Top 10 medalhões livres para reforçar seu time no Brasileirão 2019

Se seu time precisa de reforço, pode contar com a experiência dessa lista
Top 10 medalhões livres para reforçar seu time no Brasileirão 2019

Alguns jogadores conhecidos no Brasil estão sem clube e podem reforçar o seu time do Campeonato Brasileiro 2019, seja na Série A, menos provável para a maioria que já não joga em alto nível, ou das Séries B, C e D. A lista conta com atacantes matadores, como Bobô, Keirrison e Rafael Moura, mas também com zagueiros “raiz”, como Domingos e Bruno Rodrigo. Veja a lista completa abaixo:

Bobô (34 anos) – Ex-Alanyaspor

O experiente atleta, que começou na base do Corinthians e teve passagens por Cruzeiro e Grêmio, aqui no Brasil, estava no clube turco desde o início dessa temporada, mas acabou rescindindo com o Alanyaspor no final de 2018, por conta de salários atrasados. A principal possibilidade, é que ele volte para o futebol australiano, onde defendeu o Sydney FC por dois anos, se tornando artilheiro e ídolo do time. Os Sky Blues estão no páreo, o Adelaide United também, mas não deixa de ser excelente opção para clubes do Brasil. Em entrevista ao Futebol na Veia, ele não escondeu a vontade de voltar ao seu país.

Keirrison (30 anos) – Ex-Coritiba

Uma das eternas promessas recentes do futebol brasileiro, Keirrison deixou o Coxa no fim de 2018, após sua 3ª passagem pelo clube paranaense. Tendo no currículo Palmeiras, Santos, Cruzeiro e até o Barcelona, onde não fez nenhum jogo oficial, o atleta de 30 anos está livre no mercado e ainda diz estar bem fisicamente e pronto para ajudar uma nova equipe.

Rafael Moura (35 anos) – Ex-América-MG

O He-Man passou um ano no Coelho de Belo Horizonte, tendo feito nove gols em 40 jogos disputados. Dentre outros times, no currículo do atleta estão Corinthians, Fluminense, Internacional. Sem clube desde o fim do Brasileiro, o atleta já começou as tratativas para voltar aos gramados, sendo o Botafogo o principal destino do atacante.

https://twitter.com/OficialRMoura/status/962026349811519489

Domingos (33 anos) – Ex-Aparecidense

Se o seu time precisa de um zagueiro “raiz”, esse é um dos bons nomes livres no mercado. O experiente atleta que teve passagens por Santos, Grêmio e Guarani, ainda jogou quatro partidas em 2019, pelo Aparecidense de Goiás. Ele até tentou voltar a Portuguesa, mas não conseguiu entrar em acordo com a diretoria lusitana.

https://twitter.com/futebolinterior/status/1100822626807746560

Renato Cajá (34 anos) – Ex-Goiás

O meia disputou a temporada de 2018 pelo Esmeraldino, atuando em 27 partidas e fazendo dois gols. Com passagens por Bahia, Botafogo e Ponte Preta, aqui no Brasil, além de Bursaspor-TUR e Guangzhou Evergrande-CHN, o meia está sendo cotado para acerto com o Figueirense, mas ainda pode ser uma opção para outros clubes.

Bruno Rodrigo (33 anos) – Ex-Grêmio

O jogador não disputou nenhuma partida, desde que saiu do Tricolor em 2017. Lá, o defensor atuou em 10 partidas, sendo a última em 26 de novembro, no empate gremista com o Atlético Goianiense, por 1 x 1. Mesmo assim, Bruno ainda pode pintar em clubes que disputam o Campeonato Brasileiro nesta temporada.

Ibson (35 anos) – Ex-Minnesota United

O volante, com fortes ligações ao Flamengo, estava jogando na MLS desde 2015, mas ao final de 2018, acabou tendo seu contrato terminado com os Loons. Em terras americanas, foram 11 gols marcados, em quatro temporadas. Além dos times citados, Ibson já passou por Corinthians e Santos, clubes onde fez participações razoáveis.

Felipe Santana (33 anos) – Ex-Atlético-MG

O zagueiro com uma rica história no futebol alemão, esteve em duas temporadas no Atlético-MG, mas não obteve um grande sucesso como no país europeu. Em duas temporadas no Galo, Felipe marcou um gol, em 29 jogos. Forte no jogo aéreo, ele é uma das boas opções livres no mercado.

Frickson Erazo (30 anos) – Atlético-MG

O equatoriano passou 2018 emprestado ao Vasco da Gama, realizando 22 jogos e marcando dois gols. Ele quase acertou sua transferência ao Peñarol-URU, mas não passou nos exames médicos e o acordo foi cancelado. Uma grande opção no mercado, já que está livre para assinar com quem quiser.

Fernando Bob (31 anos) – Minnesota United

Outro jogador que estava na MLS e não vingou. Foram sete jogos também no Minnesota United sem agradar por lá. Ele não ficou para 2019 e por isso, se torna uma boa opção para quem precisa de um volante. Além do time americano, ele conta com passagens por Ponte Preta, Internacional, Vitória e Fluminense.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 820 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Forza Football

 

Rivalo Apostas Esportivas
Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo