Premier League contará com auxílio do VAR

Com muito atraso, o VAR tem alongado as partidas na hora da verificação dos lances

A resposta é sim, o VAR veio para ficar! Para alguns é bom, ajuda a corrigir os problemas que atrapalham o resultado, mas outros não acham. Entretanto, o assunto não é esse, o foco é que o Campeonato Inglês terá árbitro de vídeo na temporada 2019/20.

Todavia, as decisões de árbitros no campeonato inglês são rápidas e o jogo para por poucos minutos. Contudo a dúvida é saber se o jogo será afetado com paralisações, como no Brasil, ou manterá o mesmo nível. Na Premier League, será exibido um aviso no telão para explicar qualquer atraso relacionado ao arbitro de vídeo.

COMO FUNCIONARÁ

O chefe-executivo da Premier League, Richard Master, explicou como VAR irá funcionar na competição. Segundo ele, a tecnologia não foi utilizada ano passado porque a gestão queria estar pronta para a tecnologia. Para Richard, o futebol inglês é conhecido pelo alto ritmo e agressividade nos jogos e não quer que isso mude por conta do árbitro de vídeo.

Nesta temporada, o VAR estará atento às linhas de fundo, à pênaltis, cartões vermelhos e identificação erradas de atletas. No ano passado, até a 33ª rodada, oito verificações por partida foram feitas durante os testes. Mas quanto tempo isso irá durar? Estima-se que o no total, tempo acrescido será apenas de quadro minutos, algo que não ocorre no Brasil.

Na temporada 2018/19, o VAR foi utilizado na Champions (Reprodução: Jean Catuffe/Getty Images)
Na temporada 2018/19, o VAR foi utilizado na Champions (Reprodução: Jean Catuffe/Getty Images)

DIFERENÇAS BRASIL X INGLATERRA

Tendo em vista o tempo que se demora aqui no Brasil, é algo louvável. Porém, há um abismo entre os dois países, no Brasil os árbitros não são profissionais, não ganham bons salários. Entretanto, na Inglaterra, um árbitro pode ganhar por ano 400 mil reais e todos são profissionalizados. Tendo em vista, a confusão do VAR em solo tupiniquim pode se explicar no primeiro critério apontado.

Em entrevista ao site Premier League Brasil, o ex-árbitro, Sálvio Spínola, comparou o estilo de jogo do Brasileirão e do Inglês. Confira:

“De fato existem diferenças sim. Mas acredito que é algo ligado ao comportamento, conduta dos jogadores, e também ao próprio jogo em si. A dinâmica da partida faz com que o árbitro conduza tudo de forma diferente do que estamos acostumados aqui”

Ainda no assunto, o comentarista de arbitragem complementou o assunto, diferenciando o tipo de arbitragem na competição:

“Na Inglaterra existe uma forma de gerir a partida que faz com que o jogo em si seja muito mais importante. No Brasil a gestão é mais punitiva. Quer punir o jogador a todo o momento. Pra mim aqui existe um ‘abismo’ entre o árbitro e o atleta, sendo que lá não há essa distância, ambos estão muito próximos”

Fernando Morales

Sobre Fernando Morales

Fernando Morales já escreveu 105 posts nesse site..

Nascido em São José dos Campos, 1994, Fernando Morales é jornalista e pós-graduado em Jornalismo Esportivo pela Universidade Anhembi Morumbi. Apaixonado por esportes, atualmente, é repórter e comentarista esportivo da Web Rádio Poliesportiva e redator do FNV.

BetWarrior


Fernando Morales
Fernando Morales
Nascido em São José dos Campos, 1994, Fernando Morales é jornalista e pós-graduado em Jornalismo Esportivo pela Universidade Anhembi Morumbi. Apaixonado por esportes, atualmente, é repórter e comentarista esportivo da Web Rádio Poliesportiva e redator do FNV.

Artigos Relacionados

Topo