Opinião: seria uma boa hora para adequar o Campeonato Brasileiro ao europeu?

A suspensão das atividades futebolísticas no país alimenta essa ideia, mas não é tão simples
Encontro entre representantes da Conmebol e UEFA. Não foi discutida a adaptação do calendário brasileiro ao europeu.

Adaptar o modelo de calendário brasileiro ao europeu não é um conceito novo. Esse pensamento se reforça sempre que as datas FIFA colidem com jogos locais, causando incômodos frequentes em todos os envolvidos. Apesar disso, não parece haver interesse da Confederação Brasileira de Futebol em adequar o Campeonato Brasileiro ao europeu, uma vez que não há registros de uma discussão desse nível nessa ocasião.

O momento é propício, mas não é ideal para essa mudança. Isso acontece por mais de um motivo. A começar pelo óbvio: reuniões não são recomendadas no momento. Pois é, parece besteira, contudo idealizar um encontro com diversos representantes de todos os clubes das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro não parece o certo para um momento oficializado como pandemia.

É POSSÍVEL?

Suponhamos, então, que a CBF contrarie as recomendações dos órgãos mundiais de saúde e, em um raríssimo ato de irresponsabilidade, faça com que as conversas aconteçam. Nesse caso, entra o fator tempo. Não se concretiza uma mudança desse calibre em um ou dois meses – pelo menos não da forma correta -. Seria preciso discussões longas com diversas camadas do futebol, desde os clubes até, ou principalmente, as emissoras de televisão.

Digamos, então, que seja possível falar com todas e todos os brasileiros envolvidos nessa pauta. Nesse caso, levanto um ponto que não vejo com frequência nessa discussão: e os campeonatos da Conmebol? Com Brasil e Argentina, as principais ligas da América do Sul, adaptadas ao calendário europeu, não seria o caso de mudar esses torneios e padronizar tudo de vez? Lembrando que tudo isso ocorreria em meio a discussões de implementar os clubes da Concacaf nesses torneios.

Enfim, é muito trabalho para ser feito em um período de tempo tão vago e com tantos obstáculos. Algo tão radical deve ser feito com calma e competência, virtudes que o futebol nacional necessita tanto quanto um calendário organizado.

Foto destaque: Divulgação/UEFA

Tiago Souza

Sobre Tiago Souza

Tiago Souza já escreveu 31 posts nesse site..

Formado em jornalismo pela Universidade São Judas, atuei em diversas áreas de maneira colaborativa. Sou viciado em informação e, por isso, estudo todos os dias sobre futebol e videogames, tendo essas duas vertentes como pilares da minha personalidade. Apesar de levar esses temas muito a sério, tenho a plena noção de que, sem o amor e a descontração, nenhuma delas existiria de forma tão espetacular como são hoje.

BetWarrior


Tiago Souza
Tiago Souza
Formado em jornalismo pela Universidade São Judas, atuei em diversas áreas de maneira colaborativa. Sou viciado em informação e, por isso, estudo todos os dias sobre futebol e videogames, tendo essas duas vertentes como pilares da minha personalidade. Apesar de levar esses temas muito a sério, tenho a plena noção de que, sem o amor e a descontração, nenhuma delas existiria de forma tão espetacular como são hoje.

Artigos Relacionados

Topo