Sexta rodada para definir o futuro da dupla Re-Pa no Parazão

Sexta rodada para definir o futuro da dupla Re-Pa no Parazão

De um lado um velho/novo treinador, já o outro na corda bamba. A dupla Remo e Paysandu não vêm tendo vida fácil no início de ano e mais uma rodada do Parazão vem aí para colocar os dois times nos trilhos, para seguir adiante no ano. Ao contrário dessa realidade está o Independente, que ainda não sabe o que é perder no campeonato e segue firme na competição.

Parazão 2018- 6ª rodada

07/02 – Quarta-feira

Castanhal 4 x 1 Águia de Marabá

No Modelão, o jogo antecipado para desta rodada aconteceu no dia 07 de fevereiro. Tanto Castanhal, quanto Águia tinham os mesmos pontos tinham que vencer para escapara da degola. Melhor para o Japiim que venceu por 4 a 1, e show de Dedeco, autor de três gols na partida, se tornando o artilheiro do estadual com cinco gols, Ramon fez outro gol do Castanhal e Léo Pará diminuiu para o Azulão.

Foto: Magno Fernandes

17/02 – sábado

Parauapebas x Paysandu

No Rosenão, o Parauapebas tentará sair da zona do rebaixamento contra o Paysandu de técnico novo. Durante a semana, o bicolor demitiu Marquinhos Santos e contratou Dado Cavalcanti para seu lugar, que fará sua estreia nesse fim de semana. Todos esses ingredientes já fazem desse jogo um dos mais importantes no campeonato até aqui.

Foto: Facebook/Paysandu

Paragominas x Independente

O líder do grupo 1, o Independente, recebe o quarto colocado no grupo 2 do Parazão. Para se manter na ponta, o Galó Elétrico terá que conseguir o que ainda não fez no campeonato vencer fora de casa. Foram dois jogos até aqui, e dois empates. Enquanto isso o Paragominas jogará em busca da sua primeira vitória em seus domínios.

18/02 – Domingo

Cametá x São Raimundo

O Mapará receberá o Pantera no Parque do Bacurau em Cametá para sair da última posição do grupo 1 do Parazão. Para isso precisa de algo que ainda não conseguiu no torneio: vencer. O Cametá jogou quatro jogos na competição empatando dois e perdendo dois, e ainda tem um jogo adiado contra o Remo. Já o São Raimundo espera manter a boa sequência que vem construindo para subir de vez na tabela.

Bragantino x Remo

Tubarão e Leão finalizam a sexta rodada do Parazão. O Remo vem de eliminação na Copa Verde contra o Manaus e espera no estadual recuperar a empolgação para o começo do ano. Já o Bragantino vem muito bem na competição e conseguiu uma excelente vitória em Parauapebas contra o time da casa, assim o que falta de empolgação de um lado, não falta no outro para o jogo deste domingo.

Foto: Ascom/Remo

Confira como está a tabela do Parazão com um jogo já disputado nesta rodada:

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 643 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

1X Bet
Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo