Sábado de coadjuvantes em busca de um lugar ao sol no Chinês

Guangzhou R&F, do belga Mousa Dembéle, visita o Chongqing Dangdai, enquanto o recém-promovido Shenzhen enfrenta o Hebei China Fortune

Dando continuidade a 1ª rodada da Superliga Chinesa 2019, mais dois jogos acontecem neste sábado (2). Em casa, no Centro Esportivo Olímpico de Chongqing, o Chongqing Dangdai recebe o Guangzhou R&F, às 4h30 (horário de Brasília). Um pouco mais tarde, às 9h (horário de Brasília), o recém-promovido Shenzhen enfrenta o Hebei China Fortune, no Shenzhen Universiade Sports Center. Na sexta-feira, quatro jogos marcaram a abertura do Campeonato Chinês.

Superliga Chinesa – 1ª rodada

Chongqing Dangdai x Guangzhou R&F – 4h30

Os donos da casa pouco se movimentaram na janela de transferências a fim de reforçar seu elenco, apesar de terem lutado contra o rebaixamento até a última rodada, sendo que empataram em pontos ao final do torneio com Tianjin Teda e o rebaixado Changchun Yatai, todos com 32 pontos. O que salvou a equipe foi o forte sistema defensivo, por incrível que pareça. Foram 46 gols sofridos em 30 jogos, sendo a 7ª melhor defesa, atrás apenas dos cinco primeiros colocados e do Henan Jianye, que ficou uma posição acima. O ataque, no papel, é forte, com Alan KardecFernandinhoFernando Conceição, trio brasileiro, são os homens de frente.

Kardec foi o artilheiro do time no campeonato com 16 gols. Porém, o time achou que precisava preencher a última vaga de estrangeiro (que em 2019 mudou para quatro, sendo que apenas três podem estar entre os 11 em campo) e contratou o polonês Adrian Mierzejewski, com passagens por times de segundo escalão da Europa e que estava na Superliga Chinesa de 2018, atuando pelo Changchun Yatai.

https://twitter.com/seb_perpignan/status/1101061476121493504

Enquanto isso o R&F fez uma grande contratação e agitou o mercado. O time contratou o belga Mousa Dembélé, ex-Tottenham e Seleção Belga. O time permaneceu com o israelense matador Eran Zahavi no time e é a esperança de gols. Os visitantes não terão mais o brasileiro Renatinho, emprestado ao Tianjin Tianhai até 31 de dezembro de 2019. Para seu lugar chegou outro israelense, Dia Saba, o “Messi de Israel”. O lateral esquerdo Zou Zheng trocou o vermelho do Guangzhou Evergrande pelo azul do Guangzhou R&F ao assinar por três temporadas. Júnior Urso foi outro a deixar o clube, acertou com o Corinthians.

Zahavi foi o grande matador do time e brigou firmemente pela chuteira de ouro chinesa, mas, mesmo com 20 gols em 30 jogos, não foi o suficiente para “roubar” o posto de Wu Lei, melhor marcado e MVP do torneio. Vale ressaltar que na estreia da última temporada o israelense marcou um hat-trick no derby vencido sobre o Evergrande por 5 x 4, no mesmo jogo em que Alan também anotou três tentos.

Shenzhen x Hebei China Fortune – 9h

Recém-chegado à Superliga Chinesa, o Shenzhen é uma das equipes que já foi campeã desta competição criada em 2004, e levou o caneco justamente na primeira temporada. Depois disso nunca mais conseguiu reeditar uma boa campanha. No ano passado, foram vice-campeões com 53 pontos em 30 jogos, sendo 15 vitórias, oito empates e sete derrotas. Na competição passada, seu artilheiro foi o colombiano Harold Preciado, com 23 gols, sendo vice-artilheiro do campeonato.

O time também tinha Franck Ohandza, que marcou 18 vezes, mas que trocou os anfitriões pelo Henan Jianye. No quesito contratações, a equipe trouxe o meia-atacante Ola Kamara, vindo da MLS, precisamente do Los Angeles Galaxy. Por lá foram 90 jogos, 48 gols e 11 assistências. Também chegou uma dupla do Saint-Étienne, da França: o norueguês Ole Selnaes e o franco-senegalês Cheikh M’Bengue. O primeiro é volante e o segundo lateral esquerdo.

https://twitter.com/seb_perpignan/status/1101064366840004609

Hebei chegou a ficar ameaçado na Superliga de 2018, mas se recuperou, não garantiu nada, mas pelo menos não foi rebaixado, terminando a última temporada na 6ª colocação, com 39 pontos. Apenas uma mudança no elenco estrangeiro para 2019: o meio-campista brasileiro Hernanes foi para o São Paulo e seu compatriota, Marcão, fechou junto ao sul-coreano Gyeongnam. No Brasil o atacante tem passagens por Ituano, Guarani de Palhoça e Bragantino.

Com apenas 24 anos, será um dos estreantes no futebol chinês. O jogador foi destaque na Coréia do Sul quando marcou 26 gols em 31 jogos. O brasileiro, revelado pelo Ituano, foi artilheiro e vice-campeão sul-coreano. Atacante simples e objetivo, de dois toques na bola e tem capacidade de finalização apurada, além de boa antecipação no jogo pelo alto. O elenco ainda conta com os argentinos Mascherano e Lavezzi, este que está lesionado e perderá o início do torneio. Ainda contam com o marroquino Ayoub El Kaabi como opção.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1077 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


 

365 Scores

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo