Risco na Arena Corinthians

Na última quinta-feira, 18, caiu um pedaço do teto da entrada principal da Arena Corinthians de cerca de meia tonelada (500 quilos) no setor oeste, no hall que dá acesso às instalações VIPS do estádio, conta o jornal Folha de S. Paulo.

A área danificada, segundo apuração da reportagem, é de 40 metros quadrados. A estrutura que cedeu era formada por gesso e madeira. Não houveram feridos, pois ninguém estava no local no momento do acontecido. O acidente pode por em risco a participação da arena nas Olimpíadas, visto que, faltam pouco mais de 5 meses para o início dos jogos. Mesmo a sede sendo o Rio de Janeiro, a arena com sede em São Paulo seria utilizada. O Itaquerão deve ser palco de dez jogos no total, incluindo a semifinal do torneio masculino e a disputa da medalha de bronze feminina.

A diretoria corintiana teme que o acidente faça com que os torcedores fiquem receosos de irem ao estádio.

No mesmo dia do acidente, a Odebrecht, construtora do estádio, acionou uma empresa para que fosse ao local fazer os reparos. Ela diz que a reforma não afetará os compromissos marcados. De acordo com informações passadas por esta empresa para a reportagem, a parte que desabou terá de ser toda reconstruída. Há operários trabalhando no local.

 

Vale lembrar que as obras do Itaquerão já causaram 3 mortes. Em 2013, a queda de um guindaste de 420 toneladas matou dois operários. Em 2014, um funcionário caiu de uma das arquibancadas móveis instaladas para a Copa e morreu.

O responsável pelo contrato da construção do estádio, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, diretor da Odebrecht, está preso, por participação na Lava Jato, em investigações que nada tem a ver com a obra.

 

Procurada pela reportagem, a Odebrecht afirmou que as consequências da queda do teto não foram grandes e que o trabalho de reparos está sendo realizado desde o dia do acidente.

 

O Corinthians não se posicionou sobre o acidente. A Folha tentou ouvir Andrés Sanchez, ex-presidente do clube e responsável pela obra, sem sucesso.

A reportagem ouviu pessoas do Corinthians que disseram acreditar que o incidente não irá atrapalhar os compromissos já firmados pelo clube.

A suspeita dentro do Corinthians é que as infiltrações existentes na arena tenham sido a causa do desabamento do teto.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1193 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.

365 Scores

BetWarrior


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo