Tigres e Chivas barram Pumas e León de serem líderes

- No outro jogo de domingo o Santos Laguna venceu o Atlas e mantêm sequencia sem derrotas
TIGRES

Neste domingo (01) foi finalizada, com três partidas, a oitava rodada do Clausura 2020 da Liga MX. Primeiramente, nos primeiros minutos do dia o Tigres recebeu o Pumas e aplicou um sonoro 3 x 0 em jogo de André Gignac. Posteriormente, na noite de domingo, o Chivas venceu por 2 x 0 o León e o Santos Laguna triunfou sobre o Atlas com a diferença mínima de gols. Como resultado disso, tanto León quanto Pumas foram impedidos de chegar a liderança do torneio terminando a rodada assim na terceira e quinta colocação, respectivamente. O Santos Laguna e Chivas com as vitórias entraram no G-8 do campeonato mexicano. O Tigres, por sua vez, vem tentando se recuperar na tabela, onde hoje ocupa a décima segunda posição. Por fim, o Atlas segue sem voltar a vencer e amarga a penúltima colocação.

CLAUSURA LIGA MX – 8ª RODADA

TIGRES 3 X 0 PUMAS

Apesar de vir de duas derrotas no Clausura 2020, o Tigres tinha acabado de passar de fase na Champions da Concacaf. Entretanto, o jogo prometia ser duro para o time da casa que tinha pela frente o Pumas. O time visitante, buscava a vitória para assumir a liderança e voltar para o trono que havia perdido a poucas rodadas. No entanto, a madrugada foi de André Gignac, o jogador que já havia recebido a homenagem por ter se tornado o maior artilheiro da região de Nuevo León, passando Humberto Suazo que fez 121 gols com a camisa do Monterrey. O camisa 10 marcou os três gols do jogo e fez o seu sétimo hattrick na história da Liga MX, com isso, é o jogador que mais vezes fez três gols em uma partida na história do torneio.

O primeiro tempo teve início com o Tigres indo para cima buscando marcar, todavia, o time parava nas conclusões fracas ou em não conseguir tocar a bola para o gol. Aos 22 minutos, na primeira oportunidade existente com a bola dominada, Gignac cortou o marcador e chutou a bola na rede pelo lado de fora. Nos acréscimos, finalmente, a pressão deu resultado. Depois de diversas tentativas de cruzamento para Enner Valencia, que havia até colocado bola na trave em posição irregular, um foi efetivo e pênalti foi marcado quando o mesmo foi derrubado por Luis Quintana. O marcado foi expulso, Gignac converteu a cobrança e abriu o placar.

Na volta do intervalo, novamente a combinação deu certo. Valencia foi derrubado na área Alfredo Saldívar após contra ataque rápido e Gignac bateu para fazer 2 x 0 no placar. Para completar a madrugada perfeita, Gignac tabelou com Luis Rodríguez e de bicicleta acertou uma bola de rara felicidade que encobriu o goleiro do Pumas e fez 3 x 0 no marcador. Pressionando o tempo inteiro e com a vantagem no placar, o Tigres engoliu o Pumas e animou o seu torcedor para as futuras rodadas.

CHIVAS 2 X 0 LEÓN

Assim como o Pumas, uma vitória fora de casa significaria para o León a volta a liderança isolada do Clausura 2020. No entanto, o time sucumbiu ao ótimo jogo e o poder da casa do Chivas, que finalmente vem se comportando como a torcida esperava desde o início da temporada. Após um mau início e um começo de crise, o Rojiblanco venceu a segunda seguida e espantou a pressão. Com a vitória o time alcançou a oitava colocação e entrou no seleto grupo que vai aos Playoffs.

O primeiro tempo foi movimentado com ambas as equipes chegando com perigo nos primeiros minutos. Aos 6 minutos, José Macías quase abriu o placar mas de barriga Osvaldo Rodríguez conseguiu salvar o León. Leonardo Ramos, três minutos depois, respondeu com um ótimo chute de fora da área que passou rente a trave. Os dois times chegavam muito bem ao ataque, contudo, o Chivas mostrava um poder ofensivo maior e pecava apenas no último toque na bola.

Na etapa final, o problema do time da casa foi consertado. Aos 58 minutos, Macías recebeu um passe em profundidade de Jesús Sánchez e chutou cruzado sem chances para o goleiro, abrindo assim o placar no Estádio Akron. Ángel Mena até tentou empatar, mas foi Fernando Beltrán quem marcou o segundo gol do jogo e ampliou a vantagem do time da casa. O camisa 26 marcou de cabeça depois de recebeu bonito cruzamento de Miguel Ponce. Com o placar a seu favor, bastou para o Chivas administrar o resultado e assegurar mais três pontos.

SANTOS 1 X 0 ATLAS

O Santos Laguna vinha de duas vitórias e dois empates na Liga MX e apesar de ter sido eliminado na Copa MX mostrou que realmente vem se mostrando um time que lutará pelas posições mais altas do campeonato. Já o seu rival, Atlas, vinha em uma sequencia de três derrotas, o que mostrava um cenário muito favorável ao Santos. No entanto, apesar de sair vitorioso, o jogo mostrou que o Santos Laguna não foi tão superior e sofreu para vencer.

No primeiro tempo, as principais jogadas criadas foram da equipe do Atlas, principalmente, nos pés da cabeça pensante do time e camisa 10, Luciano Acosta. Todavia, faltou precisão para o time que durante todos os 90 minutos não conseguiu chutar uma bola na direção do gol nos sete chutes que deu. Por sua vez, o Santos teve as suas duas chances já nos acréscimos. Primeiro, Carlos Orrantia chegou em bola que sobrava na área e fez um bonito chute para a defesa de Camilo Vargas. Depois Julio César Furch de pênalti abriu o placar. O pênalti foi sofrido por Felix Torres após se puxado na disputa pela bola área.

O segundo tempo foi marcado por um Santos que buscava segurar a sua vantagem e um Atlas que pouco conseguia criar. Devido a isso, o jogo ficou monótono com as equipes perdendo a posse e errando muitos passes. Como resultado do placar, o Santos segue sua sequencia de jogos sem perder na Liga, enquanto que o Atlas amarga a sua quarta derrota consecutiva e a penúltima colocação na tabela, ficando apenas a frente do Monterrey.

Foto Destaque: IMAGO7

Yuri Murta

Sobre Yuri Murta

Yuri Lima Murta já escreveu 106 posts nesse site..

Estudante de jornalismo e geografia, apaixonado por futebol e por tudo que o cerca. Isso define quem é Yuri Lima Murta. O amor pelo esporte vem desde pequeno e o gosto por relacionar ele com outros temas vem desde o colégio, não atoa a minha monografia na faculdade de Geografia tem como tema a “Chapecoense e a cidade de Chapecó: Como o clube reflete a cidade”

365 Scores

BetWarrior


Yuri Murta
Yuri Murta
Estudante de jornalismo e geografia, apaixonado por futebol e por tudo que o cerca. Isso define quem é Yuri Lima Murta. O amor pelo esporte vem desde pequeno e o gosto por relacionar ele com outros temas vem desde o colégio, não atoa a minha monografia na faculdade de Geografia tem como tema a “Chapecoense e a cidade de Chapecó: Como o clube reflete a cidade”

Artigos Relacionados

Topo