Sport vence Londrina pela Série B com hat-trick de Hernane Brocador

Vitória em casa deixou o Leão no G4

Na noite desta sexta-feira (24), no Estádio da Ilha do Retiro, em Recife, PE, Sport e Londrina se enfrentaram pela 5ª rodada do Brasileirão Série B. Os dois times venceram seus últimos confrontos: o Leão fez 2 x 1 no América-MG como visitante, enquanto o Tubarão triunfou sobre o Bragantino por 1 x 0 em casa.

1° TEMPO

Com três minutos de jogo, os donos da casa foram para cima: após o afastamento da zaga, Charles pegou de fora da área e de primeira. A bola foi desviada, chegando com veneno para o leve (e importante) desvio do goleiro Matheus Albino. Aos 12′, Sander passou para Guilherme dentro da área, tirou o zagueiro e tentou mandar no ângulo, mas a bola subiu muito.

Novamente Guilherme avançou com 27′ da primeira etapa: como no último lance, ele tentou mandar no ângulo, mas quase funcionou como um lançamento para Hernane (Brocador) cabecear, mas chegou atrasado. Mas a dupla funcionou três minutos depois, quando Guilherme cruzou rasteiro da direita para o Brocador mandar para o fundo do gol, deixando o Sport na frente. O Londrina chegou aos 38′, após cruzamento da direita de Raí Ramos, sobrou para Anderson Oliveira, que emendou o chute, mas a bola carimbou na zaga.

2° TEMPO

Dessa vez, os visitantes tomaram a iniciativa. Com sete minutos, após boa troca de passes, Uelber finalizou uma bola rápida, mas defensável para o goleiro Maílson. Aos 11′, Sammir foi avançando e mandou um balaço de fora da área, mas fora da meta. No minuto seguinte, Ezequiel cruzou dentro da área para Hernane, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes, ampliando a vantagem Rubro-Negra.

Mas nos próximos lances, o time paranaense reagiu. Aos 15′, teve cobrança de falta da direita e Augusto testou firme para as redes. E aos 18′, Uelber foi derrubado por Sander dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Germano bateu alto e empatou a disputa. Dois minutos depois, Leandrinho lançou do meio do campo para Ezequiel, que cabeceou dentro da área, mas para fora.

Aos 25′, Guilherme invadiu a área em jogada individual e mandou para o gol, mas novamente por cima. Quatro minutos depois, Hyuri deu passe rasteiro para Hernane, que marcou novamente no jogo, colocando novamente os pernambucanos à frente. Dois minutos depois, Higor Leite foi ousado e arriscou um gol olímpico, porém Maílson espalmou.

Aos 43′, Maílson errou na saída de bola e Arthur Caculé finalizou, mas a zaga deu o carrinho certeiro para bloquear o ataque. Aos 47′, Germano desviou de cabeça e Uelber esticou-se todo para empurrar a bola para o gol, mas ele não alcançou. Final de jogo: 3 x 2 para o Sport.

E AGORA?

Com a vitória, o Leão pernambucano entrou na zona de acesso para a Série A, ficando com 9 pontos na 4ª colocação. Na próxima rodada, o Sport encara o Operário na terça-feira (28), às 19h15 (horário de Brasília), no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, PR. Já o Tubarão, com a derrota, não retoma a liderança e cai para o 3º lugar, mas permanece no G4 com 10 pontos. O próximo compromisso do Londrina será contra o Vila Nova no sábado (1), às 16h30 (horário de Brasília), no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, GO.

MELHORES MOMENTOS

André Borges

Sobre André Borges

André Borges já escreveu 57 posts nesse site..

Me chamo André Borges, sou Paulista (tanto de naturalidade como torcedor do time de Jundiaí), tenho 20 anos e sou estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Antes, eu estudava no Centro Universitário Campo Limpo Paulista (UNIFACCAMP) e lá participei do jornal laboratório "O Jornaleiro" por dois anos. Comecei a gostar de futebol com 12 anos, na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Prefiro Libertadores do que Champions League.

1X Bet
André Borges
André Borges
Me chamo André Borges, sou Paulista (tanto de naturalidade como torcedor do time de Jundiaí), tenho 20 anos e sou estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Antes, eu estudava no Centro Universitário Campo Limpo Paulista (UNIFACCAMP) e lá participei do jornal laboratório "O Jornaleiro" por dois anos. Comecei a gostar de futebol com 12 anos, na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Prefiro Libertadores do que Champions League.

Artigos Relacionados

Topo