River Plate vence fácil o Cerro na Libertadores

No Monumental, equipe argentina impõe superioridade e ganha com certa facilidade

River Plate e Cerro Porteño se enfrentaram hoje (22), nas quartas de finais da Libertadores. O jogo foi no Monumental de Ñunes, na Argentina. Aliás,  a partida foi de chances só para um lado, afinal a equipe da casa exerceu sua superioridade na maior parte do jogo. Tanto que saiu vencedor no placar, ganhando de 2 x 0. Agora o jogo de volta é em uma semana, no campo uruguaio.

https://www.instagram.com/p/B1e9itrHnJT/?igshid=8qh05bgb294x

RIVER PLATE 2 x 0 CERRO PORTEÑO

1° TEMPO

O duelo começou com a equipe da casa pressionando. Aliás, logo no primeiro minuto do jogo, Juan Carrizo teve que fazer a primeira defesa, após cobrança de escanteio. Aos quatro minutos, o juiz marcou pênalti para o River. Larrivey fez uma falta infantil dentro da área e Ignacio Fernandes foi para a batida. Aos sete minutos, o meia cobrou a penalidade forte no canto esquerdo e abriu o placar.

Ainda que tinha a vantagem no placar, os argentinos foram pra cima. Aos 10’, Suarez quase marcou após driblar o goleiro. No lance seguinte, Borré chutou de fora da área e, por pouco, não ampliou a vantagem. Além disso o River continuou chegando com Suarez e companhia, aos 26 minutos, Palácios perdeu a chance de fazer 2 x 0 no placar, quando a bola sobrou para o atacante após cobrança de escanteio. O Cerro não teve nenhuma chance no primeiro tempo.

2° TEMPO

Certamente, o Cerro precisava mostrar um pouco de futebol ofensivo, até como arma para tirar o River de seu campo defensivo. Afinal, não conseguiram criar uma chance real de gol no primeiro tempo. Mas o jogo começou da mesma forma que o primeiro tempo, só quero juiz anulou o segundo gol de Ignácio Fernandes , depois de ver irregularidade no VAR.

Mesmo assim, os Hermanos chegaram ao segundo gol com Borré, também de pênalti. Aos 19 minutos de jogo. O River continuou pressionando, afinal, aos 32 minutos, Ignácio cobrou falta na trave. O Cerro demonstrou um jogo fraco e sem alternativas técnicas, final 2 x 0 para os argentinos, mas poderia ser mais.

Giovanna Matiello

Sobre Giovanna Matiello

Giovanna Matiello já escreveu 81 posts nesse site..

Meu nome é Giovanna Matiello, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo na UNIP. Sou apaixonada por esportes por causa da minha família, meu pai é fanático por futebol, minha tia é ex jogadora profissional de futsal e meu tio é vidrado no vôlei e é professor de educação física. Fica óbvia minha relação com o esporte.A NBA e a NFL entraram na minha vida por admiração à organização americana. Sonho em ser jornalista esportiva porque acredito que o esporte é um caminho de educação e, porque culturalmente falando, talvez seja uma das poucas tradições que uni verdadeiramente o povo brasileiro.


 

365 Scores

 

Giovanna Matiello
Giovanna Matiello
Meu nome é Giovanna Matiello, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo na UNIP. Sou apaixonada por esportes por causa da minha família, meu pai é fanático por futebol, minha tia é ex jogadora profissional de futsal e meu tio é vidrado no vôlei e é professor de educação física. Fica óbvia minha relação com o esporte.A NBA e a NFL entraram na minha vida por admiração à organização americana. Sonho em ser jornalista esportiva porque acredito que o esporte é um caminho de educação e, porque culturalmente falando, talvez seja uma das poucas tradições que uni verdadeiramente o povo brasileiro.
http://redacao%20fnv

Artigos Relacionados

Topo