River Plate atropela Kashima Antlers e fica com o 3° lugar no Mundial de Clubes

Em sua última apresentação, o time argentino vence com tranquilidade e sai do campeonato de cabeça erguida.
River Plate atropela Kashima Antlers e fica com o 3° lugar no Mundial de Clubes

Na tarde deste sábado (22), Kashima Antlers e River Plate se enfrentaram pelo terceiro lugar do Mundial de Clubes no Estádio Sheikh Zayed Sports City, em Abu Dhabi. O time argentino atropelou seu adversário por 4 x 0, sendo o quarto e último gol feito nos acréscimos do segundo tempo. E mesmo com time misto, jogou bem, dominou a partida e se redimiu com a torcida após a desclassificação nas semifinais.

Borré, Quinteros e Martínez foram os grandes nomes da partida, vale dizer que Martínez fez um lindo gol no final do jogo. Os gols do jogo foram marcados por Bruno Zuculini aos 24 minutos, Gonzalo Martínez aos 73′ e também aos 90+3′ e Rafael Borré aos 88′.

1º TEMPO

O controle argentino da partida foi desde o começo, com posse de bola, tabelas e povoamento no campo de ataque. De La Cruz cobra escanteio na área e Zuculini testa firme abrindo o placar.

Aos Japoneses, faltou sorte. Em três ataques o time acertou a trave do goleiro adversário, chegando até a equilibrar o jogo. O goleiro Kwoun Sun-Tae fez um grande 1° tempo com belas defesas, mas saiu antes do fim da etapa inicial sentindo uma lesão. Perderam uma grande chance nos primeiros minutos em um escanteio. Bela defesa no susto do goleiro Lux do River Plate. O Kashima perdia as oportunidades na frente, e levava o gol na defesa.  Se fez jus uma das frases célebres do futebol: “Quem não faz, leva”.

2° TEMPO

Na volta do intervalo, em uma bola cruzada na área, Álvarez recebeu dentro da área dominou e rolou para Martínez, livre de marcação, empurrar à rede e ampliar o placar em 2 x 0. Borré recebe na entrada da área e finaliza nas redes, porém o auxiliar marca impedimento do atacante e o VAR confirma impedimento no lance.

Porém, o terceiro gol veio de pênalti, Borré de novo entrou na área e foi derrubado pelo defensor japonês que chegou atrasado. O própio cobrou batendo forte no canto esquerdo e fez o terceiro argentino.

No fim da partida, já nos acrécimos,  Martínez fez o quarto: dominou, arrancou pela esquerda, entrou na área e chutou encobrindo o goleiro Japonês Hitoshi Sogahata e marcou um lindo gol para encerrar a partida.

E AGORA?

Em um parecer geral de ambas equipes, a asiática era visualmente mais fraca este ano se comparada a do ano anterior, em que fizeram uma grande campanha chegando à final contra o Real Madrid. Porém, ganharam a Champions League da Ásia pela primeira vez em 2018, tendo como um dos comandantes de futebol Zico ex- camisa 10 do Brasil e do Flamengo. Para os argentinos o ano foi melhor: conquistaram a Libertadores, e fizeram desta final a mais fala e comentada dos últimos tempos.

E agora, após o Mundial de Clubes encerrado, as equipes voltam a disputar seus campeonatos respectivos. Próximo confronto do Kashima Antlers ainda está para confirmar, mas pode ser que seja dia 19 de fevereiro em um mata-mata contra um adversário ainda não definido também. Já o River Plate volta a campo dia 27 de janeiro, em um domingo, pelo Campeonto Argentino contra o Patronato de Parana, em casa.

MELHORES MOMENTOS

Celso Luiz Gomes Júnior

Sobre Celso Luiz Gomes Júnior

Celso Luiz Gomes Júnior já escreveu 3 posts nesse site..

Celso Luiz Gomes Junior, 20 anos, paraense. Graduando em jornalismo, 4° semestre, na Faculdade Estácio-FAP.Sou apoixonado por esportes e fã do jornalismo esportivo. tenho o sonho de trabalhar nessa área e conhecer novas histórias de vida e superação através do esporte. Busco evoluir como pessoa e como profissional, aprendendo cada dia.


 

365 Scores

 

Celso Luiz Gomes Júnior
Celso Luiz Gomes Júnior
Celso Luiz Gomes Junior, 20 anos, paraense. Graduando em jornalismo, 4° semestre, na Faculdade Estácio-FAP.Sou apoixonado por esportes e fã do jornalismo esportivo. tenho o sonho de trabalhar nessa área e conhecer novas histórias de vida e superação através do esporte. Busco evoluir como pessoa e como profissional, aprendendo cada dia.

Artigos Relacionados

Topo