Seleção Brasileira está fora do Pan-Americano 2019

Competência por um lado, incompetência por outro: entenda os motivos por trás da ausência das equipes feminina e masculina
Jogos Pan-Americanos 2019

Nem para o masculino e nem para o feminino. Ambas as Seleções Brasileiras estão fora dos Jogos Pan-Americanos de Lima. No entanto, os motivos são bem opostos. Enquanto a equipe dos homens se ausenta da competição por fracasso no futebol, o time das mulheres não marca presença por conta de tamanha competência.

Após uma péssima campanha no Campeonato Sul-Americano sub-20, a Seleção Masculina conquistou a quinta posição do torneio e não se classificou para os Jogos e nem para o Mundial. Por outro lado, a Seleção Feminina foi campeã da Copa América 2018, após terminar a competição invicta, com 31 gols marcados e apenas dois sofridos. Resultados que, no entanto, garantiram à equipe das meninas a vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

A Conmebol definiu que o campeão da Copa América tivesse vaga para o Mundial e para os Jogos Olímpicos de 2020. Para o Pan, iriam apenas o terceiro e o quarto colocados da competição. Sendo assim, ler que a Seleção Brasileira Feminina está fora do Pan-Americano 2019 é motivo de comemoração. Desta forma, no futebol masculino, disputarão as seleções do:

Grupo A – Equador, Argentina, México e Panamá

Grupo BUruguai, Peru, Jamaica e Honduras

Já no futebol feminino, a disputa será entre:

Grupo A – Colômbia, Paraguai, México e Jamaica

Grupo B – Argentina, Peru, Costa Rica e Panamá.

Jogos Pan-Americanos 

A edição 2019 começou na quarta-feira (24), mas a abertura oficial aconteceu na última sexta-feira (26). A competição acontece em Lima, no Peru, e se encerra com cerimônia no dia 11 de agosto. Desta vez, a Seleção Brasileira está fora do Pan-Americano 2019, mas carrega em seu histórico dos Jogos: quatro medalhas de ouro (1963, 1975, 1979 e 1987), duas  de prata (1959 e 2003) e duas de bronze (1983 e 2015), pela Seleção Masculina. Entretanto, pelo lado feminino, das cinco edições disputadas até hoje, o Brasil subiu ao pódio em quatro. Foram três ouros (2003, 2007 e 2015) e uma prata (2011).

Renata Toddai

Sobre Renata Toddai

Renata Toddai já escreveu 21 posts nesse site..

Renata Toddai, 21 anos, recém-formada em jornalismo pela PUC-Campinas e apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Fiz um curso de jornalismo esportivo, recentemente, com o referência no segmento, Alexandre Praetzel, e desde então a minha certeza em vivenciar a comunicação esportiva só aumentou. Hoje, sou redatora em uma agência de marketing digital e escrevo para o FNV.

BetWarrior

Renata Toddai
Renata Toddai
Renata Toddai, 21 anos, recém-formada em jornalismo pela PUC-Campinas e apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Fiz um curso de jornalismo esportivo, recentemente, com o referência no segmento, Alexandre Praetzel, e desde então a minha certeza em vivenciar a comunicação esportiva só aumentou. Hoje, sou redatora em uma agência de marketing digital e escrevo para o FNV.
http://redacao%20fnv

Artigos Relacionados

Topo