Pelo Grupo 1 da Copinha, Ponte e Londrina goleiam e garantem ponta da tabela

Equipes devem brigar pela liderança do grupo
Grupo 1 Copinha

Nesta sexta-feira (3), o Grupo 1, enfim, debutou na Copinha 2020 (Copa São Paulo de Futebol Júnior). No Estádio Breno Ribeiro do Val, Ponte Preta x Osvaldo Cruz e Londrina x São José-RS se enfrentaram em jogos válidos pela 1ª etapa da competição. Apesar de jogar em casa, o Azulão foi superado por 5 x 1 pela Macaca. Pelo outro lado, o Tubarão também não tomou conhecimento do Zequinha e atropelou o rival sulista por 4 x 1.

Na próxima segunda-feira (6), o time de Campinas vai medir forças contra os paranaenses, valendo a liderança isolada do grupo. Em contrapartida, precisando do resultado, os anfitriões do grupo vão bater de frente com “O mais simpático do Rio Grande do Sul“.

COPA SÃO PAULO – FASE DE GRUPOS – 1ª RODADA

OSVALDO CRUZ X PONTE PRETA

Os visitantes se mostraram superiores desde os primeiros minutos da partida. Com a posse de bola e o meio campo ajustado, as ações ofensivas do time da casa foram completamente anuladas. Dessa forma, com apenas 3′ Sandro levantou a bola na área, o goleiro Anderson Henrique saiu mal e João Veras testou para abrir o placar. O Leão ainda ensaiou uma reação com Breno. O camisa 5, também em cobrança de falta, subiu mais que todo mundo e cabeceou para o fundo do gol. A Ponte não se apavorou com o empate e seguiu administrando a partida. Logo após, Veras, mais uma vez de cabeça, subiu na pequena área vencendo o arqueiro Anderson.

Em seguida, depois de uma confusão na área, a bola sobrou para o atacante Marquinho, que finalizou no canto direito fazendo 3 x 1 para a Macaca. No complemento, os clubes voltaram com ritmos mais baixos. O Alvinegro apenas administrou o placar, ao mesmo passo que o Azulão tentou se segurar para não tomar mais gols. No entanto, os esforços foram em vão. Aos 7′ Marquinho chutou, de fora da área, Anderson tocou na bola mas não conseguiu defender. Pouco antes do apito final, Vitinho aproveitou o espaço deixado pela defesa local, e bateu também de fora da área dando números finais ao jogo. Dessa maneira, o embate entre Ponte Preta x Osvaldo Cruz resultou em 5 x 1 para os visitantes.

LONDRINA X SÃO JOSÉ-RS

O duelo começou pegando fogo. Logo no primeiro minuto, após cruzamento pela direita, a defesa do Zequinha afastou mal, Luan Marchiori aproveitou o rebote e, de primeira, balançou as redes. O jogo seguiu bem pegado no meio, sem muitas chances. Entretanto, Thayllon aproveitou uma bola enfiada, superou o goleiro e apenas empurrou a bola para colocar igualdade no marcador.

No complemento, o cenário do embate mudou, e os paranaenses passaram a controlar as ações ofensivas da partida. Dessa forma, aos 7′, Felipe Evangelista foi lançado na área, cortou o zagueiro mas sofreu penalti. Na sequência, o próprio jogador se encarregou da cobrança e não desperdiçou recolocando o Tubarão na frente. Em seguida, foi a vez de Juan driblar o arqueiro rival para deixar o dele. Por fim, Jefferson recebeu bom passe, cortou o marcador e tocou na saída de Lorenzo dando números finais ao confronto. Sendo assim, o jogo entre Londrina x São José terminou em 4 x 1 para o Tuba, e fechou os embates do Grupo 1 na Copinha.

 

Vinícius Oliveira

Sobre Vinícius Oliveira

Vinícius Oliveira já escreveu 76 posts nesse site..

Sou Vinicius de Oliveira, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo. Sou praticante de esportes desde pequeno, e principalmente, apaixonado por futebol. A escolha do meu curso veio pelo meu amor pelo rádio, um costume que meu pai transmitiu para mim. Passamos inúmeras horas escutando jogos e programas esportivos. Sonho em ser jornalista, porque creio o futebol, e outros esportes, são coisas mágicas e únicas nas vidas das pessoas. Cada lance, ponto, partida traz sensações únicas, é poder transmitir isso é algo sensacional.

BetWarrior

Vinícius Oliveira
Vinícius Oliveira
Sou Vinicius de Oliveira, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo. Sou praticante de esportes desde pequeno, e principalmente, apaixonado por futebol. A escolha do meu curso veio pelo meu amor pelo rádio, um costume que meu pai transmitiu para mim. Passamos inúmeras horas escutando jogos e programas esportivos. Sonho em ser jornalista, porque creio o futebol, e outros esportes, são coisas mágicas e únicas nas vidas das pessoas. Cada lance, ponto, partida traz sensações únicas, é poder transmitir isso é algo sensacional.

Artigos Relacionados

Topo