapartida, Pavel Nedved encerrou sua carreira pela Juve, na temporada 2008-09, diante da Lazio, mesma equipe que jogava quando foi contratado. Aclamado pela torcida na ocasião, o tcheco tornou-se um dos estrangeiros que mais atuou com a camisa Bianconeri, deixando seu nome na história do clube.

2 – Michel Platini

Ídolo do craque Del Piero e filho de imigrantes italianos, Platini nasceu em Jœuf, na França e chegou na Itália como melhor jogador francês na época. Entretanto, demorou para engatar uma sequência de excelentes atuações. Ademais, em cinco anos na Juve, o francês realizou grandes feitos no clube, dado que participou das conquistas de títulos da UEFA Champions League, Coppa Itália e Campeonato Italiano.

Além disso, conquistou a Bola de Ouro por três anos consecutivos (1983, 1984 e em 1985) e foi destaque na seleção francesa durante exibições nas Copas do Mundo de, 1978, 1982 e 1986. Platini encerrou seu ciclo na Juventus e também no futebol na temporada 1986-87, ainda jovem, aos 32 anos. Entretanto, auxiliou o time de Turim a ganhar visibilidade no cenário mundial.

Todos os títulos conquistados na Juve:

  • Copa Intercontinental (1985)
  • UEFA Champions League (1984-85)
  • Taça dos Clubes Vencedores de Taças (1983-84)
  • UEFA Super Cup (1984)
  • Série A (1983-84, 1985-86)
  • Coppa Itália (1983)

1 – Alessandro Del Piero

Para muitos torcedores e grande parte da imprensa italiana, é o maior ídolo da história do clube. Desse modo, Del Piero atuou grande parte da sua carreira na Velha Senhora, uma vez que em 19 temporadas, foram 705 jogos e 290 gols. Com isso, tornou-se o jogador que mais vestiu a camisa Bianconeri em todos os tempos.

Natural de Conegliano, na Itália, desde de muito jovem herdou do seu pai a paixão pela Juve, fã de Michel Platini, sempre sonhou em vestir a camisa 10 do craque francês. Sendo assim, aos 18 anos, a pedido do técnico Giovanni Trapattoni, o atacante já atuava pela base do clube, onde conquistou o torneio de juniores. Ademais, com a saída de um dos principais nomes da Juventus, Roberto Baggio na época, Piero assumiu a titularidade e também a camisa 10.

Exemplo de amor à camisa da Juventus

Em contrapartida, com o rebaixamento da Juve, após o maior escândalo do futebol italiano, em 2006, o Calciopoli, o atacante recebeu propostas para deixar o clube. Entretanto, optou por assegurar sua permanência com a frase que marcou seu nome na história do time italiano; “um verdadeiro cavalheiro nunca abandona a sua senhora…”. Desse modo, com a faixa de capitão e em um verdadeiro gesto de lealdade, liderou uma equipe em construção ao longo da Série B do italiano. Além da conquista do título da competição, Piero foi artilheiro daquele ano, com 20 gols marcados.

Por outro lado, ganhou diversos títulos da Série A, quatro Supercopas, Liga dos Campeões, e também foi destaque na conquista da Copa do Mundo de 2006, pela seleção italiana, encerrou seu ciclo pela Juventus na temporada de 2012, diante da torcida, no Allianz Stadium. Marcando um gol na vitória por 3 x 1 contra o Atalanta, foi ovacionado pelos torcedores ao final do jogo.

Foto destaque: Reprodução/ Twitter Oficial da Juventus

Maria Gabriella

Sobre Maria Gabriella

Maria Gabriella Reis já escreveu 34 posts nesse site..

Maria Gabriella, baiana, natural de Riachão do Jacuípe. Graduando em Letras pela UEFS, amante da comunicação e encantada pelo poder transformador social e político que o esporte exerce dentro da sociedade, especialmente o futebol, que nos proporciona uma mistura de sentimentos e emoções a cada partida.

365 Scores

BetWarrior


Maria Gabriella
Maria Gabriella
Maria Gabriella, baiana, natural de Riachão do Jacuípe. Graduando em Letras pela UEFS, amante da comunicação e encantada pelo poder transformador social e político que o esporte exerce dentro da sociedade, especialmente o futebol, que nos proporciona uma mistura de sentimentos e emoções a cada partida.

Artigos Relacionados

Topo