Top 10 jogadores que mais marcaram gols pelas suas seleções

Confira os dez maiores artilheiros das seleções do nosso futebol

Enquanto o futebol mundial não volta por conta da pandemia do coronavírus, mostraremos o top 10 dos maiores artilheiros das seleções do futebol. De Ali Daei a Lionel Messi, confira quem mais marcou na história do futebol internacional.

Ali Daei

Em primeiro lugar, se encontra o Ali Daei, craque iraniano. O ex-atacante marcou 109 gols em 149 partidas. Participou das Copas do Mundo de 1998 e de 2006. Nas duas competições, o Irã não passou de fase. Entretanto, fez ótimas atuações nos amistosos e nas eliminatórias. Jogou em clubes como o Arminia Bielefeld, Bayern de Munique e Hertha Berlim.

Foto destaque: Jornal Marca.

Cristiano Ronaldo

Como não citar o cinco vezes eleito bola de ouro da FIFA, Cristiano Ronaldo? O “El Gajo” anotou 99 vezes em 163 confrontos. Dessa forma, o robozão conquistou a Eurocopa de 2016, e o mais novo torneio criado pela UEFA: A Liga das Nações de 2018-19. Por fim, ainda ganhou dez vezes o prêmio de futebolista português do ano.

Foto destaque: Jornal de Notícias.

Ferenc Puskás

À primeira vista, Ferenc Puskás foi por muito tempo, o maior goleador de uma seleção, recorde que foi batido por Ali Daei, que é atualmente o maior artilheiro internacional. Sendo assim, fez 84 gols em 85 partidas. Em 2009, a FIFA concedeu o seu o nome para a criação do prêmio de gol mais bonito do ano. Em comparação aos outros jogadores da época, era considerado gordo e baixo. Colocava brilhantina nos cabelos negros e penteava-os para trás.

Foto destaque: ESPN.

Kunishige Kamamoto

Antes de mais nada, Kunishige Kamamoto atuou somente no futebol japonês. Entretanto, na seleção japonesa foi o que teve mais destaque. Ainda assim, conquistou um feito inédito para o Japão nas olimpíadas da Cidade do México de 1968: conquistou a medalha de bronze, algo que nunca tinha acontecido para o seu país até então. Na mesma edição, empatou contra o Brasil, em 1 x 1, placar que era humilhante para a seleção brasileira naquela época. Por fim, marcou um total de 80 gols em 84 jogos, uma média impressionante.

Foto destaque: KOKO TV Nigeria.

Hussein Saeed

Hussein Saeed foi um dos maiores destaque juntamente a Ahmed Radhi na seleção iraquiana. Marcou 78 gols em 137 jogos disputados. Conquistou em 1982, a medalha de ouro nos jogos asiáticos. Por fim, ainda foi eleito presidente da Federação Iraquiana de Futebol entre os anos de 2004 e 2011.

Pelé

Não podemos esquecer o Edson Arantes do Nascimento, ou o nosso Pelé na lista. O “Rei do Futebol” como é apelidado, é o sexto maior artilheiro de todas as seleções. Conquistou três copas do mundo: 1958, 1962 e 1970 marcando 77 vezes em 91 encontros. Em 2013, ganhou o prêmio Ballon d’Or, como uma homenagem, já que em sua época ainda não havia. Por fim, ainda possui a maior honraria adjudicada pela FIFA: A Ordem de Mérito.

Foto destaque: MicroMedium Inc.

Godfrey Chitalu

Em sétimo lugar, se encontra o maior artilheiro do continente africano. Godfrey Chitalu, ou o “Rei do Gol”, como era conhecido, foi um ex-atacante zambiano. Em 2012, foi alvo de polêmica ao ver Lionel Messi ao marcar o seu 86º gol da temporada. O argentino foi considerado o maior recordista de gols em uma temporada. Porém, segundo os cálculos da Federação Zambiana de Futebol, Chilalu teria marcado 107 gols na temporada 1972-73, sendo assim o recordista.

As informações sobre Chilalu foram divulgadas pela imprensa de Madrid, logo após Messi ter superado Gerd Müller. Imediatamente, foi anunciado 116 gols. Posteriormente, o jornal catalão Mundo Desportivo reduziu o número para 88 gols marcados. O que o manteve abaixo de Lionel Messi, foi que o zambiano teria feito os gols na Chibuku Cup e Charity Shield, torneios que não são nem considerados pela Federação Zambiana. Sendo assim, ficando abaixo de Messi.

Foto destaque: Globo Esporte.

Bashar Abdullah

Bashar Abdullar foi um ex-futebolista kwaitiano que atuava como atacante. Era um atacante oportunista e goleador, atuando em clubes da Arábia Saudita e Catar. Representou a seleção do Kwait nas olimpíadas de 2000. Em conclusão, é o maior artilheiro da história do seu país, fazendo 75 gols em 134 partidas.

Foto destaque: AymanMatNews.

Miroslav Klose

Na nona posição, há um empate técnico. É que, Miroslav Klose está empatado em número de gols com Majed Abdullah, da Arábia Saudita, e Kiatisuk Senamuang, da Tailândia. O que muda, são o número de partidas disputadas: 116 para o saudita, enquanto para o tailandês são 134 e 137 para o alemão. Marcou cinco vezes na Copa do Mundo de 2002, quando ficou conhecido pelos seus gols de cabeça e a sua maneira de comemorar saltando em um mortal frontal.

Já na Copa do Mundo de 2006, Klose foi o artilheiro com cinco gols anotados. Dessa forma, foi eleito a Chuteira de Ouro da competição. Marcou ainda mais quatro gols na Copa do Mundo de 2010 e em 2014, anotou mais duas vezes, se tornando o maior artilheiro da história das Copas do Mundo.

Foto destaque: Lance.

Lionel Messi

Finalizando a lista, Lionel Messi. Assim como Miroslav Klose, Messi está empatado em décimo lugar em número de gols marcados. Com Stern John, um ex-futebolista de Trinidad e Tobago que atuava como atacante. O que os separa, são o número de partidas disputadas. São 115 para Stern, enquanto 138 para o argentino e 70 gols marcados.

Por fim, Lionel Messi ainda foi bola de ouro seis vezes, se tornando o maior vencedor do prêmio. Foi eleito também, o Golden Boy, que é a premiação pro melhor atleta abaixo dos 21 anos, em 2005. Ainda assim, foi vice-campeão com a seleção Argentina na Copa do Mundo de 2014, perdendo para a Alemanha, com gol de Mario Götze.

Foto destaque: Esporte Interativo.

Foto destaque principal: Jornal Marca.

Eduardo Downey

Sobre Eduardo Downey

Eduardo Downey já escreveu 21 posts nesse site..

Olá, eu me chamo Eduardo Downey. Tenho 20 anos, e sou torcedor há pelo menos 15. Natural de Recife-PE e um apaixonado pelos esportes. Curso jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco. Vivo e respiro futebol. Instagram: @eduardojdowney.

BetWarrior


Eduardo Downey
Eduardo Downey
Olá, eu me chamo Eduardo Downey. Tenho 20 anos, e sou torcedor há pelo menos 15. Natural de Recife-PE e um apaixonado pelos esportes. Curso jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco. Vivo e respiro futebol. Instagram: @eduardojdowney.

Artigos Relacionados

Topo