Suécia x Inglaterra – Resultado será um marco histórico para uma delas

É a melhor campanha na história das duas seleções desde os anos 90. Que comece o jogo!
Suécia x Inglaterra - Resultado será um marco histórico para uma delas

A melhor trajetória sueca desde sua primeira aparição no Mundial foi em 1994, ano em que chegou até as semifinais da competição. Já no trajeto inglês, sem contar o título de 1966, a melhor campanha foi em 1990 chegando à mesma etapa da Suécia. Amanhã (7), o resultado da partida se repetirá para uma dessas seleções. Uma pode quebrar o jejum e outra manter vivo o fantasma que a assombra desde o século passado. Quem vence? As equipes se enfrentarão a partir das 11h (horário de Brasília), na Arena Samara.

Líder da fase de grupos, Suécia busca repetir o feito de 24 anos atrás e preservar a campanha que a fez chegar até as quartas de final: forte sistema defensivo, organização eficiente e táticas de jogo em equipe. Sem contar a vantagem da altura de seus jogadores (média de 1,85m), que auxiliam ainda mais o contra-ataque.

Segunda colocada do grupo H, a Inglaterra chegou ao mesmo patamar de sua adversária no sufoco. Ainda assim está viva e busca vitória para chegar à próxima fase. Das 14 participações em Copas, perderam seis  jogos justamente nas quartas de final (1954, 1962, 1970, 1986, 2002 e 2006). Derrotas para serem deixadas, literalmente, para trás: a equipe tem facilidade para criar chances de gol, tem meio de campo bem apresentado e eficiência para barrar o contra-ataque, mas precisa se alertar no bloqueio com bolas pelo alto. Destaque para o goleiro Pickford, que foi fundamental para a classificação e pode apresentar ameaça no confronto.

Forsbeg é protagonista e decide classificação com gol único na partida

Inglaterra vence Colômbia nos pênaltis e avança às quartas de final da Copa

SUÉCIA

Antes mesmo da estreia na Copa do Mundo na Rússia, os suecos conseguiram eliminar grandes nomes. Superou Itália e Holanda, e México e Alemanha na classificação de grupos na primeira fase. Será sorte? Para Daniel Ekvall, que é o conselheiro de psicologia esportiva da equipe, o sucesso da Seleção até aqui é devida à solidez defensiva e à unidade da equipe. E ele também faz parte desta ascensão: em entrevista para a FIFA, lhe foi perguntado como seu trabalho contribui:

“Estou disponível para palestras individuais e depois há sessões em grupo. Pelo que os jogadores dizem, eu crio um plano mental para o próximo jogo, no qual passamos no dia do jogo. Muitas vezes, é uma imagem que ilustra o que os próprios jogadores disseram. Eu também trabalho com o técnico na criação de uma equipe de liderança eficaz porque há muitas pessoas na equipe de treinamento. Com os jogadores, nos concentramos principalmente na próxima ação. Então, se eles perdem um passe ou um companheiro de equipe perde um, como eles podem fazer essa próxima ação a melhor possível?”, respondeu.

Para o meia Larsson, o papel do conselheiro contribui totalmente para o desempenho em campo, tanto no pré e pós quanto durante o jogo: “Essa é a atitude mental que tivemos o tempo todo. Estamos mantendo nossos pés no chão. Sabemos muito bem que tipo de equipe somos e que tipo de qualidades temos. É por isso que não olhamos mais além do próximo jogo, veremos como funciona e depois continuaremos trabalhando”.

Seleção da Suécia comemora classificação para as semifinais da Copa do Mundo na Rússia (Reprodução/FIFA)

Possível Escalação: Olsen; Krafth, Lindelöf, Granqvist e Augustinsson; Claesson, Larsson, Ekdal, e Forsberg; Berg e Toivonen. Técnico: Jan Anderson

INGLATERRA

Técnico inglês, Gareth Southgate, sobre a adversária: “Eles são um time que eu respeito muito. Eles têm uma identidade muito clara e tiveram resultados absolutamente incríveis, na verdade, contra países mais favorecidos e com maior reputação. Joguei partidas suficientes contra a Suécia ao longo dos anos e os assisti bastante em torneios para saber o quão forte eles são. Eles estão felizes em ter menos da bola, mas isso não afeta seus resultados, eles são realmente difíceis de marcar contra e nós vamos ter que jogar em um nível muito alto para ganhar o jogo”.

Para o jogo de amanhã diz que os jogadores estão com fome de sucesso e querem chegar o mais longe que puderem, com mais experiência na competição e quebrar recordes para alcançar um marco importante.

Capitão da Seleção Inglesa, Harry Kane, vibra vitória sobre a Colômbia (Reprodução/Reuters)

Possível Escalação: Pickford; Trippier, Walker, Stones, Maguire e Ashley Young; Dele Alli, Henderson e Lingard; Sterling e Harry Kane. Técnico: Gareth Southgate

RETROSPECTO

Suécia e Inglaterra nunca se enfrentaram em Copas do Mundo, sendo esta a primeira vez e ainda disputando por uma vaga nas semifinais. Em compensação, já se encontraram em cinco amistosos e duas EuroCopas:

Amistoso 1937Suécia 0 x 4 Inglaterra
Amistoso 1947Inglaterra 4 x 2 Suécia
Amistoso 1949Suécia 3 x 1 Inglaterra
Amistoso 1959Inglaterra 2 x 3 Suécia
Amistoso 1968Inglaterra 3 x 1 Suécia
Eurocopa 1992Suécia 2 x 1 Inglaterra
Eurocopa 2012Suécia 2 x 3 Inglaterra

 

Beatriz do Vale

Sobre Beatriz do Vale

Beatriz do Vale já escreveu 349 posts nesse site..

Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero.Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Beatriz do Vale
Beatriz do Vale
Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero.Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...

Artigos Relacionados

Topo