Santos faz contraproposta a Apoel por lateral Caju

Alvinegro pediu ao menos 800 mil, inicialmente, pelo lateral esquerdo

Após uma proposta feita por Apoel, do Chipre, nesta segunda-feira (17), ao Santos, pela permanência de Caju, a equipe santista apresentou uma contraproposta. Nesta quarta-feira, os Alvinegros pediram, ao menos, 800 mil inicialmente. Entretanto, a oferta fez esfriar as negociações pelo jogador. Já que o lateral esquerdo tem contrato até dezembro e pode assinar um pré-acordo a partir de julho, o Apoel não ofereceu dinheiro. A oferta foi de 10% dos direitos econômicos e bônus por metas alcançadas, como a classificação para a Liga dos Campeões. Porém, o Peixe não se agradou da proposta e pediu ao menos 800 mil – valor de luvas pago pela antiga gestão na renovação de contrato do lateral.

Mas o Apoel afirma que a proposta da equipe é um pouco distante da realidade atual. Mesmo sabendo da necessidade para a temporada, a equipe do Chipre diz que se não poder contar com Caju, irá correr atrás de outro lateral do Brasil. Apesar de tudo, o clube tem pressa pois iniciará a pré-temporada na Áustria a partir de domingo.

“Caju tem reapresentação no Santos marcada para a próxima segunda-feira, mas nessa última semana clubes da Dinamarca, um do México, um de Portugal e outro da Turquia tentaram avançar pela contratação dele. A ideia de todos é contar com ele em definitivo e livre por causa do pré-contrato disponível a partir de julho. O Apoel tem a mesma ideia, o representante está no Brasil e fez uma proposta ao Santos, porém ainda não teve retorno”, disse Vinicius Nascimento, um dos representantes de Caju.

Caju tem 23 anos e foi promovido ao elenco profissional do Santos em 2014, mas nunca se firmou como titular. Em 2017, ele esteve bem perto de ser negociado com o Lille-FRA.

Vanessa Cristina

Sobre Vanessa Cristina

Vanessa Cristina já escreveu 12 posts nesse site..

Olá, me chamo Vanessa, tenho 23 anos, sou alagoana, estudante de Jornalismo da UFAL em busca de um sonho. Luto para descontruir a figura da mulher apenas como musa no futebol e busco espaço profissionalmente. Aos poucos, nossa classe vem buscando desfazer a ideologia de "futebol é coisa de homem" e estamos ocupando espaço no mundo da bola. Seja na arquibancada, dentro de campo ou fora de campo, LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER.


 

365 Scores

 

Vanessa Cristina
Vanessa Cristina
Olá, me chamo Vanessa, tenho 23 anos, sou alagoana, estudante de Jornalismo da UFAL em busca de um sonho. Luto para descontruir a figura da mulher apenas como musa no futebol e busco espaço profissionalmente. Aos poucos, nossa classe vem buscando desfazer a ideologia de "futebol é coisa de homem" e estamos ocupando espaço no mundo da bola. Seja na arquibancada, dentro de campo ou fora de campo, LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER.

Artigos Relacionados

Topo