Nem a Grande Muralha para! Top 15 jogadores mais decisivos da Superliga Chinesa!

Os jogadores com maior poder de decisão do Campeonato Chinês e que devem se destacar na atual temporada

A Superliga Chinesa volta nesse fim de semana e é um campeonato que tem a fama de ter muitos gols. Isso se deve ao grande número de goleadores que participam do torneiro e passam fácil dos 10 gols por ano. Alguns não estarão presentes na atual temporada, como Wu Lei, artilheiro do ano passado que se transferiu para o Espanyol, mas novos atletas também chegam para mostrar suas marcas, como Rafael Silva, por exemplos, que teve média de um gol por jogo na segunda divisão chinesa e entra forte na nova competição. Vamos ao Top 15, não necessariamente na ordem.

Top 15 jogadores mais decisivos da Superliga Chinesa

Odion Ighalo

O jogador nigeriano de 29 foi vice-artilheiro do chinês na temporada passada marcando 21 gols em 28 jogos pelo Changchun Yatai. Nesse ano, o jogador acabou se transferindo para o Shanghai Shenhua e disputará mais uma temporada na China por seu novo clube. Ighalo jogou a última Copa do Mundo pela Nigéria e se destacou com as camisas do Granada na Espanha e do Watford na Premier League, seu estilo de jogo é o do típico centroavante oportunista que espera no lugar certo para concluir ao gol, mas também tem a explosão de arrancadas no último terço do campo como característica. Na grande, área seu recurso de finalização com os dois pés e com a cabeça o faz ser um dos mais temidos em território chines.

Eran Zahavi

Desde 2016 na China, Zahavi se destacou jogando em seu país, Israel, e sendo artilheiro da Israeli Premier League por três anos consecutivos. Aos 31 anos e com mais de 50 gols marcados desde que chegou ao Guangzhou R&F, seu jogo tem sua técnica e sua sabedoria em campo como principais armas. Na temporada passada foram 20 gols e oito assistências no campeonato em 26 jogos, tendo média de participações em gol maior que um por jogo.

Cédric Bakambu

Muito conhecido quando jogava no Villareal da Espanha, Bakambu sempre foi um jogador de velocidade e arranque, principalmente no mano a mano nas beiradas do campo em direção a área. No último dia da janela de transferências do futebol chinês do ano passado, ele foi contratado pelo Beijing Guoan, time do brasileiro Renato Augusto. Em sua primeira temporada no país, o jogador congolês fez 19 gols em 23 jogos, ajudando o time a brigar entre os líderes do torneio e, além disso, também conquistou a Copa da China. 

Rafael Silva

O jovem brasileiro é um dos grandes destaques do futebol do oriente nos últimos anos. Ele brilhou no Japão, aonde venceu a Liga dos Campeões da Ásia de 2017 jogando pelo Urawa Reds Diamonds, já no futebol chinês, Rafael, de 26 anos e da base do Coritiba, conquistou o título da segunda divisão da temporada passada fazendo incríveis 23 gols em 23 jogos pelo Wuhan Zall. Habilidoso, veloz e com boa chegada na área, o jogador conta com jogadas objetivas e finalização diferenciada, fazendo com que vários de seus gols sejam os chamados golaços.

Harold Preciado

Outro jogador vindo da segunda divisão é o Colombiano Preciado, jogador do Shenzhen FC. Com apenas 24 anos e vindo do Deportivo Cali em 2017, o jovem que jogou as Olimpíadas de 2016 já marcou mais de 40 gols pelo Shenzhen, 23 deles em 29 jogos na campanha que ajudou o time a chegar até a primeira divisão. Com mais características de lado de campo no início da carreira, sua velocidade e força ajudaram a se adaptar a posição de atacante mais centralizado e se tornou oportunista na hora de marcar.

Frank Acheampong

Mesmo quase sendo rebaixado com o Tianjin Teda, Acheampong conseguiu se destacar e foi um dos responsáveis por fazer a equipe permanecer na primeira divisão, marcando 17 gols em 26 jogos. Ganês de 25 anos, o jogador atua como ponta pelo lado esquerdo e até já foi usado em posições mais recuadas, mas seu faro de gol o fez ser utilizado muitas vezes como atacante para ajudar a equipe.

Anderson Talisca

Revelado pelo Bahia, o brasileiro é um dos destaques do nosso país atuando na China. Vice-campeão na temporada passada, Talisca participou de 21 gols em 18 jogos, sendo 16 bolas na rede e cinco assistências. Atuando no meio-campo, as características do jogador são muito técnicas e precisas, como sua cobrança de falta, uma das melhores da China, além de bom jogo aéreo, distribuição de jogadas, drible curto e, claro, finalização.

Graziano Pellè

Jogador do Shandong Luneng, terceiro colocado da temporada passada, foi autor de 16 gols na Superliga e continua sendo esperança de gols para o campeonato que começa. O italiano é um atacante com selo de goleador, já que, por onde passou, deixou a sua marca de artilheiro, como no Feynoord da Holanda e no Southampton da Inglaterra, por exemplo. Sua forte presença de área já o levou até a disputa da Eurocopa 2016, torneio no qual marcou gols nas seleções de Bélgica e Espanha.

Hulk

Ídolo do Zenit de São Petersburgo, jogador da seleção brasileira na Copa de 2014 e atual campeão chinês, Hulk está desde 2016 no país do Oriente e também é atual campeão da Supercopa da China. Na temporada do título da liga, sua equipe, o Shanghai SIPG, desbancou o grande heptacampeão Guangzhou Evergrande, com grandes participações do próprio brasileiro e seu compatriota Oscar. Foram 13 gols e 12 assistências em 25 jogos, participando em média de um gol por jogo. O poder de seu chute e força física são seus principais atributos, daí seu apelido. A missão nessa temporada é defender o título e deixar a hegemonia do Gusngzhou para trás.

Nyasha Mushekwi

O experiente jogador de Zimbabwe já está desde 2016 no futebol chinês e conseguiu subir com o Dalian Yifang para o primeira divisão em 2017. Na temporada de 2018 foram 15 gols em 20 jogos, passando da marca dos 50 gols pelo Dalian. Muito bom em jogadas pelo alto, Mushekwi pode ser descrito como aquele atacante de um toque na bola, já que é assim que faz praticamente todos os seus gols, se posicionando da melhor maneira possível e só concluindo as jogadas.

Oscar

Campeão junto com Hulk, Oscar foi o jogador que mais teve participações em gols na temporada passada. O meia do Shanghai SIPG fez 12 gols e deu 18 assistências, totalizando 30 participações em 29 jogos, uma média incrível para esse número de partidas. Depois de passagem pelo Chelsea, medalha de prata nas Olimpíadas de 2012 e disputa da Copa do Mundo de 2014, o jogador chegou na China em 2017 e conquistou a Superliga do ano passado e a Supercopa desse ano. Muito talentoso desde a base do São Paulo, Oscar se destaca por seu passe de muita qualidade e por impor ritmo ao jogo, fazendo a bola correr e colocando os companheiros na cara do gol.

Jean Kouassi

Companheiro de Rafael Silva e também muito responsável por ajudar o Wuhan Zall a conseguir disputar a Superliga desse ano, Kouassi fez 15 gols em 26 jogos da segunda divisão. O marfinense atua como ponta pelo lado esquerdo, tem 24 anos e joga no futebol da China desde 2015, quando defendia o Shanhai SIPG, e dois anos depois chegou ao Wuhan Zall. Muito ágil e rápido, começou sua fase artilheira na ano passado e tem o drible como principal artimanha, gostando muito de rabiscar e puxar para dentro.

Alan Kardec

No meio da temporada 2016, Alan Kardec foi vendido pelo São Paulo para o Chongqing Lifan e está na equipe até hoje. Seus números na última temporada foram os seus melhores até agora, com 16 gols em 28 jogos, atingindo mais de 30 gols pelo clube em aproximadamente 70 jogos. Sua altura é sua principal marca, dando boa condição no jogo aéreo, além de bom chute com ambas as pernas e frieza na grande área.

Marcão

Um dos estreantes no futebol chinês contratado pelo Hebei China Fortune, Marcão foi destaque na Coréia do Sul. O ex-jogador do Gyeongam marcou 26 em 31 jogos no campeonato nacional e chamou a atenção do Hebei, que não poderá contar com o argentino Lavezzi nesse início de Superliga. O brasileiro foi revelado pelo Ituano e passou por outros times do interior paulista antes de ser artilheiro e vice-campeão do sul-coreano. Atacante simples e objetivo, de dois toques na bola e capacidade de finalização apurada, além de boa antecipação no jogo pelo alto.

Alexandre Pato

Pato chegou ao Tianjin Quanjian (agora Tianjin Tinhai) em 2017, vindo do Villareal da Espanha, depois de passar por Chelsea e não dar certo no Corinthians. Na Superliga de 2018 foram 15 gol em 23 jogos e o brasileiro chegou aos 30 gols pelo clube antes mesmo de completar 50 jogos. Muito especulado por muitos para voltar ao São Paulo, o jogador possivelmente ficará na China e irá jogar a Superliga em 2019, mesmo que tenha alguns desentendimento em relação a uma rescisão por problemas em relação a pagamento e contrato. Pato sempre foi um jogador rápido e com muita facilidade para finalizar, sempre foi tratado como uma grande promessa e acabou não vingando.

Avatar

Sobre Leonardo Abrahão

Leonardo Abrahão já escreveu 259 posts nesse site..

Meu nome é Leonardo, tenho 19 anos, paulista e estudante de jornalismo. Futebol no sangue desde pequeno e para sempre. Sonho em trabalhar com esse esporte por toda a vida e acompanhar de perto as grandes competições.


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Avatar
Leonardo Abrahão
Meu nome é Leonardo, tenho 19 anos, paulista e estudante de jornalismo. Futebol no sangue desde pequeno e para sempre. Sonho em trabalhar com esse esporte por toda a vida e acompanhar de perto as grandes competições.

Artigos Relacionados

Topo