São Paulo x Guarani – Semifinal da Copinha 2019 com torcida única e um paulista garantido na decisão

A Polícia Militar e a Federação Paulista confirmaram na tarde de segunda-feira (21) que a semifinal será com torcida única por questões de segurança

Pela semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019, o São Paulo recebe o Guarani nesta terça-feira (23), às 19h15 (horário de Brasília), na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, no interior de São Paulo. O Tricolor Paulista chega a esta fase da competição após eliminar o Cruzeiro no pênaltis em partida que terminou 1 x 1 no tempo normal. Já o Bugre enfrentou o Figueirense e venceu por 2 x 1. A Polícia Militar e a Federação Paulista confirmaram na tarde de segunda-feira (21) que a semifinal será disputada com torcida única por questões de segurança. Segundo a nota enviada à imprensa pela PM, apenas os tricolores vão poder entrar “devidamente caracterizados” na Fonte Luminosa, já que o São Paulo é o mandante por ter melhor campanha (leva vantagem no saldo: 16 a 14) e atuou toda competição em Araraquara. A Federação Paulista de Futebol se manifestou oficialmente sobre o assunto na sequência:

“A Federação Paulista de Futebol informa que, conforme a recomendação do Ministério Público Estadual e da Polícia Militar do Estado de São Paulo, a partida entre São Paulo e Guarani, válida pela semifinal da Copa São Paulo Jr., nesta terça-feira (22), em Araraquara, será disputada com torcida única da equipe com melhor campanha até esta fase da competição, o São Paulo”.

São Paulo

O time do Morumbi é tricampeão da competição, mas seu último título foi em 2010. A equipe tricolor perdeu o título para o Flamengo no ano passado e busca o retorno ao posto mais alto. O grande destaque do time é o atacante Gabriel Novaes, artilheiro do torneio com nove gols. Porém, o matador é desfalque para a partida de hoje. O jogador foi expulso nos últimos minutos do duelo frente ao Cruzeiro. O técnico Orlando Ribeiro não deu pistas de quem será o substituto, mas falou sobre o comandante rival:

“Sabemos que o Guarani é uma equipe muito bem armada pelo Márcio Zanardi. Conheço muito bem o trabalho dele, que é muito vencedor”, afirmou o treinador são-paulino.

As principais opções são o meia Ed Carlos e o atacante Vitinho. Provavelmente Fabinho deve ser adiantado do meio-campo ao ataque e Ed Carlos entre no meio, uma vez que é o único meio-campista disponível. A equipe já não conta com Gabriel Sara, que se lesionou ainda na fase de grupos. O time são-paulino entrou forte no torneio mais uma vez, mesmo sem a presença de nomes como Igor Gomes, Toró, Walce e Luan, convocados pela seleção para a disputa do Sul-Americano Sub-20.

https://twitter.com/SaoPauloFC/status/1087522444053827584?s=19

Peças como o goleiro Thiago Couto, firme debaixo das traves, o São Paulo tem um time consistente defensivamente e muito rápido no ataque. Na ausência de Walce, o zagueiro Morato se destaca. Além do bom posicionamento, rouba bolar e antecipa aos rivais com facilidade, sem contar a liderança nata. Diego faz uma espécie de líbero, iniciando as jogadas e ainda protege a defesa quando o time está sem a bola.

“O Guarani é uma equipe muito bem armada pelo Márcio Zanardi. O São Paulo terá que tomar cuidado, acertar nos ajustes feitos e não errar nos detalhes para chegar à final. Esperamos estar dia 25 em São Paulo e ter a torcida também ao nosso lado”, afirmou o técnico Orlando Ribeiro.

https://twitter.com/SaoPauloFC/status/1087333912089632769?s=19

Provável escalação: Thiago Couto; Caio, Morato, Tuta e Wellington; Diego, Rodrigo Nestor e Ed Carlos (Vitinho); Paulinho, Antony e Fabinho. Técnico: Orlando Ribeiro.

Guarani

Bugre não tem um desfalque com a mesma relevância do adversário, mas Felipe, volante, deixou o jogo passado com problemas musculares, também treinou sem problemas e deve ir a campo. O artilheiro da equipe, o atacante Davó, é outro que gerou dúvidas. O jogador saiu lesionado contra o Figueirense, porém, assim como o colega de equipe, também treinou em campo e deve reforçar o Guarani. O desempenho do jogador é observado de perto pela comissão técnica de Osmar Loss, que busca um meia-atacante para completar o elenco principal.

Os Bugrinos também contam com as jogadas e bolas paradas do lateral esquerdo Bidú, ótimo atleta ofensivamente. Mateusinho já teve a chance de jogar no time principal e abusa da habilidade com dribles curtos como diferencial. Outro destaque verde é Pedro Acorsi, volante que inclusive integrou o banco de reservas na estreia do Paulistão e além de proteger a defesa, tem boa chegada ao ataque. O time campineiro venceu a Copa São Paulo em 1994 e vem a fim de quebrar esse jejum em 2019.

Provável escalação: Guilherme Gallis; Lucas Ferron, Pedro Moraes, Victor Ramos e Bidú; Felipe, Mateusinho e Acorsi; Davó, Lucas Bulhões e Renan. Técnico: Márcio Zanardi.

Retrospecto

São Paulo estreou na Copinha goleando o Holanda por 7 x 2. Na 2ª rodada venceu o Serra por 3 x 0 e encerrou a primeira fase com um empate com a Ferroviária que lhe deixou na 2ª posição do grupo 7. Na fase seguinte, triunfaram sobre o Rio Claro por 3 x 0. N 3ª fase, novamente enfrentaram a Ferroviária, mas desta vez levaram a melhor por 2 x 0. Mais uma vitória nas oitavas de final, frente ao Mirassol por 3 x 0. E na última rodada empataram por 1 x 1 com o Cruzeiro e venceram por 6 x 5 nos pênaltis.

Já o Guarani empatou as duas primeiras partidas por 1 x 1, com Taquaritinga e Bahia, mas garantiu sua classificação na liderança com um 6 x 0 frente ao Boavista. Venceram a Votuporanguense na 2ª fase, golearam o Internacional por 5 x 0 em seguida, chegando às oitavas, onde ganharam do Botafogo-RJ por 1 x 0, antes de eliminaram o Figueirense oor 2 x 1 na última partida.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1166 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.

BetWarrior

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo