RE x PA de emoções e lanterna surpreendendo na quarta rodada do Parazão 2018

Cinco jogos movimentaram todo o Pará, neste sábado e domingo por mais uma rodada do campeonato paraense edição 2018. O clássico Paysandu x Remo foi o destaque principal, mas também teve time espantando a má fase.

Bragantino 0 x 1 Castanhal

Em Bragança, no Nordeste paraense, o time da casa vinha embalado após duas vitórias seguidas diante de São Raimundo e Paragominas, mas o Castanhal, que ainda não havia vencido na competição, surpreendeu e bateu o Bragantino por 1 a 0. O gol da vitória saiu aos 43 minutos da segunda etapa, dos pés do ex-Remo Flamel. Mesmo com a vitória o Japim não saiu da lanterna do grupo 2, enquanto o Tubarão é o terceiro do grupo 1.

Águia de Marabá 0 x 1 Parauapebas

Outro visitante, que não vinha bem das pernas venceu na rodada. O Parauapebas foi até o estádio Zinho Oliveira e bateu o Águia por 1 a 0, o gol da vitória saiu com Monga, aos 20 minutos do primeiro tempo. Os três pontos foram ainda mais importantes, pois o PFC ainda não tinha vencido na competição, e o deixou na segunda posição do grupo 2. A derrota fez o Águia permanecer na quarta posição do grupo 1.

São Raimundo 2 x 2 Independente

O único empate da rodada aconteceu em Santarém, Oeste do estado. Um excelente jogo para as quase 1600 pessoas sortudas que estiveram no estádio Colosso do Tapajós. O primeiro gol saiu logo aos quatro minutos de jogo com Thayson para Independente. Porém o segundo tempo foi mais emocionante, quando Wendel aos cinco minutos empatou o jogo, e aos 26’ Felipe Silva virou o placar para os mandantes. No fim, 49′ do segundo tempo, Chicão deu números finais ao jogo empatando no último suspiro, mantendo o Galo Elétrico na segunda posição do grupo 1. O decepcionante empate fez o Pantera cair duas posições, terminando a rodada em quarto lugar do grupo 2.

Cametá X Paragominas

No domingo, adivinha? Mais uma vitória de visitante na rodada. O Paragominas, que só tinha um ponto em três jogos, venceu o Cametá por 2 a 0 no Parque do Bacural, em Cametá, Nordeste paraense. Edinaldo de pênalti, no primeiro tempo, e Elson aos quatro minutos, do segundo, garantiram os três pontos que levaram o Jacaré do Norte ao terceiro lugar do grupo 2. A derrota manteve o Mapará Elétrico na lanterna do grupo 1.

Paysandu X Remo

Por fim, um dos maiores clássicos do futebol, aconteceu debaixo de chuva no Mangueirão. O mando era do Paysandu que abriu o placar no fim do primeiro tempo com Diego Ivo, aos 42 minutos. No segundo tempo, Isac empatou aos 21 minutos e quando tudo se encaminhava para o empate, Eliélton aos 48 minutos, virou o jogo e garantiu os três pontos para o Remo. Mesmo com o resultado, as duas equipes permanecem na liderança de seus grupos com nove pontos cada, mas com a moral do lado do Leão mais elevada.

Foto: Diário Online

Confira a tabela de classificação dos grupos do Parazão 2018:

A próxima rodada começa no próximo sábado (03), com o Remo enfrentando o Cametá, no Mangueirão, às 16h.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 759 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.


 

365 Scores

 

Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo