Rica Perrone – O Blogueiro esportivo mais acessado do Brasil

Conheça o polêmico jornalista que arrasta multidões na internet com crônicas sobre o futebol brasileiro

Dono de um jeito bonachão e com risada solta, um homem visivelmente acima do peso que pouco se preocupa com isso. Viciado em futebol e coca- cola, esse é Rica Perrone, jornalista e dono do blog de esporte mais acessado do país. Nascido em São Paulo escolheu o Rio de Janeiro para viver e orgulha-se de ser torcedor da Mocidade Independente de Padre Miguel (tradicional escola de samba da zona oeste). Carrega no peito a medalhinha com o escudo da agremiação que foi eleita como um “amuleto de sorte”. Inquieto e com traços de hiperatividade, a todo momento procura algo para fazer, entre um gole e outro no refrigerante, respondeu com paciência a todas as perguntas pautadas para a entrevista.

Seu esporte preferido é o futebol e, com seu jeito descontraído, afirma que jamais teve habilidade para tentar carreira dentro das quatro linhas. Outra paixão é o automobilismo, esporte que teve a oportunidade de acompanhar ao arranjar estágio em um pequeno jornal de São Paulo. O blogueiro, revelou que aprendeu a gostar de corridas assistindo as vitórias de Ayrton Senna.

Rica decidiu lançar um blog ao perceber que que “menininhas” publicavam histórias em tempo real. Não pensou duas vezes e lançou o “Blog do Rica” no qual publicava crônicas sobre seu time do coração, São Paulo Futebol Clube. Entre risos e mais um gole no refrigerante comenta que torcer para o tricolor paulista já era motivo suficiente para ser taxado de gay e que ao tentar carreira como blogueiro, virou motivo de chacota, desanimou e tirou a página do ar.

Alguns anos depois animado com a evolução da internet, decidiu que era hora de voltar com força total. Perrone conta que na época escrevia em uma coluna para o site América Online e estava cansado do que fazia. “ Já não tinha mais ânimo para prosseguir escrevendo coisas que não gosto, eu queria mesmo era falar sobre futebol”. Reativou o Blog e começou a publicar comentários sobre os principais clubes da série A. Rapidamente ficou conhecido na rede e ganhou visibilidade através das crônicas escritas para o Flamengo. Dono de um estilo polêmico e irônico, caiu nas graças do clube de maior torcida do Brasil. Em contrapartida envolveu-se em polêmicas com os rivais por ser considerado “puxa saco” e ao ser perguntado sobre o fato ele diz: “nem Jesus agradou a todos”.

Usuário assíduo das redes sociais faz desse uso, a principal ferramenta para conseguir novos seguidores. Suas publicações em tempo real na Copa do Mundo renderam muitos frutos e o principal deles foi a publicação de seu primeiro livro “Teve Copa” que reúne as principais crônicas sobre o evento e os bastidores da Seleção Brasileira.

Livro “Teve Copa”, Rica Perrone

Perrone orgulha-se de tratar o futebol como entretenimento e faz duras críticas aos jornalistas que destroem o espetáculo dando espaço para fatos extracampo. Por fim encerra o bate papo com um “não destruam o futebol! ”, pedido para os próximos jornalistas esportivos.

Avatar

Sobre Wagner Trece

Wagner Trece já escreveu 57 posts nesse site..

•Carioca, 27 anos. Futuro jornalista que estuda na Universidade Veiga de Almeida. •Colunista na equipe Futebol na Veia desde 2016.•Apaixonado por futebol, principalmente quando assistido na mesa de bar, regado a muita zoação e rivalidade.


 

365 Scores

 

Avatar
Wagner Trece
•Carioca, 27 anos. Futuro jornalista que estuda na Universidade Veiga de Almeida. •Colunista na equipe Futebol na Veia desde 2016.•Apaixonado por futebol, principalmente quando assistido na mesa de bar, regado a muita zoação e rivalidade.

Artigos Relacionados

Topo