Seleção FNV Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019

A redação do Futebol na Veia separou os principais destaques da competição que acaba nesta sexta-feira (25)

A 50ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior foi um sucesso, assim como suas outras edições. Com 253 jogos disputados antes da decisão, tendo 3.088 atletas inscritos, muitas emoções e partidas que alegraram quem esteve presente nas 32 sedes, espalhadas pelo estado de São Paulo. Toda competição tem seus destaques, e a equipe do Futebol na Veia cobriu todas as partidas, e fez a seleção da Copinha com os melhores jogadores da competição. A final será realizada nesta sexta-feira (25), no estádio do Pacaembu.

Goleiro: Alexander (Vasco)

Alexander Silva de Lucena, nasceu em São Gonçalo (RJ), em 31 de Maio de 1999 (19 anos). Chegou ao clube em 2008 e, desde então, vem passando pelas categorias de base da equipe. Esta é a terceira Copinha que ele disputa e, obviamente, sonha subir o degrau ao time profissional. O goleiro foi um dos destaques da equipe finalista da competição, defendendo muitos lances perigosos, e sendo o herói do Gigante da Colina nas quartas de finais, no qual defendeu dois pênaltis no duelo contra o Volta Redonda e classificando a equipe carioca às semifinais.

Lateral direito: Cayo Tenório (Vasco)

Cayo tem 19 anos, nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e está no clube carioca desde os 12 anos, onde começou na equipe de futsal e aos poucos foi progredindo ao campo. O jovem lateral ganhou destaque nesta Copinha não só pelo seu poder de marcação, mas muito pela sua facilidade na chegada ao ataque, e já anotou três assistências nesta competição, da qual disputa pela terceira vez.

Zagueiro direito: Tuta (São Paulo)

O zagueiro Lucas Melo, mais conhecido como Tuta, está em sua segunda decisão de Copa São Paulo, o alto e rápido defensor esteve na final do ano passado, mas atuando como lateral direito, o que explica sua desenvoltura com a posse de bola, e auxiliando o primeiro volante Diego, nas criações das jogadas vindas do setor defensivo. O camisa 3 tem 19 anos, e já integrou o banco de reservas do profissional nas últimas partidas no ano passado.

Zagueiro esquerdo: Morato (São Paulo)

O zagueiro Morato é daqueles zagueiros que mostram elegância no setor defensivo, tanto que um dos seus ídolos, é o capitão do Real Madrid, Sérgio Ramos. O jogador é recém chegado da equipe Sub-17 e ainda desfruta de seus 17 anos, na sua primeira participação no torneio. O camisa 5 disputou a última edição da Copa RS, da qual o Tricolor terminou com o vice-campeonato e o atleta ganhou o prêmio de melhor jogador da competição.

Lateral esquerdo: Bidú (Guarani)

A melhor campanha da equipe bugrina desde 2002, colocou três jogadores em nossa seleção, o primeiro deles é o jovem ala de 19 anos, que está na equipe desde o ano passado, vindo da Portuguesa. O canhoto se destacou por sua força física e pela sua forte chegada da defesa ao ataque. A expectativa em cia do atleta é tanta, que o treinador Osmar Loss brecou a contratação de outro lateral e inscreveu o jogador na lista B, para a disputa do Paulistão 2019.

Volante: Mateusinho (Guarani)

O segundo destaque do Guarani fica por conta de Mateusinho, o jogador também chegou ao clube no ano passado, após estar na Lusinha. O jogador tem apenas 19 anos e estava na equipe principal no elenco profissional que disputou a série B no ano passado, e chegou a atuar durante alguns minutos. O atleta mescla boa marcação com excelente saída de jogo, e desfila habilidade ao arrancar pelo meio. Ao término da Copinha, o jogador integrará o elenco principal.

Meia direita: Fabrício Oya (Corinthians)

O meia corintiano está com seus 19 anos, tendo participado de sua quarta edição de Copa São Paulo, da qual foi finalista em 2017, quando a equipe foi campeã em cima do Batatais-SP. O camisa 10 foi destaque em uma equipe que era bem montada e jogada em prol do jogador, que abrilhantou os jogos do Timãozinho com belos passes e assistências para seus companheiros.

Meia esquerda: Lucas Santos (Vasco)

O baixinho de 1,64 metros de altura, vem se destacando nesta Copa São Paulo por seu talento em conduzir o meio-campo vascaíno e pela liderança que tem sobre seus companheiros. Na semifinal diante do Corinthians, o capitão da equipe perdeu um pênalti quando o duelo ainda estava em 2 x 1, porém na disputa de pênaltis ele pediu pra ser o primeiro batedor dos cariocas e converteu. O jovem de 19 anos está em sua quarta competição e tentou levar o Vascão ao título este ano. Inclusive marcou o primeiro gol de seu time na final contra o São Paulo, de falta, deixando o Vasco vivo no jogo. O time da Colina ainda empatou a partida, mas perdeu nos pênaltis.

Atacante direito: Antony (São Paulo)

O veloz atacante de 18 anos está em sua segunda decisão de Copinha, no ano passado ele entrou no segundo tempo diante do Flamengo. Mas, desta vez, foi o principal destaque da equipe paulista, não só pelos gols decisivos, mas, principalmente, pelas assistências. Foram seis no total e todas para o artilheiro do campeonato, Gabriel Novaes. O camisa 7 participou de três partidas no Brasileirão na temporada de 2018, todas vindo do banco de reservas, e está cotado a fixar-se no profissional ao término da competição.

Atacante esquerdo: Davó (Guarani)

O nome é Matheus Alvarenga, mas o cômico apelido é justamente por ser “da Vó”, e o queridinho da vovó deixou a senhora muito feliz nesta Copa SP. O atacante marcou seis gols, sendo quatro na goleada diante do Internacional por 5 x 0. Mas, além da fase artilheira, o jogador ajudava muito no trabalho tático da equipe, com belos passes e abrindo espaço para quem vinha de trás. O matador tem 19 anos é outro que veio da Portuguesa.

Centroavante: Gabriel Novaes (São Paulo)

O atleta foi o artilheiro da competição com 10 gols, e poderia ter sido mais, já que por conta de expulsão diante do Cruzeiro, nas quartas de final, o jogador ficou de fora da semifinal. Outro que também estava na decisão do ano passado, da qual foi titular, mesmo não atuando entre os 11 no decorrer daquele ano. Gabriel Novaes marcou na decisão e confirmou-se como artilheiro da Copinha 2019.

Técnico: Orlando Ribeiro (São Paulo)

Não apenas por ser o treinador campeão, mas que fez um ótimo trabalho comandando a equipe Tricolor até a final, ele fez. Começando por pegar um elenco completamente desfigurado, por ter jogadores como Helinho cedido de vez ao profissional, Luan, Igor Gomes, Walce e Toró que estão com a Seleção Brasileira na disputa do Sul-Americano Sub-20. Para “piorar” houve uma reformulação na categoria, com muitos jogadores que estavam no Sub-17 subindo para o 20, mas muitos deles, com a batuta de Orlando, são grandes destaques no torneio.

Melhor jogador: Antony (São Paulo)

O camisa 7 Tricolor comandou a equipe nesta ótima campanha. Para muitos foi um retrocesso na carreira, pois terminou o ano nos profissionais, mas o atleta deixou a para trás a impressão de ser apenas mais um velocista. Nesta Copa São Paulo mostrou ser um ótimo pensador, muitas das ações ofensivas começavam com o atacante que saía das beiradas e chegava ao meio para organizar a equipe, tanto que é o maior garçom do campeonato, com seis passes para gol.

https://twitter.com/Antony00_/status/1088913978095558656

Avatar

Sobre Alexsander Vieira

Alexsander Vieira já escreveu 470 posts nesse site..

Olá, me chamo Alexsander Vieira, tenho 21 anos e um amor intenso por futebol. Sou estudante de jornalismo pela FAM. Quando pequeno, pensava em trabalhar com o futebol, como jogador. Por situações não harmoniosas esse sonho se dissolveu, porém achei outra maneira de continuar no esporte. Foi com as mãos que decidi trabalhar, informar minha nação com os melhores acontecimentos, e sempre ter credibilidade no que passo à frente.

1X Bet
Avatar
Alexsander Vieira
Olá, me chamo Alexsander Vieira, tenho 21 anos e um amor intenso por futebol. Sou estudante de jornalismo pela FAM. Quando pequeno, pensava em trabalhar com o futebol, como jogador. Por situações não harmoniosas esse sonho se dissolveu, porém achei outra maneira de continuar no esporte. Foi com as mãos que decidi trabalhar, informar minha nação com os melhores acontecimentos, e sempre ter credibilidade no que passo à frente.
http://www.radioprado.com.br

Artigos Relacionados

Topo