Passaporte Rússia – Foca no “Foquita”

- Com Guerrero suspenso e Cueva na reserva do São Paulo, a Seleção Peruana dependerá dos gols de Farfán para brilhar na Rússia

Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresenta curiosidades de todas as seleções que participarão da Copa do Mundo deste ano. Este é o quinto de sete textos sobre a Seleção Peruana.

O atacante Jefferson Agustín Farfán Guadalupe é a principal esperança de gols da Seleção Peruana. Apesar de estar longe do seu auge como atleta, Farfán deverá assumir a liderança em campo, uma vez que Guerrero foi suspenso e Cueva vive um mau momento em seu clube, onde ocupa a reserva. Mais do que resgatar o espírito de luta e ter um bom sistema defensivo, Los Inkas precisarão dos gols e assistências do camisa 10 para sonhar com um bom papel neste mundial. “La Foquita”, como é conhecido, atualmente joga no Lokomotiv Moscou, o que já lhe garante uma boa ambientação no país anfitrião da Copa. A equipe do Lokomotiv vive, inclusive, um bom momento, pois conquistou neste mês o título do Campeonato Russo, após 15 anos de jejum.

(Reprodução/Ebene Sport)

Farfán fez sua estreia na seleção Peruana em fevereiro de 2003, e tem mais de 70 partidas disputadas. Como destaque, esteve presente nas Eliminatórias para a Copa de 2006, sendo vice-artilheiro, com sete gols, mas sua pátria não se classificou. Marcante também foi a sua participação na partida contra a Nova Zelândia, pela repescagem destas Eliminatórias para a Rússia 2018, em que marcou um dos gols da vitória por 2 x 0. Com o resultado, o Peru se classificou para a Copa do Mundo de 2018, 36 anos após a última participação da equipe. É uma das estrelas da equipe na próxima Copa. É considerado um dos cinco maiores ídolos do futebol peruano.

A marca negativa ocorreu em 7 de dezembro de 2007, quando foi suspenso de maneira indefinida da seleção peruana por sua participação em atos de indisciplina no hotel da seleção junto com Santiago Acasiete, Pizzarro e Andrés Mendoza, apenas dois dias antes do Peru ser goleado pelo Equador por 5 x 1.

(Reprodução/Trome)

EEm clubes, sua carreira profissional começou com o Alianza Lima, em 2001. Sua estrela começou a brilhar em 2002, quando foi considerado a revelação do ano e, no ano seguinte, foi eleito o melhor do campeonato e conduziu o Alianza ao título do Campeonato Peruano, inclusive anotando o gol decisivo nos acréscimos na final contra o Sporting Cristal. Em sua última temporada com o clube, em 2004, Farfán marcou 14 gols, levando o time a outro título nacional. Ao final da temporada foi adquirido pelo PSV Eindhoven, da Holanda onde teve boa participação tanto domesticamente, onde sagrou-se campeão nacional quatro vezes, como na Liga dos Campeões. Em 2008, Farfán foi para o Schalke 04, onde ficou até 2015, quando se transferiu para o Al-Jazira. Depois de passagem apagada pelo futebol dos Emirados Árabes, acertou com o Lokomotiv Moscou, na tentativa de reacender o seu futebol e acertou  sua mudança para o time russo.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1211 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.

365 Scores

BetWarrior


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo