Segue o líder! Santa Cruz emenda segunda vitória e Sport decepciona na Arena de PE

- Na abertura da segunda rodada do estadual, tricolores e rubro-negros têm inícios de temporada distintos
Santa Cruz .

Neste meio de semana, teve início a 2ª rodada do Campeonato Pernambucano. Assim, o Retrô recebeu o Santa Cruz, nos Aflitos, já que o clube de Camaragibe não possui estádio próprio e revezará também com a Arena de Pernambuco. Na partida, o estreante na elite saiu na frente com Jaildo, mas viu os Tricolores virarem para 2 x 1 na etapa final com Danny Morais e Mayco Felix. Já na Arena de Pernambucano, enquanto a Ilha do Retiro está em reformas, o Sport recebeu o Vitória-PE. No entanto, mesmo com um bom primeiro tempo em que Juninho abriu o placar, o Leão cedeu o empate em 1 x 1 com Erverson, no final do confronto.

Logo, com os resultados, Santa Cruz segue líder do estadual com seis pontos e duas vitórias nos dois primeiros jogos. Enquanto que o Retrô estaciona nos três pontos e é o vice-líder. Já o Sport segue sem vencer, mas sobe para a 5ª posição com dois pontos e o Vitória-PE é o 7º lugar com um ponto. Na próxima rodada, o Leão recebe o Central, na terça-feira (28), às 20h (horário de Brasília). Já a Fênix visita o Afogados, no sábado (1/2), às 16h (horário de Brasília). Por fim, no domingo (2/2), às 16h, tem o choque de tricolores entre a Cobra Coral e o Taboquito.

CAMPEONATO PERNAMBUCANO – 2ª RODADA

RETRÔ 1 x 2 SANTA CRUZ

Com um início promissor, em que o Santa Cruz já havia chegado em dois chutes, um deles com perigo de Patrick Nonato, o Tricolor cedeu espaços. Assim, o Retrô explorou o lado esquerdo com Willian Lira e Tiago Costa. Aos 11′, em cobrança de falta, Jaildo cabeceou para abrir o placar. Após o gol, o jogo ficou equilibrado. Dessa forma, a Cobra Coral era mais presente no campo de ataque, mas pecava na conclusão. O artilheiro Pipico tentou de todas as formas, mas a noite não era dele, que batia fraco ou isolava a redonda. Logo, as equipes foram para o vestiário com o placar de 1 x 0 a favor da Fênix de Camaragibe.

Na volta do intervalo, o panorama da partida se manteve. Aos 5′, após escanteio, William Alves desviou, de cabeça, e Pipico bateu levando perigo. Assim, a resposta do Retrô veio em seguida com Willian Lira, de frente para o gol, que bateu cruzado e Maycon salvou o Santa Cruz. Na sequência, em escanteio, Danny Morais subiu mais alto que a marcação para deixar tudo igual. E, aos 19′, Paulinho cruzou na área e Mayco Felix, de letra, virou o jogo para o Tricolor. Após, Pipico e Augusto Potiguar tentaram aumentar a vantagem. Já a Fênix, sempre por meio de Willian Lira, levou perigo, mas Maycon salvou de novo.

SPORT 1 x 1 VITÓRIA-PE

Já o Sport, fez um bom jogo na etapa inicial, dominando e controlando a partida. Ainda com a base, aos 11′, o Leão chegou ao gol em jogada pela esquerda com Vicente que tocou no meio para Juninho arrematar, abrindo o placar. Assim, o Rubro-Negro povoa o campo de ataque e não permitia as investidas do Vitória-PE, que não passava do meio campo. No entanto, pecava na finalização. Aos 34′, Pablo Pardal teve boa chance, livre na área, mas mandou por cima do gol. Em seguida, o zagueiro Chico finalizou de longe e a bola passou perto do travessão adversário. Já na reta final, os visitantes chegavam, mas a bola era travada pela defesa.

Na etapa final, o Sport começou pressionando em busca do segundo gol com Elton desperdiçando boa chance de cabeça. Em seguida, o jogo ficou feio com os atacantes das duas equipes concluindo muito mal no último terço do campo. Assim, restou ao Leão explorar bolas em profundidade que não chegavam ao gol. Aos 25′, Ronaldo arriscou de longe, a redonda passou à esquerda de Felipe Alysson. No entanto, aos 28′, Willian Farias recuou mal, Chico furou e Erverson roubou a bola e bateu cruzado para empatar a partida. Após o gol, as equipes tentaram virar o jogo, mas nada que ameaçasse o resultado final.

Foto Destaque: Divulgação / Santa Cruz

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 338 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

365 Scores

BetWarrior


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados

Topo