Rizespor surpreende e vence Kasimpasa na 18ª rodada do Campeonato Turco

Além da vitória do lanterna da Super Lig, Fenerbahçe empata e respira fora da zona de rebaixamento
Rizespor surpreende e vence Kasimpasa na 18ª rodada do Campeonato Turco

Na tarde desta segunda-feira (21), duas partidas encerraram a 18ª rodada da Super Lig 2019, que voltou após o recesso do ano passado. Na Arena Timsah, Bursaspor enfrentou o Fenerbahçe e jogo terminou em 1 x 1, com o gol do empate feito nos acréscimos do segundo tempo. Já no Estádio Recep Tayyip Erdogan, o lanterna Rizespor surpreendeu e venceu o Kasimpasa fora de casa por 1 x 0.

SUPER LIG – 18ª RODADA

Bursaspor 1 x 1 Fenerbahçe

Os visitantes foram os que dominaram os primeiros minutos de jogo até conseguirem abrir o placar em um contra-ataque muito bem ensaiado: os passes começaram na ponta direita, próxima ao meio de campo, foram para o meio, voltou para a ponta para Mauricio Isla que lançou certeiro para Roberto Soldado, aos 20′, completar de bicicleta. Bursaspor até tentava, mas o domínio da bola era predominantemente do Fenerbahçe.

Na volta do intervalo para o segundo tempo, os donos da casa pressionaram mais e foram em busca do empate. Os minutos se passaram e a equipe de Ersun Yanal sustentaram o placar até o final do jogo, mas nos acréscimos, Diafra Sakho lança para Aytaç Kara completar de cabeça, aos 48′, deixando tudo igual.

Com o empate, Bursaspor fica na 10ª posição com 22 pontos e enfrenta o Kayserispor no próximo sábado (26), às 11h. Apesar do único tento, Fenerbahçe consegue sair da zona de rebaixamento e respirar na 15ª posição até a rodada 19, que duela em casa contra o Yeni Malatyaspor, na segunda-feira (28), às 15h (horário de Brasília).

Kasimpasa 0 x 1 Rizespor

Em situações completamente opostas na Super Lig, o confronto foi bem equilibrado e tomado por contra-ataques. Apesar do placar magro, as equipes criaram ótimas e perigosas chances de gols durante os dois tempos, a começar pelos donos das casa que já pressionaram nos primeiros minutos, mostrando que o tempo de recesso foi de extrema importância para reestruturar o equilíbrio.

E foi exatamente assim, em trabalho de equipe, que o Rizespor, além de impedir que o Kasimpasa balançasse a rede, abriu o placar aos 24′: em contra-ataque vindo do meio de campo, Vedat Muriqi deu passe para Aminu Umar pela esquerda, que recebeu praticamente livre na grande área e chutou, sem chance para o goleiro Köse defender. Mas antes que pudessem comemorar, o bandeirinha assinalou impedimento, permitindo a atuação do VAR para confirmar o gol.

Na volta do intervalo, o time da casa voltou na convicção de aumentar a vantagem conquistada no primeiro tempo e começou levando perigo. Ameaçado, o Kasimpasa também pressionava bastante e só não igualou o marcador, não porque desperdiçava oportunidade, mas porque era parado pela defesa da equipe adversária. E, apesar das tentativas, lances e chutes, não obteve o êxito.

Com o resultado, Kasimpasa termina esta rodada na quarta posição com 29 pontos, tendo Trabzonspor e Besiktas empatados logo atrás, e enfrenta o líder absoluto do campeonato, Başakşehir, na próxima segunda-feira (28), às 15h. Já o Rizespor, apesar dos três pontos da vitória, permanece na última posição, com 15 pontos, e tem como próximo adversário o Akhisar Belediye, no sábado (26) às 8h30 (horário de Brasília).

Beatriz do Vale

Sobre Beatriz do Vale

Beatriz do Vale já escreveu 314 posts nesse site..

Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero.Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...


 

365 Scores

 

Beatriz do Vale
Beatriz do Vale
Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero.Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...

Artigos Relacionados

Topo