Top-10: os melhores jogadores recentes do Internacional

- Confira os jogadores que marcaram o Colorado desde 2000
Top-10: os melhores jogadores do Internacional

O Internacional é um clube com uma história muito rica. Foram inúmeras conquistas, taças levantadas e muita felicidade para os torcedores. Contudo, também houveram diversos momentos tristes. O fato é que muitos jogadores passaram pelo clube gaúcho. Alguns marcaram positivamente. Outros, negativamente. Dessa maneira, confira a lista dos 10 melhores jogadores recentes do Inter. Vale lembrar que o Top-10 conta com atletas que chegaram a partir de 2000.

10º – NILMAR

Nilmar teve sua primeira oportunidade no profissional do Internacional em março de 2003. Na ocasião, tinha 18 anos. No ano seguinte, conquistou o Campeonato Gaúcho pela equipe. Além disso, foi o artilheiro colorado naquele ano. Foi negociado em 2004, mas retornou ao Colorado em 2007. Na final da Dubai Cup, no mesmo ano, acertou uma bicicleta, que garantiu a vitória dos gaúchos por 2 x 1 com a Inter de Milão. Em 2009, na prorrogação da Copa Sul-Americana, anotou o gol que deu outro título inédito ao time.

https://twitter.com/SCInternacional/status/1224459044674555904

9º – IARLEY

Na 9ª colocação do Top-10 está Iarley. O jogador chegou em 2005 no Internacional, com um nome já marcado no futebol nacional e internacional. Ele foi extremamente essencial para a conquista do Mundial de Clubes, em 2006. O atleta foi o responsável por armar o contragolpe do gol que deu o título inédito ao clube. Na sequência, ontinuou na equipe por mais dois anos. Dessa maneira, em 2008, foi para o Goiás.

https://twitter.com/Intervideos1/status/1244252138202636288

8º – GUIÑAZÚ

Com 28 anos de idade, Pablo Guiñazú chegou ao Internacional em 2007. Fazendo cerca de 13km por partida, o argentino logo caiu nas graças do torcedor. O jogador ajudou o Colorado a conquistar diversos títulos importantes, como a Copa Libertadores da América, em 2010, quatro Campeonatos Gaúchos, uma Recopa Sul-America, uma Copa Sul-Americana, entre outros. Tinha uma forte liderança dentro e fora de campo, sendo capitão em diferentes oportunidades.

https://twitter.com/alle_sci/status/1101628295391653889

7º – CLEMER

Em 7º lugar do Top-10 está o goleiro mais vitorioso do Inter. Clemer chegou à equipe no ano de 2002, em uma época onde o time não ia bem e quase foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar de algumas falhas nos anos iniciais, se mostrou um bom arqueiro, ajudando o clube na sua campanha em 2005, quando chegou ao vice do Brasileirão. Conquistou a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes em 2006. Dessa forma, é o maior goleiro do Colorado, com 354 jogos disputados em seis temporadas.

6º – ÍNDIO

Marcos Antônio de Lima, mais conhecido como Índio, é outro jogador que fez história no Internacional. O jogador chegou ao clube em 2005 e foi outra peça importante para a conquista do Mundial de Clubes. Assim, na ocasião, mesmo com o nariz sangrando e devendo sair de campo, ficou até o último minuto, mantendo a vantagem colorada. Além disso, conquistou o Mundial, duas Libertadores, uma Copa Sul-Americana, duas Recopas Sul-Americana, uma Copa Suruga e sete Campeonatos Gaúchos. É o 9º atleta com mais jogos no Beira-Rio, sendo 391 duelos, e é o zagueiro com mais gols pelo time (33 tentos).

https://twitter.com/Intervideos1/status/1038402925608009728

5º – TINGA

Paulo César da Fonseca Nascimento, apelidado de Tinga, já tinha passado pelo Grêmio, mas fez história no seu clube do coração, o Internacional. Chegou ao clube em 2005, depois de passar pelo Sporting-POR. Dessa forma, conquistou o Campeonato Gaúcho e ajudou na campanha da vice-liderança do Brasileirão. Na Libertadores de 2006, ele anotou o gol contra o São Paulo nos minutos finais, dando o título. Em 2010, retornou ao clube. Ajudou novamente da conquista da Libertadores, do Gauchão, em 2011, e da Recopa Sul-Americana do mesmo ano.

https://twitter.com/memoriacolorada/status/1197107579291389952

4º – RAFAEL SÓBIS

Conhecido como Senhor Libertadores ou Menino de Erechim, Rafael Sóbis teve três passagens no clube. Em 2006, durante a Libertadores, anotou dois gols no primeiro jogo da final, contra o São Paulo. Na volta, teve participação em outros dois tentos. Sendo assim, quatro anos depois, quando retornou ao time, ajudou na segunda conquista da Liberta. Contra o Chivas-MEX, marcou um gol novamente na final. Na terceira passagem, o jogador não teve grande destaque, mas continua sendo um dos melhores jogadores do clube.

3º – ADRIANO GABIRU

Adriano Gabiru chegou ao Internacional justamente em 2006. Durante toda a temporada, o mesmo foi muito contestado, sendo poucas as partidas em que teve bons desempenhos. Foi vaiado em diversas ocasiões e chegou a pedir a Abel Braga, técnico na época, para que o tirasse de campo ou o desligasse do time. Contudo, no Mundial de Clubes, contra o Barcelona, substituiu Fernandão, o capitão colorado. Dessa forma, cinco minutos após entrar em campo, Gabiru recebeu um passe de Iarley, invadiu a área, desviou do goleiro e garantiu o título ao Internacional.

2º – D’ALESSANDRO

Em 2008, Andrés D’Alessandro chegou ao time no final da Era Fernandão. Com a equipe, realizou o seu maior sonho: conquistar uma Libertadores, em 2010. A partir de 2013, o argentino começou a ser o capitão colorado. Foi emprestado para o River Plate em 2016, voltando no ano seguinte, onde disputou a Série B. Além de ser o responsável por marcar o primeiro gol após a reforma do Estádio Beira-Rio, é o maior artilheiro dos clássicos Grenais no Século 21, com nove gols marcados, e o 15º artilheiro do clube, com 87 gols anotados. Mesmo com polêmicas dentro de campo, sempre mostra raça e liderança.

1º – FERNANDÃO

Eterno capitão do Internacional! Fernando Lucio da Costa provou, mesmo com pouco tempo em campo, que seria um grande jogador do Inter. Foi o responsável por marcar o milésimo gol em clássico Gre-Nal. Em 2006, vestiu a braçadeira de capitão e conduziu a equipe à conquista da Libertadores e do Mundial. Na Dubai Cup, em 2008, Fernandão marcou um gol de fora da área, contra a Inter de Milão, na final. Se despediu do Colorado em 2008, voltando três anos depois como diretor executivo. Assim, em 2012, chegou a treinar o grupo. No entanto, teve apenas 44,9% de aproveitamento. Eternizado em uma estátua no Beira-Rio, morreu em um acidente de helicóptero, em 2014.

https://twitter.com/lnterDados/status/1174074554127396864

Foto destaque: Reprodução/ESPN

Lauren Berger

Sobre Lauren Berger

Lauren Berger já escreveu 623 posts nesse site..

Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.

365 Scores

BetWarrior


Lauren Berger
Lauren Berger
Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.

Artigos Relacionados

Topo