São Lázaro, o herói da nação brasileira!

Meia do Flamengo ajudou a Seleção Brasileira no Mundial Sub-17
São Lázaro, o herói da nação brasileira!

A noite do dia 17 de novembro ficará marcada na mente do jovem Lázaro. Na final do Mundial Sub-17, ele foi o autor do gol que deu a vitória ao Brasil, diante do México, por 2 x 1, aos 48′ do segundo tempo. Anteriormente, o menino já tinha feito também o tento que garantiu o time na decisão, na partida contra a França. Em entrevista ao Futebol na Veia, ele comentou sobre esses assuntos, e sobre o apoio da torcida que motivou o time desde o início.

Como foi ganhar o Mundial?

A princípio, Lázaro falou sobre o sentimento de ser campeão mundial ainda tão jovem.

Ser campeão sub-17 é incrível. A ficha ainda não caiu, mas foi um momento de muita felicidade, não só pelo título, mas pelos dias e tudo que convivi lá.

O Brasil foi campeão vencendo todos os jogos, fazendo 19 gols e tomando apenas quatro, nas seis partidas que fez. Lázaro conta que a equipe sempre esteve focada e unida no objetivo principal.

A equipe estava bem focada e ligada no nosso objetivo que era ser campeão. Em nenhum momento nos colocamos para baixo, sempre com a cabeça positiva, que nós seríamos campeões. A principal virtude dessa equipe é a união, a parceria e amizade que a gente estava tendo dentro e fora do campo.

(Divulgação/CBF)

Decisivo no momento crucial, Lázaro relata que sempre esteve tranquilo, sempre contando com a proteção divina.

Fiquei bastante feliz e orgulhoso pelos gols e pela atuação nos jogos. Toda vez que eu entrava no campo, pedia a proteção a Ele e ali ficava bastante tranquilo. Tem que ter cabeça boa nesse momento, porque quando você está no banco pode decidir jogos, e tive a oportunidade de decidir.

A torcida lado a lado com o time

A torcida foi sempre presente durante os jogos, e virou marca registrada. Segundo Lázaro, o apoio de quem esteve no estádio, foi crucial para que o título acontecesse.

A torcida esteve presente e foi muito incrível. Toda vez que entrávamos para a aquecer, víamos todos aqueles torcedores nos apoiando, nos incentivando. Então a gente que estava dentro campo, sabíamos que eles estavam querendo o nosso melhor. E foi por eles e pela nossa família que demos o nosso máximo.

Dentro da torcida, tinha pessoas muito importantes, que estão sempre presentes: a família. Em todos os jogos, as famílias estavam unidas, assim como os jogadores. Lázaro diz que o apoio deles é importante na caminhada do futebol.

Quando você estar com a família junto, nos apoiando, querendo o nosso melhor, nos dar uma motivação muito maior, pois é por eles que está nessa luta e batalhando para melhorar a vida deles e nossa também. Então quando a gente ver os nossos familiares todos juntos lá, nos enche de orgulho.

(Divulgação/CBF)

O maior sonho de Lázaro

Por fim, ele comenta que seu maior sonho é ser jogador do time principal do Flamengo, conquistar títulos e ser ídolo da nação rubro-negra.

Meu sonho sempre foi estar no profissional do Flamengo, fazer história, ganhar títulos e ser ídolo. Então entrego tudo na mão de Deus, para que tome a frente de todas as coisas e se tudo der certo ter uma oportunidade no profissional. Mas é muito pé no chão, trabalho e cada mais dando o meu melhor. Entrego nas mãos de Deus para que ele continue me abençoando cada vez mais e continuar com os pés no chão e muito trabalho para alcançar meus objetivos dentro do clube.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 837 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.


 

Rivalo Apostas Esportivas
Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo