Peñarol bate Fénix e segue líder do Clausura Uruguaio

No outro jogo do sábado, Atenas e Rampla Juniors ficam no empate em duelo movimentado

Abrindo a 12ª rodada do Clausura Uruguaio, dois jogos aconteceram neste sábado (13). No primeiro duelo, o Atenas recebeu o Rampla Juniors e as equipes ficaram no empate de 2 x 2. No outro jogo do dia, o líder Peñarol venceu com tranquilidade o Fénix e seguiu na liderança isolada da competição. Veja todos os detalhes do Campeonato Uruguaio.

Clausura Uruguaio – 12ª rodada

Atenas 2 x 2 Rampla Juniors

Foi uma partida decisiva para ambos, um duelo direto na luta contra o rebaixamento, mas o empate foi muito mais benéfico aos visitantes do que para os mandantes. Primeiro porque o Atenas segue na zona da degola, segundo porque o Rampla Juniors segue fora da parte vermelha da tabela. Depois de uma primeiro tempo equilibrado e sem gols, o segundo compensou tudo com direito a quatro tentos. Aos 49 minutos (quatro minutos da segunda etapa), Lucas Rodriguez colocou o primeiro número no marcador no passe de Ricardo Ortiz. Aos 60′, Jordan Mosquera ampliou o marcador.

Pela terceira vez no Clausura os Carolinos conseguiram marcar dois gols em uma partida, mas, como aconteceu em outros dois jogos, os três pontos não são vieram. “Tola” Antúnez colocou as mãos no time, fez as três alterações de uma só vez para mudar o jogo e o tempo mostrou que estava certo. Aos 34 minutos do segundo tempo, Gastón Díaz descontou, de pênalti e, nos acréscimos, aos 91′, Adrián Leites empatou tudo.

Peñarol 2 x 0 Fénix

Os tantos espaços deixados pelo time do Fénix tornou muito fácil a partida para o Peñarol. E os albivioletas mal atacaram quando tiveram a posse de bola. Por outro lado, os aurinegros rapidamente abriram o placar. Aos 8 minutos, Gabriel “Toro” Fernández e Fabian “Lolo” Estoyanoff inverteram os papéis. Toro tocou, Lolo foi em profundidade, levantou a cabeça e colocou no coração da pequena área onde o jovem Darwin Núñez apareceu e só teve que empurrar para o fundo das redes para inaugurar o marcador.

O complemento foi uma extensão dos últimos 15 minutos da primeira parte. A partida foi feita de um lado para outro, com melhores chances para a albivioleta. A equipe de visitante teve, pelo menos, seis claras oportunidades para chegar ao empate, mas entre o bom desempenho de Dawson e a falta de pontaria permitiram que os aurinegros mantivessem a vantagem. E como quem não faz, toma, o Peñarol não perdoou. Aos 70 minutos, e quando nada estava indo bem, um grande passe de “Cebola” Rodríguez do círculo central deixou Giovanni González em uma posição imbatível. A lateral tocou por cima do goleiro. Após esse gol, o Fénix ​​continuou indo para frente, mas não deu certo. Vitória Carbonera e o clássico diante do Nacional na próxima rodada.

https://twitter.com/OficialCAP/status/1051235391112716288

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1166 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.

BetWarrior

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo