O verdadeiro vencedor da Primeira Liga

No mês de abril, o país irá conhecer o clube que será campeão da Primeira Liga. Porém, marcado por controvérsias, várias discussões e “quedas de braço” entre representantes do alto escalão do mundo da bola, o campeonato passou a ter um outro significado. Sem querer tirar os méritos dos finalistas Fluminense e Atlético-PR, mas o real vencedor da competição não será o time que ganhar o jogo final, pois os frutos obtidos com a Primeira Liga representam algo muito maior.

Realizado à revelia da CBF, que tentou vetar a criação do campeonato – reconhecido pela entidade como “Copa Sul-Minas-Rio” –, a Primeira Liga foi mantida pelos próprios cubes participantes, que se organizaram para concretizar a disputa mesmo sem o aval da confederação nacional.

A Primeira Liga nasceu com o surgimento da Liga Brasileira (organização fundada no ano passado por Flamengo, Fluminense, Atlético-MG, Cruzeiro, Grêmio, Internacional, Atlético-PR, Coritiba, Avaí, Chapecoense, Criciúma, Figueirense e Joinville), que criou a competição visando obter mais lucros do que com os tradicionais estaduais. Mas logo o pacto inter-regional sofreu oposição por parte da CBF, que alegou que o campeonato não se encaixaria no calendário nacional de 2016, sendo contra o regulamento jurídico desportivo.

Mas tanto a CBF quanto a FERJ, a qual também se posicionou contra, e até mesmo o fanfarrão Eurico Miranda (presidente do Vasco), que disparou críticas ressentidas à Liga, tiveram que aceitar a decisão dos clubes.  Estes que fizeram história ao encarrar pela primeira vez os cartolas confederados, que mandam e desmandam no nosso futebol de forma arbitrária, defendendo apenas os próprios interesses.

Pode ser que existam algumas falhas na realização da Primeira Liga, sobretudo com relação ao calendário de competições nacional, que já é extremamente desorganizado com os campeonatos que já existem – algo que, deve-se ressaltar, é consequência da má administração da própria CBF –, tanto que o jogo final, marcado para o dia 07/04, foi adiado para 20/04, por haver conflito de datas. Mas o que precisa ser exaltado é a capacidade dos clubes, que são aqueles que realmente promovem o esporte, de se organizarem, sem a interferência quase sempre prejudicial das questionáveis instituições desportivas do Brasil.

Por isso, o verdadeiro vencedor da Primeira Liga não sairá da decisão entre o Fluminense e o Atlético-PR, uma vez que o grande vitorioso já é o próprio Futebol Brasileiro, que se viu livre do controle da CBF. Um bom começo para a necessária reformulação administrativa do nosso futebol.

No final, a festa de quem levantar a taça, seja o Flu ou o Furacão, é apenas mais um bônus desses importantes acontecimentos.

Renan Amaral

Sobre Renan Amaral

Renan Amaral já escreveu 16 posts nesse site..

Apaixonado por esporte, Renan Amaral percebeu que tinha o futebol na veia quando foi a um estádio pela primeira vez. Anos depois, descobriu no jornalismo a oportunidade de estar envolvido de alguma forma com esportes, principalmente com o futebol, sua velha paixão, que nasceu quando ainda era um moleque que esticava o pescoço para ver melhor os jogos da arquibancada.

Forza Football

 

Rivalo Apostas Esportivas
Renan Amaral
Renan Amaral
Apaixonado por esporte, Renan Amaral percebeu que tinha o futebol na veia quando foi a um estádio pela primeira vez. Anos depois, descobriu no jornalismo a oportunidade de estar envolvido de alguma forma com esportes, principalmente com o futebol, sua velha paixão, que nasceu quando ainda era um moleque que esticava o pescoço para ver melhor os jogos da arquibancada.

Artigos Relacionados

Topo