Polônia supera Eslovênia e confirma liderança do Grupo G das Eliminatórias da Euro

Nos demais jogos, Letônia conquista sua única vitória frente a classificada Áustria e Macedônia do Norte encerra participação com triunfo sob Israel
Polônia

Nesta terça-feira (19), foram realizadas as partidas válidas pela 10ª rodada do Grupo G das Eliminatórias da Eurocopa. Assim, em Warsaw, a Polônia superou a Eslovênia por 3 x 2. Os gols foram marcados por intermédio de Tim Matavz e Ilicic para os visitantes. Enquanto que Szymanski, Lewandowski e Goralski decretaram o triunfo polonês. Já em Riga, a Letônia conquistou sua única vitória ao bater a Áustria por 1 x 0 através de Marcis Oss. Por fim, em Skopje, a Macedônia do Norte, cumprindo tabela, derrotou Israel pelo placar mínimo de 1 x 0. Dessa forma, o gol isolado foi anotado por Boban Nikolov.

Sendo assim, com os resultados, os Poloneses encerraram sua participação confirmando a liderança do grupo com 25 pontos. Já os Austríacos, que haviam classificado na última rodada, terminaram na 2ª posição com 19 pontos. Na sequência, surgiram os Macedônios e Eslovenos com 14 pontos cada e os Israelenses com 11. Dessa forma, os Letãs completaram a classificação, na lanterna, com apenas três pontos.

ELIMINATÓRIAS DA EUROCOPA – GRUPO G – 10ª RODADA

POLÔNIA 3 x 2 ESLOVÊNIA

Partida de muitos gols na Polônia. Assim, logo aos 2′ da etapa inicial, os anfitriões aproveitaram uma cobrança de escanteio. Na sobra, Sebastian Szymanski bateu forte, de fora da área, para estufar as redes e abrir o placar. Em seguida, os Poloneses chegaram através de Zielinski e Artur Jedrzejczyk. No entanto, aos 13′, a Eslovênia empatou. Ilicic recebeu bola pela direita, cruzou para Tim Matavz que deixou tudo igual. Após, as equipes continuaram explorando jogadas em busca do segundo gol. Com mais poder ofensivo, os mandantes assustaram com Lewandowski, de cabeça, exigindo boa defesa de Oblak.

No segundo tempo, a Polônia começou massacrando com Bednarek, de cabeça, e Krychowiak, de dentro da área, levando perigo aos Eslovenos. Assim, aos 8′, Jedrzejczyk deu passe para Lewandowski, que carregou a bola, invadiu a área e chutou cruzado para virar o jogo. Vantagem que durou pouco, pois, em seguida, os visitantes empataram com Josip Ilicic. Sendo assim, Matavz tocou no meio da área para o camisa 7 empurrar para o gol e deixar tudo igual outra vez. Já na reta final de jogo, Grosicki deu passe de cabeça para Goralski completar para o fundo das redes e decretar a vitória polonesa em Warsaw.

LETÔNIA 1 x 0 ÁUSTRIA

Primeiro tempo de poucas emoções na Letônia. Apesar da lanterna do grupo, os donos da casa tomaram a iniciativa de jogo e com 7′ já haviam finalizado através de Jurkovskis e Oss. Assim, a Áustria veio a levar perigo apenas aos 16′, na sobra de escanteio que Gregoritsch não aproveitou. Em seguida, o principal lance da etapa inicial. Após escanteio de Savalnieks, Marcis Oss cabeceou na trave de Pervan. Sendo assim, os Letãs investiam, mas os chutes esbarravam na boa atuação do goleiro visitante.

Na jornada derradeira, no entanto, a Áustria voltou melhor através dos chutes de Grillitsch e Onisiwo. Mas, no melhor momento visitante, a Letônia encontrou seu gol. Dessa forma, Savalnieks alçou bola na área e Marcis Oss, com o pé direito, bateu forte para abrir o placar. Após um princípio de melhora letã com o tento, os Austríacos voltaram a controlar a partida e criaram várias jogadas em busca do empate. Em uma delas, Gregoritsch acertou a trave de Steinbors. Sendo assim, o duelo se encaminhou para o final sem alteração e a Letônia pode comemorar seu único triunfo nas Eliminatórias da Eurocopa.

MACEDÔNIA DO NORTE 1 x 0 ISRAEL

O jogo foi bem disputado no princípio de partida. Assim, logo a 1′, a Macedônia do Norte já exigiu defesa de Harosh em chute de Eljif Elmas. Após, Israel começou a alternar as jogadas com os mandantes e o duelo ficou equilibrado com boas chances para ambas as equipes. Aos 36′, em cobrança de falta da intermediária, Enis Bardhi mandou um balaço que encontrou a trave israelense. Já nos acréscimos, o lance capital da partida. Dessa forma, após escanteio, Boban Nikolov finalizou do meio da área no canto direito de Harosh para abrir o placar.

O panorama se manteve na etapa final de um jogo bastante movimentado e com alternância de chances criadas. Sendo assim, um lá e cá desde os primeiros minutos através de Zahavi mandando no ângulo, de fora da área e Stojanovski pela direita. Assim, as equipes não conseguiam infiltrar e insistiam em finalizações da intermediária que não passavam pelas boas atuações dos goleiros. Dessa forma, o jogo caminhou para seu final sem mudanças e o placar do primeiro tempo foi confirmado. Festa para os Macedônios, que mesmo sem a classificação, encerraram a participação dignamente.

Melhores momentos: Em breve.

Foto Destaque: Reprodução / Czarek Sokolowski / Mundo Deportivo

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 133 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Forza Football

 

Rivalo Apostas Esportivas
Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados

Topo