Parreira diz que Seleção Brasileira não precisa de Jorge Jesus: “Está muito bem com Tite”

- Ex-treinador defende permanência de Tite no comando da Seleção Brasileira

Em entrevista ao jogo aberto, nesta quinta-feira (30), Carlos Alberto Parreira, ex-treinador canarinho, defendeu a continuidade do trabalho de Tite pela Seleção Brasileira. Além disso, o tetracampeão comentou sobre a possibilidade de Jorge Jesus assumir o cargo, afirmando não ser o momento de ter um estrangeiro no comando da amarelinha.

Ao ser questionado sobre o treinador do Flamengo, Parreira disse que Seleção Brasileira não precisa de Jorge Jesus. Apesar do resultado da última copa do mundo e das críticas que Tite vem sofrendo, o ex-treinador afirmou que a amarelinha está muito bem com o comandante atual.

Eu acho que não falta qualidade, só que a gente não precisa que ele treine a Seleção Brasileira. Qualidade é sempre bem-vinda, ele fez um trabalho maravilhoso no Flamengo. Acho que a seleção está muito bem com o Tite. Isso nunca passou pela minha cabeça, ter um treinador estrangeiro dirigindo a Seleção Brasileira. Um dia, talvez, ocorra, mas não acho que agora é o momento – disse Parreira.

Além de comentar sobre Jesus, o ex-comandante destacou o prestígio em que Tite chegou a seleção, relembrando a preferência brasileira pelo treinador.

– Se eu fosse o presidente da CBF, eu manteria o Tite. Eu nunca vi um treinador chegar tão prestigiado na Seleção Brasileira como o Tite chegou. Era unanimidade. Não ter vencido a Copa da Rússia, foi eliminado pela Bélgica… No segundo tempo, o Brasil fez um gol, tivemos chances de mudar o resultado do jogo, mas fica o resultado. Fomos eliminados nas quartas mais uma vez, e você sabe que o resultado, aqui no Brasil, fala muito alto. (…) Eu acho que a gente tem que acreditar ainda no trabalho dele. Eu daria um crédito, não pensaria em mudar – finalizou.

Reprodução/Alexandre Joe/AFP

Lívia Marques

Sobre Lívia Marques

Lívia Marques de Lima já escreveu 40 posts nesse site..

Escolhi jornalismo porque sempre foi minha paixão, fiz estágios em assessoria de imprensa e escrevi algumas matérias pra uma agência de publicidade, meu maior objetivo é conseguir me destacar na área esportiva e ir cada vez mais longe falando sobre o que eu amo.

365 Scores

BetWarrior


Lívia Marques
Lívia Marques
Escolhi jornalismo porque sempre foi minha paixão, fiz estágios em assessoria de imprensa e escrevi algumas matérias pra uma agência de publicidade, meu maior objetivo é conseguir me destacar na área esportiva e ir cada vez mais longe falando sobre o que eu amo.

Artigos Relacionados

Topo