A promessa de realidade

Quer gols? Chame Cristiano Ronaldo

Quer assistências? Chame o Neymar

Quer dribles e jogadas bonitas? Chame o Ronaldinho

Quer tudo isso junto? Chame o Vinícius Jr.

Brincadeiras à parte, o melhor jogador do último sul-americano sub-17, realizado no Chile, vem chamando atenção até do outro lado do Atlântico. Barcelona e Real Madrid já desejam o atleta de 16 anos, que tem contrato vigente com o Flamengo até o ano de 2019 e multa de 30 milhões de euros. Após o ótimo torneio realizado com a camisa da seleção, Vinícius ainda é uma promessa ou já pode ser considerado uma realidade?

Neymar, Messi, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus. O que esses 4 jogadores têm em comum? Assim como Vinícius Jr., esses nomes destoavam do restante nas categorias de base e logo cedo pediam passagem entre os profissionais. O “Novo Neymar” (que não gosta de ser chamado assim) já merece uma oportunidade no elenco rubro-negro pra ontem.

Observando seus jogos na Copa São Paulo de Futebol Júnior (competição sub-20) e o próprio Sul-Americano, nota-se que ele é diferente. O campo de futebol se torna um playground aos seus pés. Pelo lado esquerdo, direito ou pelo meio, o jovem de 16 anos vem sendo criativo e ao mesmo tempo letal. Além das canetas e lindos chapéus – como a sequência de três balões pra cima dos paraguaios – Vinícius, só esse ano, marcou 7 gols em 8 jogos pela seleção sub-17, além dos 3 gols pelo Flamengo na Copa São Paulo saindo do banco e se destacando numa competição numa categoria acima. O menino de São Gonçalo está mais do que pronto para ser um jogador profissional.

Mas é preciso salientar que o jogador não pode ser “queimado”, as oportunidades devem ser dadas aos poucos. Outras promessas com um ótimo potencial não vingaram. No próprio Flamengo temos o exemplo da geração campeã da Copinha em 2011, nomes como Negueba, Adryan, Muralha e Rafinha foram destaques da base do Mengão mas não vingaram entre os profissionais do clube e hoje permeiam por clubes menores. Quem não se lembra do – “metade Kaká, metade Ronaldinho” – Lulinha? Surgiu como a grande revelação do Corinthians, mas não vingou no alvinegro e após rodar por vários clubes, hoje está no futebol sul-coreano. Esses são só alguns dos vários exemplos.

O modo como o clube e o próprio jogador gerenciam a carreira fazem a diferença no futuro. Assim como o clube deve dar oportunidade e estrutura para o jogador se desenvolver, o atleta não pode se deslumbrar com o assédio de outros clubes e jogar com “salto alto”. Vinícius tem um grande potencial, só alguma catástrofe para que ele não vire um grande craque do futebol brasileiro.

Breno Siqueira

Sobre Breno Siqueira

Breno Siqueira já escreveu 4 posts nesse site..

Sou Breno Siqueira, tenho 19 anos, natural de Aracaju-SE, mas residente em Niterói-RJ. Estudante da Universidade Federal Fluminense - UFF (Jornalismo).

365 Scores

BetWarrior


Breno Siqueira
Breno Siqueira
Sou Breno Siqueira, tenho 19 anos, natural de Aracaju-SE, mas residente em Niterói-RJ. Estudante da Universidade Federal Fluminense - UFF (Jornalismo).

Artigos Relacionados

Topo