Palmeiras x São Paulo – O Choque Rei da reabilitação

Verdão e Tricolor faz o último clássico da fase preliminar do Paulistão buscando a reabilitação

Palmeiras e São Paulo se enfrentam nesta quinta-feira (8), no Allianz Parque, às 20h30 (Brasília), em jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Paulista 2018. Os times não enfrentam uma boa fase no torneio, ambos tendo sofrido nos últimos quatro jogos. Por mais que não venham de sequências consideradas boas, o time visitante vem de vitória para o derby, enquanto os mandantes não vencem há quatro jogos e vem de duas derrotas consecutivas, a última em casa.

Palmeiras

O Palmeiras lidera o grupo C do Paulistão com folga e tranquilidade, são 20 pontos em 10 jogos e três pontos de diferença para o segundo colocado Novorizontino, o que dá paz para Roger Machado trabalhar na Libertadores, principal competição do time na temporada.Por mais que não venha de bons resultados no estadual, o time não chega a estar em crise, pois venceu no último dia primeiro o Júnior Barranquilla, na Colômbia, com facilidade, por 3 x 0. É certo que o time jogou com um jogador a mais quase que o jogo inteiro, mas o que não desqualifica a qualidade do elenco que é considerado o melhor do Brasil.

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

A última vitória do alviverde no Campeonato Paulista foi no dia 10 de fevereiro, ou seja, quase um mês sem vencer. De lá para cá foram dois empates e duas derrotas. 2 x 2 com o Linense em casa, 0 x 0 com a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, 2 x 0 para o Corinthians no Itaquerão e no último jogo, na segunda-feira, perdeu para o São Caetano, em casa, por 1 x 0. Vale lembrar que jogou com o time reserva. Mas, com a derrota do São Bento para o Ituano na última terça-feira, o Palmeiras já está garantido na segunda fase do campeonato, e enfrenta o Novorizontino, que venceu o Santos por 2 x 1 na noite de ontem.

Para o duelo de hoje, Roger Machado não poderá contar com Jean, Deyverson e Artur, machucados; Edu Dracena e Diogo Barbosa em fase final de recuperação. O time ainda tem Antônio Carlos, Victor Luis, Felipe Melo, Lucas Lima e Borja pendurados.

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

São Paulo

O São Paulo lidera o grupo B do Paulistão com 14 pontos em 10 jogos, porém diferente do Palmeiras, não tem uma grande diferença para o segundo colocado, São Caetano, que é apenas de um ponto. O técnico Dorival Júnior está na corda bamba no tricolor. Chegou a balançar após a derrota para o Ituano, reuniões ocorreram e o treinador foi mantido, mas o time ainda não encontrou um padrão de jogo e vem sofrendo partida após partida. Vale ressaltar que o comandante são-paulino perdeu peças importantes na última temporada como Hernanes e Lucas Pratto, titulares absolutos do time.

Érico Leonan/saopaulofc.net

Mas se a situação não é das melhores no estadual, na Copa do Brasil o time vai, razoavelmente, bem. São três jogos e três vitórias, por mais que não tenha convencido até então. No Paulista vem de vitória sobre o Linense por 2 x 1, tendo marcado o gol da vitórias nos acréscimos do jogo. Antes disso eram três jogos sem vencer. 1 x 0 para o Santos, em casa, 2 x 1 para Ituano fora, e 0 x 0 com a Ferroviária no Morumbi. O tricolor está ligado nos jogos de São Caetano e Ponte Preta, adversários direto pela vaga na próxima fase, com o Azulão contra o Botafogo às 19h15 e a Ponte Preta jogando mais tarde, às 21h30.

Dorival não poderá contar com o volante Jucilei, contratura na coxa direita, Anderson Martins, mialgia na região dorsal, Morato segue aprimorando a forma física após cirurgia no ligamento do joelho, Sidão, que sentiu incômodo no músculo adutor da coxa direita e Reinaldo, que sofreu um pequeno estiramento no músculo adutor esquerdo durante o último jogo. Éder Militão, gripado, ficou sob os cuidados do departamento médico e não integrou as atividades de campo, tornando-se dúvida. Não há suspensos.

Érico Leonan/saopaulofc.net

Retrospecto

No retrospecto das duas equipes levando em conta apenas os confrontos no Paulistão, vantagem do São Paulo 67 triunfos, 47 empates e 55 derrotas. O Palmeiras leva desvantagem também nos gols marcados, sendo 247 dos tricolores e 218 dos alviverdes. No Allianz Parque, já aconteceram cinco jogos e o Palmeiras venceu todos, além de já ter marcado 16 gols contra apenas três do São Paulo.

No Campeonato Paulista, o tricolor não vence o verdão desde 2009, na casa do Palmeiras a última vitória foi um 0 x 1, no extinto Parque Antárctica, dia 29 de agosto de 2007, pelo Campeonato Brasileiro, no Paulistão a tabu já dura quase 50 anos, a última vitória do time do Morumbi no Parque Antárctica foi um 0 x 1 em 29 de julho de 1970. Mas vale ressaltar que naquela época muitos dos clássicos eram disputados no Morumbi ou Pacaembu, pelo grande aumento das torcidas.

Prováveis Escalações

Palmeiras: Jaílson; Marcos Rocha, Antonio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Felipe Melo, Tchê Tchê (Bruno Henrique) e Lucas Lima; Dudu, Willian e Borja. Téc: Roger Machado.

São Paulo: Jean; Bruno, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Hudson, Petros e Cueva; Marcos Guilherme, Valdívia e Brenner. Téc: Dorival Júnior.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1166 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


 

Rivalo Apostas Esportivas
Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo