River Plate x Defensa y Justicia – Prognóstico do River pressionado

- Com a vitória do Boca Juniors, o River precisa vencer o Halcón
River Plate x Defensa y Justicia

Pressionado pela vitória do Boca Juniors, o River Plate encara o Defensa y Justicia, neste sábado, 29, às 19h40 (horário de Brasília), no Monumental de Nuñez, em partida válida pela penúltima rodada da Superliga Argentina.

Antes do apito inicial de Fernando Echenique, a tabela diz que os eternos rivais estão empatados na liderança, com 45 pontos. Sendo assim, diante de mais de 70 mil pessoas, existe somente um resultado plausível para o River: a vitória.

Por mais que os três pontos não dêem mais neste final de semana o único título restante na vitrine de Marcelo Gallardo, ao menos encurtam o caminho rumo a ele. Se somar quatro dos seis pontos a serem disputados, os Millionarios serão os campeões. Em contrapartida, se somarem três ou menos, o Boca pode alcançar ou até mesmo passá-los.

Nas últimas seis partidas, foram seis vitórias. Além da já conhecida qualidade ofensiva (foram 10 gols feito), vale ressaltar a solidez defensiva. Em quatro jogos nesse período, incluindo os dois últimos, o River não foi vazado. Isso reflete também os bons números de Franco Armani com a Banda Roja. Em 47 das 94 partidas que tem com o River, o goleiro não foi vazado.

No banco adversário, estará um velho conhecido. Desde o pedido de demissão de Mariano Soso, Hernán Crespo é o técnico do Halcón. Revelado nas categorias de base do River, o ex-centroavante, autor dos dois gols da vitória do River Plate sobre o América de Cali, na final da Copa Libertadores da América de 1996, será homenageado antes do pontapé inicial.

Dentro das quatro linhas, após a parada de verão, o Defensa ainda não perdeu. Em quatro partidas, foram duas vitórias e dois empates. Se ampliarmos o recorte, o clube de Varela está invicto há oito jogos.

RIVER PLATE

Desfalcado do artilheiro do campeonato, Rafael Santos Borré recebeu o quinto cartão amarelo contra o Estudiantes, em La Plata, na última rodada. Sem o colombiano, Gallardo confirmou que Nacho Scocco será o parceiro de Matías Suárez no comando de ataque.

Em contrapartida, Muñeco não sinalizou se Lucas Martínez Quarta iniciará ou não o confronto. Desfalque no último domingo devido a uma lesão no músculo adutor da coxa direita, o zagueiro está relacionado para a partida. No entanto, vale lembrar, o diagnóstico inicial previa que Martínez Quarta perderia ambos os duelos.

Dessa maneira, horas antes do apito inicial o atleta será submetido a um último teste. A partir da resposta dada, a decisão será tomada. Caso esteja 100%, vai para o campo, se não, será resguardado, pensando tanto na estreia da Copa Libertadores, na próxima quarta-feira, frente a LDU, em Quito, quanto na última rodada da Superliga, no próximo domingo, contra o Atlético Tucumán, em Tucumán. Nesse cenário, o chileno Paulo Díaz será seu substituto.

Sendo assim, uma provável equipe teria (3-5-2): Franco Armani; Lucas Martínez Quarta ou Paulo Díaz, Robert Rojas e Javier Pinola; Gonzalo Montiel, Enzo Pérez, Milton Casco, Nacho Fernández e Nicolás De La Cruz; Matías Suárez e Nacho Scocco

DEFENSA Y JUSTICIA

Ocupando a 9ª colocação, com 32 pontos, ou seja, dentro da zona de classificação à próxima Copa Sul-Americana, o técnico Hernán Crespo, ao que tudo indica, entrará com uma equipe alternativa.

Pensando na estreia, contra o Santos, na próxima terça-feira, pela Copa Libertadores, a primeira dos 84 anos de história do clube, Crespo, no treinamento de sexta, armou um time com cinco modificações, em relação a vitória frente ao Rosário Central.

Sendo assim, Adonis Frías ingressaria na vaga de Héctor Martínez, Francisco Cerro entraria na de Matías Laba. Além disso, saíram Marcelo Benítez, Juan Martín Lucero e Neri Cardozo e, respectivamente, entrariam, Washington Camanho, Fernando Márquez e Guido Mainero.

Sendo assim, uma provável equipe teria (4-3-3): Ezequiel Unsain; Néstor Breitenbruch, Adonis Frías, Juan Rodríguez e Mauricio Duarte; Rubén Botta, Francisco Cerro e Washington Camacho; Guido Mainero, Fernando Márquez e Francisco Pizzini. 

HISTÓRICO

Ao todo, ambas as equipes se enfrentaram oito vezes, com três vitórias do River Plate, duas do Defensa y Justicia e outros três empates.

APOSTA INDICADA

Ao que tudo indica, o River acionou o “modo River”. Por mais que o time não jogue bem, a vitória vem de qualquer maneira.

Odds: 1 (4.30) | x (3.25) | 2 (1.83)

Pedro Ferri

Sobre Pedro Ferri

Pedro Rodrigues Nigro Ferri já escreveu 354 posts nesse site..

Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

365 Scores

BetWarrior


Pedro Ferri
Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Artigos Relacionados

Topo