Suécia faz o simples e avança no Mundial Feminino

Blackstenius foi o nome do jogo ao marcar o gol da vitória européia

Na tarde desta segunda-feira (24), a Suécia enfrentou o Canadá em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo Feminina, disputada na França. Em partida bastante parelha, dois lances foi determinantes para os rumos da partida: um vacilo defensivo canadense e o VAR que foi muito utilizado pela árbitra do duelo.

1º Tempo

O jogo dos 45 minutos iniciais, foi melhor para a equipe canadense. Com mais posse de bola, a equipe conseguia controlar a partida, mas pouco chegava a meta das adversárias. Do outro lado, a mesma situação, mas tentou dois chutes que não alcançaram o alvo. Dessa forma, com o Canadá tendo as ações e a Suécia buscando alternativas de tomar a bola, o resultado não poderia ser outro a não ser o 0 x 0.

2º Tempo

A etapa complementar foi bem mais empolgante, com mais chances e emoção até 53 minutos de jogo. Mas foi aos 10′, que Asllani escapou em velocidade, e lançou para Blackstenius dividir com a goleira para fazer o primeiro gol do jogo. Aos 18 minutos, Sophie Schimdt apareceu livre na área para cabecear, porém a bola passou bem perto das trave de Lindahl. No mesmo lance, o VAR foi acionado e viu pênalti no toque no braço de Asllani. Janine Beckie foi para a cobrança e a goleira sueca fez grande defesa.

Aos 37′, em contra-ataque, a bola foi cruzada rasteira para Rolfö que foi derrubada dentro da área, porém, na revisão o VAR mostrou impedimento no início do lance e o pênalti não foi assinalado. No fim, em cobrança de escanteio, até a goleira Labbé foi para área, mas não foi o bastante para empatar o jogo para o Canadá.

E Agora?

Com o resultado, a Suécia avança no Mundial e terá pela frente a seleção da Alemanha, no próximo sábado (29), às 13h30 (horário de Brasília). O Canadá dá adeus a competição após duas vitórias e duas derrotas, fazendo pior resultado comparado ao torneio anterior, disputado em casa, quando chegou nas quartas de final.

Melhores Momentos

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 822 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Forza Football

 

Rivalo Apostas Esportivas
Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo