Top 10 – Maiores jogadores do Corinthians no século XXI

- O período de ouro da história corinthiana é marcado por grandes jogadores
Top 10 Corinthians

“És do Brasil, o clube mais brasileiro”. Essa frase entoada no hino do clube, nunca fez tanto sentido como nas primeiras duas décadas do século XXI. A saber, o Timão teve nesse período, a era mais vitoriosa de sua história. Conquistas inéditas, acúmulo de títulos, fim de zoações, grandes equipes, que se destacaram não pela individualidade, mas por uma questão coletiva. Mesmo assim, alguns jogadores se destacam pela torcida. Alguns não são só considerados os maiores dos últimos 20 anos, mas também da história. Enfim, confira o TOP 10 de maiores jogadores do Corinthians entre 2001 e 2019.

TOP 10 – MAIORES JOGADORES DO CORINTHIANS NO SÉCULO XXI

10 – RALF

Chegou em 2010 ao clube. Com duas passagens pelo Alvinegro, o jogador sempre foi um dos mais adorados e admirados pela torcida corinthiana. Esteve presente nas maiores conquistas da história do Timão, sendo bicampeão brasileiro (2011 e 2015), tricampeão paulista (2013, 2018, 2019), campeão da Libertadores (2012), campeão Mundial (2012), e vencedor da Recopa Sul-Americana (2013). Além disso, foi um atleta admirado pois atuou em 437 partidas pelo Corinthians, como um primeiro volante e não tomou um cartão vermelho sequer. Enfim, Ralf ainda marcou 10 gols pelo time paulista e deixou o Parque São Jorge em 2020.

https://twitter.com/Corinthians/status/1220042236240584704?s=20

9 – JÔ

Toda a equipe tem aquele afeto pelo jogador que é formado nas categorias de base do clube, desde cedo. Dessa forma, esse amor aumenta ainda mais caso o atleta vire um ídolo. Foi isso que aconteceu com . Revelado em 2003, é o jogador mais novo a atuar pelo Timão, com 16 anos, três meses e 19 dias. Em 2005 foi negociado com o CSKA Moscou, mas já havendo feito mais de 100 partidas e conquistado duas taças. Após um período difícil na carreira, Jô voltou ao Corinthians em 2017.

Desacreditado por muitos, o centroavante deu a volta por cima. Conquistou o Campeonato Paulista e Brasileiro daquele ano, este último sendo eleito o craque da competição e artilheiro. Além disso, foi apelidado de Rei dos Clássicos, em alusão a sempre marcar contra os rivais paulistas. Enfim, deixou o Timão no final de 2017. Ao todo, são 167 jogos e 43 gols pelo Alvinegro, além de quatro títulos.

8 – JADSON

Chegou em 2014 no clube, após as grandes conquistas da história. Foi envolvido numa troca com Alexandre Pato, junto ao São Paulo, um rival. Sendo assim, é de se esperar um certo receio da torcida quanto ao atleta. Entretanto, Jadson logo caiu nas graças da Fiel. Sobretudo em 2015, quando ao lado de Renato Augusto, a dupla Renadson foi eleita a melhor do Brasileirão daquele ano. Enfim, após passar um ano no futebol chinês, Jadson retornou ao Timão e fez parte de mais algumas taças erguidas, até deixar o time em 2020. O meia deixa o Corinthians com 245 jogos e 50 gols, além de um tricampeonato paulista e bicampeonato brasileiro.

7 – FAGNER

Assim como Jô, presente no TOP 10 do Corinthians do século, Fagner é mais um daqueles jogadores revelados pelo Terrão, assim chamado as categorias de base do clube, que viraram ídolo. Saiu muito cedo do clube, em 2007, e rodou várias equipes até retornar ao Parque São Jorge em 2014. Sendo assim, com um sinônimo de garra em campo, o lateral direito é um dos atletas mais amados pela torcida na história recente. O camisa 23 é bicampeão brasileiro e tricampeão paulista pelo Timão e ao todo, são 349 partidas e oito gols marcados.

https://twitter.com/doentesportimao/status/1138417033706704896?s=20

6 – CARLITOS TÉVEZ

O argentino já tinha grande fama no cenário brasileiro, principalmente pelo título da Libertadores de 2003, quando estava no Boca Juniors, vencendo o Santos na final. Em 2005, Tévez chegou ao Corinthians graças ao investimento da empresa MSI, e logo caiu nas graças da torcida. O atacante se reconheceu pelas questões de “Time do Povo”, do Alvinegro, e logo se destacou com a camisa 10. Pelo Timão, conquistou o Campeonato Brasileiro de 2005, onde foi fundamental, ao marcar 20 gols e ser eleito o craque do torneio, antes de ir para a Inglaterra em 2006. Porém, o carinho dos torcedores por Tévez…este sempre ficou.

5 – RONALDO

O que você espera quando um ídolo do futebol mundial desembarca para jogar no seu time? Títulos, gols,grandes atuações? Ronaldo foi isso e muito mais com a camisa 9 Alvinegra. Chegou no final de 2008, após a equipe viver o pior período de sua história na Série B, como uma mensagem que o Corinthians queria crescer. Sendo assim, além dos títulos do Campeonato Paulista de 2009 e da Copa do Brasil do mesmo ano, o Fenômeno trouxe um olhar mundial para o clube. Todos queriam ver o Timão, todos queriam ver Ronaldo. Enfim, além dos títulos e do marketing, o pentacampeão mundial pelo Brasil atuou em 69 partidas e marcou 35 gols.

https://twitter.com/sccpscouts/status/1242136253589598209?s=20

4 – PAOLO GUERRERO

Chegou em 2012 ao Timão, vindo do futebol alemão para substituir Liédson. Começou a se destacar na reta final do Brasileirão daquele ano, antes do time embarcar para o Japão, em busca do Mundial de Clubes. Sendo assim, no torneio disputado no oriente, o atacante simplesmente marcou dois dos gols mais importantes da história do clube, contra o Al-Ahly na semifinais, e o Chelsea na grande final, decretando o bicampeonato do mundo. Com isso, o peruano seguiu com seu faro artilheiro no Timão até 2015, quando saiu de forma polêmica rumo ao Flamengo. A saída de Guerrero causa controvérsias entre os corinthianos, mas sempre será lembrado pelos 54 gols em 117 partidas, e os tentos contra os Blues em Yokohama.

https://twitter.com/maiconL77/status/1240447795326332929?s=20

3 – EMERSON

Chegando ao pódio desse Top 10 do Corinthians, mais um atacante que marcou época, por vários motivos. Podemos citar os dois gols na final da Libertadores da América de 2012 obviamente. Mas também, Emerson Sheik caiu nas graças da torcida devido a sua raça nos jogos, sua catimba conhecida, e claro, seus gols importantes. Teve três passagens pelo clube, onde foi campeão brasileiro (2011), campeão da Libertadores (2012), campeão Mundial (2012), Campeão da Recopa Sul-Americana (2013), e Tricampeão Paulista (2013, 2018,2019), atuou em 177 partidas e marcou 27 gols.

2 – DANILO

Na segunda posição deste Top 10 do Corinthians, um dos jogadores que por mais tempo atuou em uma única passagem. Além disso, um atleta que nunca foi de aparecer. Chegou no Timão já consagrado, no rival São Paulo, ao conquistar a América em 2005. Mesmo assim, Danilo é sempre lembrado por seus passes decisivos, pela sua lealdade e respeito ao Alvinegro, pelas suas conquistas, mas acima de tudo, por sua humildade ao clube. Carinhosamente apelidado de Zidanilo, o meia atuou em 359 partidas e 35 gols. Poderia ser muito mais, mas as lesões evitaram.

A sala de troféus do eterno camisa 20 é imensa, conte comigo: bicampeão paulista (2013 e 2018), tricampeão brasileiro (2011, 2015, 2017), campeão Mundial (2012), campeão da Libertadores (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013).

1 – CÁSSIO

Enfim, para fechar o Top 10, não tinha como não ser outro nome, senão ele. Podemos citar vários fatores que fazem do goleiro estar no topo dessa lista. Vamos ao início. Cássio não foi contratado para ser um titular unânime em 2012, quando chegou. Conseguiu seu espaço após uma grande atuação na Libertadores de 2012 contra o Emelec. Também podemos falar dos grandes momentos e defesas com camisa Alvinegra. Que torcedor não se aliviou nas quartas de final da competição sul-americana daquele ano contra o Vasco?

Mas talvez o maior motivo de Cássio ser o grande vencedor dessa lista é por ser comparado não só como um dos maiores jogadores do século, mas como um dos maiores jogadores da história do Corinthians. São nove anos de clube, com atualmente 463 jogos disputados. 11º atleta que mais atuou com a camisa Alvinegra, em seus quase 120 anos de existência. Além disso, é o 2º goleiro com mais partidas pelo clube, atrás apenas de Ronaldo Giovanelli.

Enfim, a lista de títulos de Cássio é imensa. Tetracampeão Paulista (2013,2017,2018,2019), Bicampeão Brasileiro (2015,2017), campeão Mundial (2012), campeão da Libertadores (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013). Esses e outros fatores não fazem de Cássio apenas o maior jogador do século, mas como o maior goleiro da história do Corinhians, e um dos maiores jogadores de todos os tempos do clube.

Foto destaque: Reprodução/Voz da Fiel

Caíque Ribeiro

Sobre Caíque Ribeiro

Caíque Ribeiro já escreveu 402 posts nesse site..

Olá, eu sou Caíque Ribeiro, tenho 19 anos e a paixão por esportes corre em minhas veias, sobretudo, o futebol. Um amante do futebol tanto brasileiro, quanto europeu e ainda sim, do alternativo. Tendo como maior jogador que vi jogar, Ronaldinho Gaúcho e grandes memórias futebolísticas. Estou cursando jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Quando criança,sonhava em ser jogador de futebol,mas a vida me planejou outros rumos. Desde então, decidi juntar duas paixões: a paixão por escrever e a paixão pela pelota, e seguir nessa jornada,sempre disposto a trazer a informação de forma correta e apurada ao público. Além de futebol, escrevo e sou comentarista sobre basquete na Rádio Poliesportiva. Instagram: @caiqueribero, Twitter: @CRSousa5

365 Scores

BetWarrior


Caíque Ribeiro
Caíque Ribeiro
Olá, eu sou Caíque Ribeiro, tenho 19 anos e a paixão por esportes corre em minhas veias, sobretudo, o futebol. Um amante do futebol tanto brasileiro, quanto europeu e ainda sim, do alternativo. Tendo como maior jogador que vi jogar, Ronaldinho Gaúcho e grandes memórias futebolísticas. Estou cursando jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Quando criança,sonhava em ser jogador de futebol,mas a vida me planejou outros rumos. Desde então, decidi juntar duas paixões: a paixão por escrever e a paixão pela pelota, e seguir nessa jornada,sempre disposto a trazer a informação de forma correta e apurada ao público. Além de futebol, escrevo e sou comentarista sobre basquete na Rádio Poliesportiva. Instagram: @caiqueribero, Twitter: @CRSousa5

Artigos Relacionados

Topo