Saiba como cada time pode mandar o jogo final da MLS

Com as finais de conferência definidas, agora é hora de fazer as contas
Saiba como cada time pode mandar o jogo final da MLS

Os playoffs da MLS rolam a todo vapor desde o último fim de semana. As partidas desta quarta e quinta-feira, definiram ost finalistas de cada conferência do torneio nacional. O time do Toronto bateu o New York FC por 2 x 1, o Seattle venceu o Real Salt Lake por 2 x 0, mesmo placar da vitória do Atlanta sobre o time do Philadelphia Union. Por fim, o Los Angeles FC venceu o Los Angeles Galaxy, em partida eletrizante.

Com as quatro equipes finalistas definidas, agora é o momento de fazer as contas para uma possível final. Como cada time pode sediar a final do torneio nacional? A seguir, o Futebol na Veia traz um resumo de como os clubes chegam a esse ponto na competição, onde o melhor time na fase regular, receberá a responsabilidade de mandar em seu estádio.

Los Angeles FC em vantagem

Não importa qual rival virá do Leste, mas se Los Angeles FC vencer o Seattle Sounders, o Banc of California será o palco da decisão. Com 72 pontos na Supporters Shield, a franquia de Carlos Vela e companhia, terá a honraria de sediar o jogo decisivo.

Caso o Atlanta passe pelo Toronto, Josef Martínez e seus companheiros torcem para o Seattle Sounders avançarem. O time foi o 2º colocado no geral com 58 pontos ganhos na fase regular. Enquanto isso, o Sky of Blue só disputam a final em casa, com um possível avanço de Toronto à final junto com eles. Já os canadenses, sabem que se chegarem ao jogo decisivo, não disputam em casa.

Quando a acontece a final?

A final da competição está programada para o dia 10 de novembro. Porém, antes disso, as finais de conferência acontecem na próxima terça e quarta-feira (29 e 30 de outubro). Sendo assim, Los Angeles FC recebe o Seattle Sounders no Banc of California. Já no dia seguinte, o Atlanta United encara o Toronto FC, no Mercedez-Benz Stadium.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 842 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

BetWarrior

Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo