Os dois lados da renovação no Real Madrid

Presidente Florentino Pérez afirmou intenção do clube em investir em jogadores jovens
Os dois lados da renovação no Real Madrid

Nesta segunda-feira, o Real Madrid apresentou o goleiro ucraniano Andriy Lunin, de apenas 19 anos. Na ocasião, o presidente do clube, Florentino Pérez, afirmou que a ideia merengue é investir em jogadores jovens e com projeção para o futuro. É uma ideia interessante e necessária, mas que requer um difícil pacto com sua exigente torcida.

Os investimentos recentes, cujos expoentes são as contratações de Vinicius Júnior e Rodrygo, ilustram essa intenção. São contratações que rejuvenescem o plantel e revelam uma preocupação a longo prazo. O time titular (Navas; Carvajal, Varane, Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos, Modric e Isco; Benzema e Bale) tem média de idade de 28 anos, que não é alta. Acima disso estão o goleiro Navas (32), o lateral Marcelo (30), o zagueiro Sergio Ramos (32), o meia Luka Modric (30) e os atacantes Benzema (30) e Gareth Bale (29).

Pela idade, é um time que ainda tem muita lenha para queimar. E, mesmo que Cristiano Ronaldo represente uma perda substancial, o Madrid ainda é o clube a ser batido na Europa. Sobretudo pela filosofia de jogo consolidada. Contudo, alguns jogadores, extremamente vitoriosos com a camisa merengue, podem estar vivendo um fim de ciclo, como Bale e Benzema, por exemplo. Isso sem citar Marcelo, que tem seu nome ventilado na Juventus, supostamente a pedido de CR7.

Justamente por sua história vitoriosa, as expectativas e as cobranças são e sempre serão grandes nos arredores do Santiago Bernabéu. Exatamente por isso, espera-se uma contratação bombástica para suprir a saída de Cristiano Ronaldo. Se Benzema sair, o torcedor cobrará a vinda de um homem-gol de respeito. E assim por diante.

Resultado de imagem para cristiano ronaldo juventus
Maior artilheiro da história do clube, o gajo trocou Madrid por Turim (Reprodução/Getty Images)

Voltando aos brasileiros, Rodrygo e Vinicius Júnior são apontados, há anos, como as maiores promessas do futebol brasileiro. O flamenguista teve mais tempo para ser lapidado, embora o raio santista tenha até julho do ano que vem para atuar em solo brasileiro. Mesmo assim, nos dois casos, são jogadores imaturos, que nada ganharam com seus clubes. É diferente de Neymar, por exemplo, que deixou o Santos tendo uma Copa do Brasil, uma Recopa e uma Libertadores na bagagem. Isso não diminui a relevância dos garotos, mas dão o tom de seus desafios no Velho Continente.

Neste contexto de iminente renovação, o torcedor madridista precisa ter em mente que o número de títulos pode diminuir em um curto prazo. Afinal, é uma ingrata tarefa substituir uma máquina detentora de 5 bolas de ouro e maior artilheiro do clube, por exemplo. Esta sensação de enfraquecimento é praticamente extinguida, se Florentino Pérez assegurar as contratações dos belgas Courtois e Hazard, de 26 e 27 anos, respectivamente, que diminuiriam a média de idade do time, mas também acrescentariam uma qualidade gigantesca ao elenco.

Períodos de renovação são frequentes. E necessárias em clubes vencedores. Lembrem-se que, em um passado não tão distante, o maior rival do Real Madrid, o Barcelona, passou por algo semelhante: a geração de Valdés, Puyol, Xavi, Iniesta e companhia, as estrelas de La Masia, as categorias de base do Barça, finalizaram suas passagens maestrais pelo Camp Nou e a reposição não foi à altura. O que era esperado. Os grandes títulos, como a Liga dos Campeões, não foram mais conquistados – a última ‘orelhuda’ conquistada pelo clube catalão foi na temporada 2014-15. O próximo passo foi investir nos jovens, como Neymar, Coutinho, Dembelé e o próprio Mina, cujo futuro na Espanha é incerto.

Como já foi citado acima, o Real Madrid ainda é o time a ser batido na Europa. Porém, será interessante observar como o time atuará sem Cristiano Ronaldo e os comandos de Zidane. Vinicius Júnior deslanchará? Hazard está à altura do craque português? A Champions ficará com o Madrid mais uma vez? Respostas que a temporada dará ao torcedor nos próximos meses.

https://twitter.com/realmadrid/status/1020745227601104897?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1020745227601104897&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.terra.com.br%2Fesportes%2Flance%2Fvinicius-junior-faz-golaco-e-da-passe-para-benzema-marcar-em-treino%2C1aad2f1292d1c4541f2ac73421faa42967bfh49y.html

Sobre André Siqueira Cardoso

André Siqueira Cardoso já escreveu 301 posts nesse site..

Sou André Siqueira Cardoso, tenho 20 anos, e curso Jornalismo na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, USP. Sempre fui apaixonado por esportes e tenho o sonho de ser um jornalista que trabalhe na área esportiva, seja como comentarista, repórter ou apresentador. Aprecio uma boa partida de futebol, independentemente das equipes que estejam se enfrentando. Possuo um blog, no qual escrevo textos para expor minhas opiniões acerca de tudo o que acontece no futebol. Dentro do jornalismo, admiro e me espelho em nomes como Paulo Vinícius Coelho, Juca Kfouri, Thiago Leifert, Alexandre Praetzel e André Rizek.

André Siqueira Cardoso
Sou André Siqueira Cardoso, tenho 20 anos, e curso Jornalismo na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, USP. Sempre fui apaixonado por esportes e tenho o sonho de ser um jornalista que trabalhe na área esportiva, seja como comentarista, repórter ou apresentador. Aprecio uma boa partida de futebol, independentemente das equipes que estejam se enfrentando. Possuo um blog, no qual escrevo textos para expor minhas opiniões acerca de tudo o que acontece no futebol. Dentro do jornalismo, admiro e me espelho em nomes como Paulo Vinícius Coelho, Juca Kfouri, Thiago Leifert, Alexandre Praetzel e André Rizek.

Artigos Relacionados

Topo